hondaearth1

Tecnologia de Sonhos Terrestres

No Salão de Tóquio, a Honda expôs tecnologias de motores e transmissões com as quais ela espera conseguir a liderança em eficiência energética em todas as categorias automotivas. Com elas, a empresa japonesa pretende chegar a 2020 com redução de pelo menos 30% de emissões de CO2 quando comparadas às tecnologias do ano 2000.

Essas tecnologias incorporam os seguintes elementos:

• Motores a gasolina: além do VTEC (tempo de abertura variável e sistema de controle eletrônico de levantamento de válvulas), a Honda desenvolveu uma nova estrutura para maior expansão, potência e eficiência energética nas classes 660 cm³, 1.3, 1.6, 1.8, 2.0, 2.4 e 3.5 (litros).

• O bloco diesel mais leve do mundo: otimizando a rigidez do motor e a pressão da combustão, conseguiu o mais leve bloco em alumínio na classe diesel 1.6.

Novos CVT: a Honda apresentará uma gama de transmissões CVT hidraulicamente controladas para as classes mini, compacta e média, assim como G-Design Shift (mudanças desenho G), que coordenam mudança de marchas, posição do pedal acelerador e controle hidráulico, para um desempenho mais esportivo.

• Sistema híbrido bimotor: novo sistema com bateria de íons de lítio e carregador para veículos híbridos plug-in com três modos de utilização, de uso urbano a cruzeiro em alta velocidade.

• Sistema híbrido elétrico de alta potência SH-AWD: novo sistema para veículos grandes combina motor V6 3.5 com aceleração equivalente à de um motor V8 e eficiência energética igual ou superior à de motores quatro cilindros em linha.

• Sistema elétrico 4WD: incorpora motores independentes acima de 20 kW em ambos os lados das rodas traseiras, uma caixa de sete marchas e duas embreagens, um motor elétrico de alta eficiência e um motor de combustão de mais de 30 kW.

• Trens de força compactos e de alta eficiência para veículos elétricos: graças a um motor coaxial, uma caixa de baixo atrito e um servo elétrico para os freios, este sistema consegue ficar dentro do padrão americano de consumo de 29 kWh por 100 milhas (18 kWh/100 km) e autonomia de 210 km (ciclo JC08). Com uma fonte americana de 240 V, uma carga completa é feita em menos de três horas (do momento do aviso de carga baixa até carga completa). Três modos de utilização: Sport, Normal, Econ.