Foto: Team Honda comemora resultado histórico para o Brasil no Motocross das Nações 2008

Team Honda retorna ao Brasil com missão cumprida no Motocross das Nações

Foto: Team Honda comemora resultado histórico para o Brasil no Motocross das Nações 2008

Foto: Team Honda comemora resultado histórico para o Brasil no Motocross das Nações 2008

Balbi, Leandro Silva e Wellington Garcia voltam à pista neste final de semana, para a disputa da segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Supercross

Londres (Inglaterra) – Depois de garantir a melhor classificação nacional da história no Motocross das Nações, o 14o lugar, os pilotos do Team Honda chegam nesta quarta-feira no Brasil. Antônio Jorge Balbi Júnior, Leandro Silva e Wellington Garcia deixaram a cidade de Nottingham nesta segunda-feira com direção a Londres, cidade da última noite da delegação brasileira na Inglaterra. O vôo parte na noite desta terça-feira da capital inglesa.

O trio de pilotos estará em ação novamente neste final de semana, na segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Supercross, em Curitiba (PR). Porém, ao contrário do evento considerado a Copa do Mundo da modalidade, no qual o resultado é por equipes, os competidores buscam o melhor desempenho individual na mesma bateria, da classe SX1.

“Agora que está caindo a ficha”, disse o mineiro Balbi, referindo-se à inédita classificação no Nações, que teve como palco a pista de Donington Park, em Castle Donington. “Quem conhece motocross sabe da grandeza na nossa conquista. Há alguns anos ninguém poderia imaginar este resultado, já que deixamos para trás equipes muito fortes como África do Sul, Japão e Holanda”, continuou, já pensando no próximo desafio. “Treinei bastante, modifiquei a minha moto e estou muito confiante. Vou entrar na pista do Supercross com força total”, prometeu. Balbi venceu a primeira etapa da competição, realizada no final de agosto em Casimiro de Abreu (RJ).

O paranaense Leandro Silva, que está em segundo lugar na classificação geral, está animado por reencontrar a torcida brasileira, ainda mais correndo em casa. Mas sabe das responsabilidades. “Competir em casa sempre tem a pressão d os amigos e da família. Mas estou motivado por esta conquista do Nações e vou fazer o meu melhor”, prometeu.

Já Wellington Garcia, que na primeira etapa do Supercross estava em plena recuperação de uma cirurgia no pé, quer entrar de vez na briga pelo título. “Estou cada vez melhor e mais confiante na moto. E ter representado o Brasil neste Nações foi uma experiência fantástica. Uma competição tão importante quanto essa sempre traz evolução muito grande aos pilotos. Além disso, tenho certeza de que a nossa conquista irá abrir novas portas no motociclismo nacional”, concluiu o goiano.

O Team Honda tem apoio da Mobil, Pirelli, Showa, ASW, Polisport, Riffel, Consórcio Nacional Honda, Oakley, Orbital, D.I.D., NGK, Master Freios, Pro Taper, Reebok e Griffe Correa.