Foto: Punho r pido: s¢ em corrida

Técnicas 2: Punho rápido, bolha, válvulas, óleo etc

Foto: Punho r pido: s¢ em corrida

Foto: Punho r pido: s¢ em corrida

Tite (ou Biagio), assisti esse final de semana na tv a etapa de abertura da copa Hornet, e vi o primeiro lugar(nÆo me lembro o nome) abrir muita vantagem em rela‡Æo ao segundo colocado. Ap¢s a corrida foi constatado que o primeiro colocado usava “punho r pido”, e foi desclassificado. O que seria o punho r pido (desculpe a ignorƒncia)? E essas motos sÆo realmente originais, mudando apenas o escape mesmo? Carlos – Londrina-Pr
NÆo se desculpe, muita gente nÆo entendeu tamb‚m! Punho r pido ‚ um acelerador que tem o curso bem pequeno. Por exemplo: se o acelerador normal precisa de meia volta para percorrer todo a extensÆo da abertura do carburador (ou injetor), o de punho r pido faz o mesmo curso em apenas ¬ de volta. Nas motos de rua o acelerador tem curso longo por questäes de seguran‡a e conforto: ‚ mais macio e f cil de controlar. O punho r pido reduz o tempo entre a condi‡Æo totalmente fechado para totalmente aberto. Em competi‡äes isso representa at‚ 2 segundos a menos nas trocas de marcha da primeira … £ltima marcha. Por isso o Eric Morales abriu uma larga vantagem nas primeiras voltas e depois s¢ administrou essa distƒncia. NÆo ‚ aconselh vel usar punho r pido nas ruas porque tira a sua capacidade de controle apurado da velocidade. (Tite)

Foto: Suzuki GSX 750F

Foto: Suzuki GSX 750F

Bolha
tenho uma suzuki gsx750f ano 00, gostaria de mudar a bolha dele por uma maior +ou- 12cm, tenho 1,87 de altura e a bolha original joga o vento no pesco‡o.Gostaria de saber se vale a pena e aonde encontro essa bolha.
Junior – Jaboticabal – SP
A £nica desvantagem ‚ o aumento no arrasto aerodinƒmico, que pode reduzir a velocidade e aumentar o consumo, mas ‚ insignificante perto do maior conforto que oferece. Para saber onde encontrar a bolha pesquise com nossos amigos leitores do f¢rum Motonline!

V lvulas
Tenho algumas d£vidas referente a v lvulas e quem sabe vc. pode ajudar. 1) –  comum ter que regular as v lvulas a cada 3000 Km? 2) – As v lvulas desreguladas interferem no consumo de combust¡vel? 3) – A temperatura ambiente interfere na regulagem das v lvulas, ou seja, se voce fizer a regulagem no verao, tera que fazer outra no inverno ? se sim, 4) – o motor trabalha em temperaturas diferentes no verao e no inverno ? e isso interfere na regulagem das v lvulas ?
Jose – Sao Paulo – SP
 necess ria uma folga adequada entre a v lvula e o mecanismo de abertura devido … dilata‡Æo t‚rmica provocada pelo calor transmitido da cƒmara de combustÆo para a v lvula. Se a folga for excessiva pode ocasionar ru¡do e falhas ao motor, al‚m de danos a v lvula, se a folga for pequena o caso ‚ mais grave, pois a v lvula pode ser indevidamente acionada quando o motor estiver aquecido, provocando falta de compressÆo e marcha lenta irregular, al‚m do que pode danificar as v lvulas. Geralmente esta regulagem se faz necess ria a cada 3.000 km e deve ser realizada com o motor frio. Existe uma tolerƒncia para o ajuste da folga (por exemplo, a folga pode variar de 0,08 mm … 0,12 mm) ou seja, se vocˆ deixar com 0,10mm mesmo ela dilatando ou retraindo ficar  dentro do ajuste padrÆo, sem necessidade de regular, al‚m de que, o material em que sÆo fabricadas as v lvulas ‚ desenvolvido com a‡os especiais (por exemplo cromo-niquel) que suportam alt¡ssimas temperaturas com poucas dilata‡äes e praticamente nÆo variam se expostos somente as condi‡äes clim ticas.

