Swian vence no Mineiro de Motocross. Mariana Balbi também

Dez mil torcedores acompanharam neste domingo as vitórias de Swian Zanoni, da equipe Honda/Mobil/Pirelli, nas categorias MX1 e MX2; Mariana Balbi (2B Racing/Consórcio Realiza), na categoria MX3; Gustavo Cabral (Móveis Cabral), na Intermediária; Dodo, na MX Júnior e Filipe Gonçalves (Banco BMG/asas Moto) na etapa de abertura do Campeonato Mineiro de Motocross, disputado neste domingo (4/04), no Motódromo Trilhas da Serra, em Santa Luzia. No sábado os vencedores das baterias foram Hugo Tuilzinho, na 65 cc; Robson Moreira, na Iniciantes; Richard Piaba, na Moto Nacion al; Rômulo Botrel, na Dois Tempos ; Robson Morato, na MX 4 e João Dederinha, na 50 cc.

Uma mulher, entretanto, roubou a cena neste domingo num esporte essencialmente masculino. Mariana Balbi, mineira que figura entre as cinco melhores pilotos femininas no Campeonato Norte Americano, foi absoluta correndo contra 15 homens na categoria MX 3 (para mulheres de 16 a 55 anos e homens de 35 a 45). Travou um duelo inicial com o piloto Eudes Guedes, colocando pressão no ponteiro e conseguiu ultrapassa-lo. Numa tentativa de recuperação, Eudes acabou caindo em um salto, permitindo que Mariana recebesse a bandeirada da vitória com 47,830 segundos à frente do segundo colocado, Tunico Miranda. Ela deu uma volta em 10 adversários para vencer. Mariana ainda disputou as categorias MX-2, onde chegou em sétimo e a MX1, onde abandonou depois de duas quedas.

‘Estou muito feliz por estar disputando novamente o Mineiro.. Esta vitória tem um gosto muito especial pois estou provando que a mulher também tem condições de lutar em igualdade de condições com o homem. Basta querer”, afirmou. Ela elogiou o piloto que ela superou no início da prova, Eudes Guedes. Éle é um excelente piloto”, acrescentou.

O SHOW DO SWIAN
Swian Zanoni, entretanto deu um show a parte nesta abertura do Campeonato Mineiro. Após deixar Minas Gerais para disputar os campeonatos cariocas inconformado com a falta de oportunidade no Estado, ele retornou em grande estilo e venceu, com muita facilidade as duas maiores categorias da competição. Extenuado afirmou que retornou em Minas em grande estilo. “Com vitória ainda é melhor”, resumiu a sua felicidade.

Emoção também não faltou na disputa da MX2. Swian Zanoni, piloto da equipe Honda/Mobil/Pirelli/ASW, que retornou a Minas Gerais na abertura do Mineiro e venceu a bateria da largada à bandeirada de chegada. A briga pelas outras posições teve duelos que emocionou o expressivo público que compareceu ao motódromo, principalmente na briga entre Rômulo Botrel e Marco Cabeção pelo terceiro lugar. Pipo Castro chegou em segundo. Filipe Gon;Alves, venceu a categoria 85CC, disputada antes da MX2. Na categoria Intermediária o vencedor foi Gustavo Cabral (Móveis Cabral).

DUELO EMPOLGANTE
Na MX Júnior, a troca de posições, a partir da segunda colocação, empolgou as arquibancadas. Dodó conseguiu pular na frente após queda de Rômulo Botrel que vinha em segundo lugar. Mesmo caindo para a última posição, ele fez uma corrida de recuperação e voltou a sua posi

LARGADA NO SABADO
No sábado (03/04), Rômulo Botrel, o Onça, da equide Ogio Brasil Racing/TWE, na categoria dois tempos; Hugo Tuilzinho (Bodão Racing/Asas Moto/, na 65 CC; Robson Moreira, Honda Mavimoto/Zanga, na categoria Iniciantes; Richard Piabinha, 2BRacing, na categoria Naciional; João Dederinha, Calados Sales/Asas Moto, na 50 cilindradas; e Robson Morato, da equipe Morato Racing, na Classe MX4 ,se transformaram nos primeiros pilotos a vencerem na primeira etapa do Campeonato Mineiro de Motocross.

