Cristiano Lopes, piloto satélite Honda da categoria MX3 na Superliga Brasil de Motocross

Treinos dão o tom da disputa em Paulínia

 

Cristiano Lopes, piloto satélite Honda da categoria MX3 na Superliga Brasil de Motocross

Cristiano Lopes, piloto satélite Honda da categoria MX3 na Superliga Brasil de Motocross

PAULÍNIA (SP) – As disputas dos treinos classificatórios deste sábado (30) da segunda etapa da Superliga Brasil de Motocross, que está sendo realizado em Paulínia, interior de São Paulo, deram o tom de como serão as corridas deste domingo (1) para os pilotos da Equipe Honda. Na pista, com 1.800 metros de extensão e construída no Parque Brasil 500, os satélites Honda Hector Assunção e Thiago Formehl lideraram, respectivamente na MX2 e Júnior, os treinos que definiram a ordem de largada.

Na MX Pró teve disputa do início ao fim e a liderança do treino substituída a todo instante. Roberto Castro (Dunas Team), com a segunda colocação, foi o melhor Honda na pista. Jorge Balbi terminou em primeiro. O piloto oficial da Equipe Honda Mobil, Leandro Silva, ficou em terceiro, seguido do companheiro de time João Paulino “Marronzinho” e Eduardo Lima. “A pista é bem diferente e mais técnica da que corremos na etapa de abertura. O classificatório foi bastante puxado e desgastante, porém o mais importante era garantir lugar entre os cinco primeiros para sair em uma boa posição na largada”, comenta Leandro.

Na MX2, o satélite Honda Hector Assunção (Itamaracá Fox) fez o melhor tempo na última volta, com 2:00.902. “Abri uma volta muito boa, sem retardatários pela frente, o que deu para diminuir o tempo”, explica o piloto que andou no mesmo segundo do primeiro colocado da MX Pró. Jean Ramos ficou em segundo, seguido de Adam Chatfield (IMS Honda) e Rafael Faria (Dunas Team). “Andei praticamente na frente o treino todo. Não deu para segurar a melhor volta, mas já percebi que uma boa largada e preparo físico serão fundamentais para um bom resultado na prova deste domingo”, diz Jean.

Entre os participantes da Júnior, mais uma vez o destaque foi Thiago Formehl (IMS Honda). Depois de vencer a primeira etapa, em Poços de Caldas (MG), o representante matogrossense fez o melhor tempo da categoria no treino livre e no classificatório, este último com 2:14.301. “A pista está bastante esburacada, o que deixou o treino um pouco travado. Coloquei um pouco mais de velocidade nas curvas, que treinei intensamente nas últimas semanas. Acredito que isso me ajudou com o resultado”, conta Formehl.

Domingo – 01/05/2011
Warm-up
MX2 – 8h
MX Pró – 8h20
Júnior – 8h40

Provas
MX2 – 1ª bateria – 9h
MX Pró – 1ª bateria – 10h
Júnior – 10h50
MX2 – 2ª bateria – 12h10
MX Pró 2ª bateria – 12h50