àleo
Caro Biagio, parte significativa do que entendo sobre motos captei por meio do motonline, e por isso, sua resposta ao motoliner Diogo- RJ(12-03-07) me deixou perplexo, posto que houve em parte, uma divergˆncia entre informa‡äes e posi‡äes. O artigo “sangue bom” do tio respaldou minha op‡Æo pelo ¢leo castrol, que ‚ de base semi-sint‚tica 20w50 API SG, em nega‡Æo ao ¢leo da montadora de minha YBR, cuja qualidade ‚ inconteste, por‚m mineralP“,por causa da embreagem perder a superioridade do sint‚tico sobre o mineral, particularmente descritos nos par grafos 6ø,7ø e 8ø do artigo citado, ‚ no minimo, triste pacas! Acreditava que mesmo sendo de API inferior, o castrol actevo dava uma “compensada”por ser de base sint‚tica, mas agora estou com d£vida. NÆo escrevi para a Castrol, mas tenho certeza de que eles defenderÆo seu produto, o que demostra que existe divergˆncia entre engenheiros e entre testes. Sua fonte nÆo poderia estar equivocada quanto ao efeito das particulas que reduzem em demasia o atrito, contido no semi-sint‚tico, j  que este produto ‚ estudado e formulado para motores 4 tempos? P“, o tio disse que “deve-se utilizar somente produtos destinados exclusivamente para as motos” quando se refere aos sint‚ticos, e o tal ¢leo ‚ um dos tais!
Rodrigo – Rio de Janeiro/ RJ
Interessante o seu coment rio, mas deixo claro que tanto na pergunta quanto na resposta do e-mail do senhor Diogo nÆo nos aprofundamos informando se o ¢leo era espec¡fico para moto ou para carro, muito menos mencionamos a marca Castrol, por‚m, para responder ao seu e-mail, pe‡o a gentileza de me conceder uma observa‡Æo. Acredito tamb‚m que o ¢leo semi-sint‚tico ‚ melhor do que o mineral, desde que sua aplica‡Æo respeite a recomenda‡Æo do fabricante e o ¢leo utilizado seja espec¡fico para motos. No caso da YBR a recomenda‡Æo ‚ a utiliza‡Æo do ¢leo mineral. O respons vel por assegurar as especifica‡äes t‚cnicas e a qualidade do funcionamento do motor ‚ o fabricante da motocicleta que testou a qualidade de diversos ¢leos atrav‚s de in£meros testes com o modelo espec¡fico, aprovando somente o ¢leo mineral para YBR e, em hip¢tese alguma se atribui este dever ao fornecedor do ¢leo, pelo contr rio, eles tˆm o dever de orientar ao consumidor para seguir as instru‡äes do fabricante contidas no manual do propriet rio.

Parada
Tenho uma Falcon 2005 e rodo com ela apenas durante a semana. Segundo recomenda‡äes suas, quando deixar a moto muito parada apenas feche a torneira da gasolina. Por‚m esque‡o de fazer isso com frequencia, qual o impacto disso?
Marcio – SÆo Paulo
Ol  Marcio, pelo o que entendi vocˆ utiliza a moto frequentemente e por isto, no seu caso, a cuba do carburador tende a estar sempre limpa devido a circula‡Æo de combust¡vel novo. Eu recomendo fechar o registro (lembre-se que esta ‚ uma das recomenda‡äes para armazenamento) porque a gasolina pode “envelhecer” criando uma goma que ir  obstruir os gicleurs, travamento da agulha entre outros problemas.

Potˆncia
oi , tenho uma xtz 125 . fa‡o trilha com ela ha um tempÆo . ela ‚ boa e tudo mais pena que nÆo seja tÆo potente. o que devo fazer para aumentar a pontecia dela? que tipo de adapta‡Æo ?
Aurino – picos-PI
Primeiramente fique ciente que qualquer altera‡Æo pode trazer conseqˆncias nÆo previstas, bem vamos l , para uma altera‡Æo “leve” eu aconselho erguer a agulha do pistonete (localizado no carburador) e trocar a coroa original por uma com 50 dentes, com isto vocˆ ter  mais arrancada, por‚m diminuir  um pouco a velocidade final!

Cartas t‚cnicas respondias por Biagio Ferrari/Instrutor T‚cnico