Estas baterias, criadas para atrair novos talentos no esporte motociclismo em Minas Gerais foram disputadas no sábado, dia 3, levando um expressivo número de torcedores ao motódromo. Todas as baterias foram disputadas num clima de muito equilíbrio.

Destaque para as categorias que reuniram pilotos de 7 a 15 anos. Os veteranos da classe MX4 também proporcionaram um bom duelo, principalmente entre os pilotos Robson Morato e Fred Ricardo. A bateria só foi decidida na última volta. Fred caiu e Morato que o seguia de perto conseguiu ultrapassa-lo.

Categoria MX 1
1 – Swian Zanoni (Honda/Mobil)
2 – Pipo Castro (2B Racing)
3 – Rômulo Botrel (Brasil Racing)
4 – Adriano Guarniere (Anderson Golfão)
5 – Rodrigo Dias (Anderson Golfão)

Categoria Intermediária
1 – Gustavo Cabral (Móveis Cabral)
2 – Rafael Costa (Prefeitura Municipal de Carmo do Paranaiba)
3 – Jeferson Coelhinho (Motostreet)
4 – Walter Bouzas (Morato/Motoluz)
5 – Gilson Alves (Asas Motos)

Categoria MX2
1 – Swian Zanoni (Honda/Mobil/Pirelli)
2 – Pipo Castro (2B Racing)
3 – Rômulo Botrel (Ogio Brasil Racing)
4 – Marco Cabeção (Transeguro/Auto Posto)
5 – Adriano Guarnieri (Anderson Golfão/Thor)

Categoria MX 3
1 – Mariana Balb i (2B Racing/Realiza Honda)
2 – Tunico Miranda (Max Cargo)
3 – Robson Morato (Morato Racing)
4 – Wilson Lambari (Az Motos)
5 – Dario Júnior (Cal Imperial)

Categoria 85 CC
1 – Filipe Gonçalves (Banco BMG/Asas Moto)
2 – Gustavo Lima (Socorro Gasolina)
3 – Wildemberg Carvalho
4 – Netinho (Rafa Motos)
5 – Hugo Tuilzinho (Bodão Racing/Alemão Motos)

Categoria MX Júnior
1 – Dodo (Morato Racing)
2 – Eric Bretz (2 B Racing)
3 – Jean Reis (Anderson Golfão)
4 – Leandro Douglas (Promotos/Evolution)
5 – Vitor Garcia (775/Daniel Despachante)

Categoria Dois Tempos:
1 – Rômullo Botrel (Ogio Brasil Racing);
2 – Daniel Vicente (MG Net)
3 – João de Carvalho (Turinho Motos)
4 – Marciano José (Primo Motos)
5 – Alexandre Resende (Auto Escola Antogiro)

Categoria 65 Cilindradas
1 – Hugo Tuilzinho (Bodão Racing)
2 – Gabriel Tomatinho (J Soares Transportadora)
3 – João Dederinha (Calçados Sales/Asa Moto)
4 – Rodrigo Chulipinha (Tenis Vic/Chulipa Motos)
5 – João Boaventura (Curtume Boa Vista)

Categoria Iniciantes
1 – Robson Moreira (Honda Mavimoto)
2 – Euler Morais
3 – Cássio Antônio (Mineradora Argentina)
4 – Nilson Telles
5 – Pedro Matte

Categoria Moto Nacional
1 – Richard Piaba (2B Racing)
2 – Alex Chicletes (Motocar Honda)
3 – Wilson Lambari (Az Motos)
4 – Guilherme Gontijo (Ara Motos Honda)
5 -Alexandre Faria

Categoria MX 4
1 – Robson Morato (Morato Racing)
2 – Fred Ricardo
3 – Helon Lopes (Benattubos)
4 – Paulo Monteiro (Cripal Academia/Race Team)
5 – Ricardo Diniz

Categoria 50 CC
1 – João Dederinha (Calçados Sales)
2 – João Gontijo (Motofort)
3 – Marco Túlio (Prefeitura Municipal de Carmo Paranaiba)