destaque

Teste Kawasaki Concours 14

A Kawasaki tem marcado sua presença trazendo seus modelos disponíveis no mercado mundial ao Brasil de forma intensa. Lançou lá, logo a moto aparece por aqui. No topo da sua gama de motocicletas está a Concourse 14, uma super-touring já muito conhecida e com grande tradição nos mercados do exterior.

Concourse 14 Tradição com modernidade

Concourse 14 Tradição com modernidade

As Concours estão no mercado mundial desde 1986, inicialmente com motor de um litro, levando a sigla GTR1000, ou ZG1000 conforme o país. Em setembro de 2007 foi lançada a Kawasaki 1400 GTR, também conhecida como Concours 14 ou ZG1400 em outros mercados. O modelo que está disponível no Brasil foi desenvolvido em 2010, quando recebeu o controle de tração KTRC, e o K-ACT ABS, um sistema anti-bloqueio que combina os freios dianteiros e traseiros na proporção ideal, independentemente de qual deles seja acionado pelo piloto, tudo eletronicamente.

Painel completo mostra funções múltiplas, mudando as funções em botão no punho esquerdo

Painel completo mostra funções múltiplas, mudando as funções em botão no punho esquerdo

Entre outras melhorias, a ventilação do radiador foi direcionada para longe das pernas do condutor, atendendo a pedidos.

Na linha das Touring no Brasil essa é mais uma opção, mas com suas particularidades. Tem uma pegada até que bem esportiva, mas com motor muito dócil, muito torque e potência bastante linear. Pode-se andar em marcha relativamente alta e em baixa velocidade que as acelerações são firmes e lineares.

O parabrisa é regulável eletronicamente

O parabrisa é regulável eletronicamente

Andando nela sente-se o peso de uma touring, com algumas soluções mais tradicionais, como a posição para o garupa, sem encosto (o top case é opcional), mas com sensível melhora na distribuição de massas e ainda bastante confortável. Para o piloto também a posição é bastante natural, mas a moto é um pouco alta, mesmo com 815mm de altura no banco. Sua largura adiciona em conforto ao trafegar, mas dificulta nas paradas em terreno pouco nivelado. Pilotos mais baixos sentem um pouco.

A Concours veio atualizada com ótimas soluções em termos de tecnologia. Para começar, o sistema KIPASS tem um sensor que colocado no bolso do proprietário, torna a moto disponível só a ele. A chave (à distância ela fica bloqueada) permanece na moto mas só atua com a presença do condutor. Para viagens longas em tempo ruim, o sistema de aquecimento das manoplas tem várias graduações para ajustar à situação de temperatura ambiente.

Comando de válvulas variavel, bom para altas e baixas rotações

Comando de válvulas variavel, bom para altas e baixas rotações

O motor tem cabeçote VVT, ou seja os tempos de abertura das válvulas são variáveis. Tem também na injeção um mapa especial para maior economia, (Eco) que aumenta em até 25% a economia de combustível. O motor conta com o sistema normal, no próprio virabrequim para cancelar as vibrações primárias (verticais), mas dois eixos de balançeiros deixam as vibrações secundárias (longitudinais) a um mínimo, quase imperceptível. Há também um sistema – Ram Air Induction – que aumenta a pressão da admissão a medida que a velocidade da moto aumenta. Quase um turbo natural.

A suspensão traseira Tetra Lever, tem um sistema de braços que formam um paralelograma. Isso faz com que o arco que a roda traseira percorre no seu curso seja bem maior do que o próprio braço da balança, o que diminui o efeito da mudança da distância entre eixos durante o curso da suspensão. Andando nela se percebe como a traseira mantém a atitude da moto em terrenos irregulares, aumentando a confiança do piloto.

motor da ZX-14 ganha mais torque e facilidade de conduzir nessa moto

motor da ZX-14 ganha mais torque e facilidade de conduzir nessa moto

O sistema Kawasaki K-ACT ABS está na segunda geração, é combinado eletronicamente e atua em duas fases. Na primeira deixa por conta do piloto alguns segundos de frenagem, sem atuar para maior esportividade. Depois, se o balanceamento da frenagem estiver insatisfatório, excessiva traseira por exemplo, o sistema assume alterando o balanceamento dos freios para uma atuação mais segura. Assim, não tira a esportividade da pilotagem e mantém a segurança no caso de uma imperícia.
Para um uso mais relaxado e com maior carga, a segunda opção do K-ACT ABS atua com mais intensidade, priorizando a segurança e deixando a tocada mais tranquila. Há ainda um modo de emergência para o caso de baixa tensão da bateria e o sistema administra suas funções de modo econômico, avisando o motociclista.

O controle de tração KTRC reduz a potência aplicada na roda traseira quando percebe alguma derrapagem, para que a roda readquira tração. Ele atua de três formas; pela restrição do fluxo de ar ao motor, pela alteração no tempo de ignição e diminuindo a injeção de combustível. Tudo isso sem adicionar dispositivo algum no sistema, pois está integrado na ECU e interligado aos sensores do próprio ABS.

O display multi-funções inclui termômetro da temperatura do ar, indicador do modo de atuação do  K-ACT ABS indicador “Eco”, e as funções do painel que podem ser alteradas sem tirar a mão do punho. Há um botão que alterna entre mostrar o consumo médio de combustível, consumo instantâneo, autonomia, pressão dos pneus, voltagem da bateria e temperatura externa.

Vendas deste sub-segmento: BMW surpreende

Vendas deste sub-segmento: BMW surpreende

Este segmento pode ser dividido entre as super-touring e as touring mesmo. Este seleto grupo tem motos que trazem o maior nível possível de tecnologia e sofisticação voltada ao conforto de quem gosta de viajar de moto. A Kawasaki Concours é uma autêntica super-touring, completa com o que melhor existe em termos de eletrônica embarcada. Ao preço próximo de 75 mil reais se torna uma opção muito interessante para quem vai para a estrada.

Geometria aplicada na Concourse 14 privilegia o conforto sem abrir mão do controle

Geometria aplicada na Concourse 14 privilegia o conforto sem abrir mão do controle

Obs.: Para facilitar a discussão sobre esse assunto, criamos um tópico no fórum para os motonliners. Clique aqui para acessar o tópico.