Teste de Sepang termina com Stoner no topo

Teste de Sepang termina com Stoner no topo

Teste de Sepang termina com Stoner no topo

O primeiro teste de MotoGP de 2009 terminou neste sábado com Casey Stoner, da Ducati Marlboro, a garantir a primeira posição da tabela de tempos em Sepang.

Casey Stoner, da Ducati Marlboro, estabeleceu o ritmo no terceiro e último dia de testes na Malásia neste sábado, registando um tempo de 2m01,043s na última das 38 voltas que efectuou ao circuito de Sepang, o que lhe permitiu terminar o teste na frente das tabelas de tempos.

Ainda a queixar-se de dores no pulso que lhe afectou a segunda metade da época de 2008 – o australiano está ainda a recuperar da operação correctiva a que foi submetido em Novembro – Stoner manteve a carga de trabalho ao mínimo, mesmo assim foi suficientemente rápido para terminar o dia no topo com uma margem de 0,094s sobre o rival Valentino Rossi.

A estrela da Fiat Yamaha Rossi e o compatriota Loris Capirossi, da Rizla Suzuki, voltaram ambos a estar com muito bom ritmo depois de também terem terminado nos três primeiros na quinta e sexta-feira. Capirossi ficou a 0,219s do antigo companheiro de equipa Stoner, dando continuidade a encorajador ritmo aos comandos da muito melhorada GSV-R de 2009.

Também em momento de forma ao longo do três dias de testes em Sepang, Colin Edwards, da Tech3 Yamaha, foi o mais lesto com a máquina satélite, garantindo o quarto registo com a nova Yamaha M1 que estreou na quinta-feira. Enquanto isso, o melhor esforço de Toni Elias fez com que terminasse a apenas meio segundo da marca de Stoner e a prestação apresentada aos comandos da RC212V de fábrica da San Carlo Honda Gresini fez com que a lista dos cinco primeiros contasse com a presença de todas as marcas da categoria rainha presentes em Sepang.

Chris Vermeulen, da Suzuki, Jorge Lorenzo (Fiat Yamaha) e Andrea Dovizioso (Repsol Honda) terminaram nos oito primeiros. Dovizioso mostrou bom ritmo, mas optou por não levar a cabo a simulação de corrida uma vez que esteve a resolver problemas de afinação e conhecer melhor os seus Bridgestone, isto enquanto Lorenzo fez uma boa simulação de corrida e ultrapassou os problemas de travões que o tinham afectado nas 48 horas anteriores.

A lista dos dez primeiros ficou completa com Mika Kalio, que ultrapassou problemas de comportamento da moto e o também piloto Ducati Nicky Hayden, o único a cair no traiçoeiro asfalto da segunda curva de Sepang neste sábado, precisamente no mesmo local em que outros pilotos caíram nos dois primeiros dias de trabalho.