Team Pro Tork ocupa três lugares no pódio da MX1

Pipo Castro, catarinense patrocinado pela Pro Tork, foi o terceiro colocado; Jean Ramos e Massoud Nassar, integrantes da Pro Tork Racing Team, finalizaram respectivamente em segundo e quarto

Uma disputa emocionante na categoria MX1 do Arena Cross marcou a sexta etapa da competi‡Æo, realizada neste final de semana em SÆo Jos‚, regiÆo metropolitana de Florian¢polis. Pipo Castro, catarinense patrocinado pela Pro Tork, Roosevelt Assun‡Æo, piloto paulista l¡der do campeonato, e Jean Ramos e Massoud Nassar, integrantes da Pro Tork Racing Team, levantaram a torcida que lotou as arquibancadas da pista montada na Avenida Beira Mar.

Correndo em casa e sob a pressÆo da torcida, o catarinense Pipo Castro chegou a SÆo Jos‚ um ponto atr s do l¡der Roosevelt Assun‡Æo. Durante os treinos cronometrados no s bado, fez o melhor tempo e ganhou um ponto extra pela pole position. Com isso Pipo e Roosevelt entraram na prova empatados com 147 pontos.

A largada da primeira bateria da categoria MX1, no s bado, nÆo foi das melhores para o anfitriÆo Pipo. “Me atrapalhei e acabei saindo mal na prova. Quando largamos mal, recuperar posi‡äes em 10 minutos (tempo da prova) ‚ dif¡cil. Consegui encostar e pressionar o Roosevelt mas nessa hora j  t¡nhamos recebido a placa de £ltima volta. Se a bateria tivesse mais 5 minutos, o resultado poderia ter sido diferente”, disse Pipo que fechou apenas 16 cent‚simos de segundo atr s de Roosevelt.

No domingo, Pipo largou bem e saiu na frente. Durante todo o tempo disputou a ponta com Roosevelt, que assumiu ap¢s uma queda do catarinense durante uma tentativa de ultrapassagem. Essa queda o tirou posi‡äes e, na somat¢ria de pontos das duas baterias, ele finalizou a etapa com o terceiro degrau do p¢dio.

Jean Ramos permaneceu grande parte da primei ra bater ia na ponta da MX1. Fez uma boa prova, estava r pido, mas foi ultrapassado por Roosevelt e Pipo. Melhorou na segunda bateria e isso o levou ao segundo lugar do p¢dio. Massoud Nassar tamb‚m fez uma boa corrida e fechou a etapa em quarto lugar.

As pr¢ximas disputas do Arena Cross serÆo realizadas no dia 24 de setembro na cidade de Botucatu, interior paulista.

65cc – Al‚m dos participantes da categoria MX1, a Pro Tork Racing Team contava com mais dois pilotos na categoria 65cc da sexta etapa do Arena Cross. Destaque para Endrews Armstrong, piloto paranaense de apenas 11 anos. Seu grande advers rio, o carioca Daniel Guelman, sofreu uma contusÆo durante os treinos de s bado e desistiu de disputar a bateria. Com isso, o paranaense Endrews largou na quarta posi‡Æo e logo na primeira volta assumiu a ponta. Liderou a prova com facilidade e subiu ao lugar mais alto do p¢dio. Com esse resultado ele se aproximou do l¡der do campeonato na pontua‡Æo geral.

Eduardo Rudnick, tamb‚m integrante da Pro Tork Racing Team, teve um estiramento no pulso e pilotou com dificuldade. Ele finalizou a bateria da 65cc em 12§, nÆo acumulou pontos, e permanece com a quinta posi‡Æo do campeonato.