Supersport / Sportlight, 500cc, 250cc e 125cc

Supersport / Sportlight, 500cc, 250cc e 125cc

Supersport / Sportlight, 500cc, 250cc e 125cc

Supersport / Sportlight – Na principal categoria da modalidade, Gilson Scudeler mostrou porque ‚ tricampeÆo da Supersport. O piloto que largou na quinta coloca‡Æo buscou posi‡äes e assegurou a vit¢ria e os seus primeiros pontos na temporada, j  que teve que abandonar a primeira etapa por causa de problemas no pneu. “Na primeira etapa tive azar. Vim para c  buscando a vit¢ria para me recuperar no campeonato. Estreei moto e equipamentos novos e corri muito bem. Estou muito feliz com esta vit¢ria, at‚ porque sempre ven‡o o campeonato quando ganho aqui”, explicou o piloto. Cristiano Vieira foi o segundo colocado da categoria, seguido por Pierre Chofard.

Mesmo correndo na categoria Sportlight, destinada a estreantes, Marco Brunheroto fez uma ¢tima prova e chegou apenas nove segundos ap¢s o l¡der da Supersport. Marcos Bomfim chegou na segunda posi‡Æo e Edivaldo de Moraes foi o terceiro.

500cc – A prova da categoria 500cc foi marcada pela emo‡Æo. Do in¡cio ao fim, os pilotos disputaram posi‡äes nos dois pelotäes que foram formados. Nesta disputa, Murilo Colatreli conseguiu ser mais veloz e assegurou a primeira vit¢ria de sua carreira. Alecsandre Brieda, o Doca, ficou com a segunda coloca‡Æo, seguido por Philippe Thiriet.

Na largada, Philippe Thiriet assumiu a posi‡Æo de Colatreli, que em seguida, pegou a lideran‡a de volta. No decorrer da prova, Colatreli, Philippe, Doca e Thiago Del Bosco formaram um pelotÆo e os trˆs primeiros trocaram posi‡äes. Perto do fim, Colatreli conseguiu abrir um pouco e deixou a briga para Philippe e Doca, na qual o atual campeÆo da categoria se deu melhor.

“Esta foi a minha 11a corrida e pela primeira vez subo no lugar mais alto do p¢dio. Que seja a primeira de muitas”, comentou Colatreli. O piloto disse que a curva do baciÆo foi essencial para a sua conquista. “Consegui entrar e sair de l  com for‡a e isto foi fundamental para abrir, j  que nesta pista ‚ dif¡cil tirar diferen‡a. Estou muito contente e gostaria de dedicar esta vit¢ria aos meus patrocinadores”, finalizou.

250cc – A vit¢ria da categoria 250cc ficou com F bio Peasson. O piloto de Cascavel liderou a prova de ponta a ponta. Felipe Garcia, l¡der da competi‡Æo, foi o segundo e Marciano Santin assegurou a terceira coloca‡Æo.

Com o apoio da torcida, F bio Peasson largou bem e tirou dois segundos por volta no in¡cio da prova. Com a vantagem, o paranaense s¢ teve o trabalho de administrar a lideran‡a. Felipe Garcia e Marciano Santin travaram um duelo pela segunda posi‡Æo, no qual Garcia se deu melhor. “Larguei bem e consegui abrir. Foi muito bom vencer em casa e estou no caminho certo para me recuperar no campeonato”, declarou Peasson, que ainda nÆo tinha pontuado no Brasileiro.

125cc – A piloto Ana Lima venceu a sua segunda corrida e totalizou 100% de aproveitamento na categoria 125cc. A piloto, que saiu da pista numa curva, terminou a prova com 11 segundos de vantagem em rela‡Æo a Ant“nio Chiari Filho. A terceira coloca‡Æo ficou com Raphaela Del Bosco.

Ana Lima largou na segunda coloca‡Æo e assumiu a lideran‡a no meio da prova. Nas voltas finais, a piloto cometeu um erro na curva e saiu da pista, mas mesmo assim, conseguiu administrar a sua vantagem. “Estava seguindo muito r pido e tive que sair da pista para nÆo bater nos retardat rios”, explicou a japonesa voadora. Com esta vit¢ria, Ana Lima totalizou 100% de aproveitamento na competi‡Æo. “Estamos torcendo e trabalhando para conquistar o Brasileiro, mas temos que dar um passo de cada vez, pois os advers rios me dÆo muito trabalho”.