Foto: Ilk Araújo / A organização espera muitos pilotos para as provas

Tocantins prepara festa para receber a 3ª etapa do Brasileiro de Velocross

Foto: Ilk Araújo / A organização espera muitos pilotos para as provas

Foto: Ilk Araújo / A organização espera muitos pilotos para as provas

A cidade de Palmas, no Tocantins, recebe nos dias 12 e 13 de junho os melhores pilotos do país para a disputa da 3ª etapa do Campeonato Brasileiro e 2ª etapa do Tocantinense de Velocross. Anfitriã de uma prova de Campeonato Brasileiro pela primeira vez em sua história, a FMT (Federação de Motociclismo do Estado de Tocantins) quer preparar uma grande festa para entrar com o pé direito no calendário nacional.

Maurício Limeira, presidente da FMT, sabe que a tarefa não é fácil, mas garante que a cidade já está pronta para receber os pilotos e também para realizar uma grande festa. Além da 3ª etapa do Brasileiro de Velocross, o kartódromo Rubens Barrichello, onde vai ser disputada a competição, também receberá no mesmo fim de semana a 1ª Feira Motociclística Norte-Brasil, com a presença de concessionárias, revendas e lojas de moto-peças.

“Este vai ser o primeiro evento de Campeonato Brasileiro no Tocantins, e viemos nos preparando muito bem para ele. A prova vai acontecer dentro do kartódromo, com grande estrutura de box para as equipes, e vamos agregar ainda mais valor ao evento com a realização da feira. Já temos a confirmação de concessionárias Honda, Yamaha, Suzuki, Dafra, Kasinski e Traxx, além de diversas lojas”, garante Limeira.

Foto: Ilk Araújo / Lui Fietz venceu a VX2 na etapa de Maricá/RJ

Foto: Ilk Araújo / Lui Fietz venceu a VX2 na etapa de Maricá/RJ

Além do piso asfaltado, a área destinada para os boxes das equipes e pilotos é iluminada, tem banheiros fixos e área para lavagem das motocicletas. “Tocantins tem pilotos como Ariel Macari e Marieta Morais que nos representam em competições de rali pelo Brasil inteiro, só faltava recebermos uma prova do Brasileiro. Temos pilotos já confirmados da Bahia, Pará, Maranhão, Santa Catarina e Paraná”, ressaltou Limeira.

A pista terá 1.050m de comprimento, com 12m de largura no ponto mais estreito. Serão distribuídos quase R$ 8 mil de premiação, sendo R$ 1,3 mil só na categoria VX1. Além disso, os três melhores pilotos tocantinenses de cada categoria receberão R$ 150, R$ 100 e R$ 50, independentemente da posição em suas baterias.
Vice-líder da categoria VX1, e primeiro colocado na classificação da categoria VX2, o catarinense Lui André Fietz garantiu presença na etapa de Palmas e promete grande disputa com o paranaense Paulo Stedile para tentar unificar a liderança das duas principais categorias do Brasileiro de Velocross. Lui, de 19 anos, é companheiro de equipe do irmão, Luis Felipe Fietz, de 17.

“Eu e meu irmão estamos confirmados nesta etapa, assim como Jacson Keil, que também é da equipe Velofera. Vamos tentar vencer e descontar os pontos de diferença para o Paulinho (Stedile). Fiz duas provas mais “cabeças”, pois a primeira foi na chuva, que eu não sou muito bom, e a segunda foi na areia, que também não é a minha praia. Espero que em Palmas o terreno seja no barro, vermelho ou preto, que aí a gente anda bem”, declarou o piloto da cidade de São Bento do Sul/SC.

Terceiro colocado no Brasileiro do ano passado, Lui vem fazendo grande temporada em 2010, na qual lidera também o Sul-Brasileiro e o Catarinense de Velocross. “Não consegui disputar todas as etapas em 2009 devido a uma contusão. Este ano estou mais preparado, evitando quedas bobas e fazendo provas com mais cabeça. Venho tendo uma maratona de provas e isso está me deixando bem fisicamente”, ressaltou Fiezt.

A 2ª etapa do Tocantinense e 3ª etapa do Brasileiro de Velocross é uma realização da FMT (Federação de Motociclismo do Estado de Tocantins), com patrocínio da Secretaria Estadual do Esporte, Secretaria de Estado da Indústria e Comércio, Deputado Estadual Iderval Silva, CicloPalmas (Pro Tork e Rinaldi), Serra Verde Honda, e apoio Motonofre Yamaha e Prefeitura de Palmas. A supervisão é da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo).