SUPERLIGA BRASIL DE MX – Nas primeiras posições da MX2 e Júnior, satélites Honda buscam manter ritmo forte

 Destaques nas duas primeiras etapas da Superliga Brasil de Motocross, os pilotos satélites Honda Hector Assunção (Itamaracá Fox) e Thiago Formehl (IMS Honda) voltam para a pista neste fim de semana (4 e 5), no Autódromo Internacional de Chapecó (SC), na terceira etapa da competição. No sábado serão realizados os treinos livres, classificatórios e provas das categorias 65cc, MX3 e MX4. Já no domingo acontecem o warm-up e as corridas da Júnior, MX2 e MX Pró.

Hector Assunção, segundo colocado na MX2 com 87 pontos, vive a expectativa de alcançar a liderança da Superliga Brasil de Motocross ao final da prova em Santa Catarina. O piloto paulista vem travando durante as baterias um grande duelo com o inglês Adam Chatfield, atual líder da categoria com apenas dois pontos à frente do brasileiro. “Venho treinando bastante ao longo da temporada e os resultados estão aparecendo. Sei que o Adam vem forte para esta etapa, mas meu objetivo é ficar em primeiro. Ganhei uma bateria na última etapa e sei que sou capaz de vencê-lo novamente”, afirma Hector, que foi o melhor brasileiro – na 13ª colocação – na quarta etapa do Mundial de Motocross, realizada em Indaiatuba (SP).

Além de Hector, a Honda conta com um grande time na categoria MX2: Humberto Martin e Leonardo Lizott (LS Racing), Rafael Zenni (IMS), Anderson Amaral (Mira-X Racing), Rodrigo Rodrigues (Circuit Team), Hugo Amaral (Mastter Racing), Endrews Armstrong e Rafael Faria (Dunas Team).

Atual líder na Júnior com 50 pontos e duas vitórias nas etapas de Poços de Caldas e Paulínia, Thiago Formehl (IMS) aproveitou a semana livre de competições para treinar em pistas semelhantes com a de Chapecó, considerada técnica e travada pelos pilotos. “Durante estes dias procurei treinar em circuitos com muitas curvas.

Como sei que a pista de Chapecó é bem técnica e possui várias valetas, resolvi dar uma ênfase neste tipo de trabalho”, coloca o piloto que também venceu o Troféu Honda 150, categoria exclusiva para motos 150cc no Honda GP Brasil de Motocross.

Quem está na briga pelo título da Júnior é Kaio Miranda (Mira-X Racing), que está na segunda posição. Os satélites Honda Stefany Serrão (IMS), Diego Henning (Mastter Racing), Gustavo Pessoa (Itamaracá Fox) e Gabriel Carbonera (LS Racing) também estão na disputa.

Na MX Pró o satélite Honda Roberto Castro (Dunas Team) é o terceiro. A categoria ainda conta com Roosevelt Assunção (Itamaracá Fox), Gabriel Gentil (LS Racing), Gustavo Amaral (Mira-X Racing) e Kaian Teixeira (Circuit Team).

Cristiano Lopes (IMS) é o único piloto Honda que na MX3 e ocupa a terceira posição.

Serviço:
Superliga Brasil de Motocross 2011 – 3ª etapa
Data: 4 e 5 de junho
Cidade: Chapecó (SC)
Local: Autódromo de Chapecó

Confira a programação: Sábado (4/6)

Treinos Livres
MX Pró – 8h30
Júnior – 9h
MX2 – 9h30

Treinos Classificatórios
65cc – 10h30
MX3 – 11h10
MX4 – 11h50
MX Pró – 13h10
Júnior – 13h45
MX2 – 14h15

Provas
65cc – 15h30
MX4 – 16h
MX3 – 16h35

Domingo (5/6)
Warm Up
Júnior – 8h
MX Pró – 8h20
MX2 – 8h40

Provas
MX2 (1ª bateria) – 9h
Abertura oficial – 9h30
MX Pró (1ª bateria) – 10h
Júnior – 10h50
MX2 (2ª bateria) – 12h10
MX Pró (2ª bateria) – 13h