Tombo e gripe tiram Jean Azevedo dos dez primeiros lugares

O piloto brasileiro Jean Azevedo cruzou a linha de chegada da 3¦ etapa do Dakar na 21¦ posi‡Æo, com o tempo de 3h32m57s.
O vencedor da etapa foi o australiano Andy Caldecott com 3h21m11s. Na classifica‡Æo geral, Jean subiu quatro posi‡äes em rela‡Æo … tabela de ontem.  agora o 22§ colocado, a 16m14s do l¡der, o francˆs Cyril Despres, vencedor do Dakar 2005, que hoje terminou na 3¦ coloca‡Æo. Na frente de Jean est  o norueguˆs Pal Anders Ullevalseter, que na contagem geral aparece 56 segundos mais r pido que o brasileiro.

Apesar de ter largado na 26¦ posi‡Æo, Jean Azevedo imp“s um ritmo forte em cima de sua KTM e passou pelo primeiro Posto de Controle (PC) na nona posi‡Æo – a apenas 2m35s do primeiro colocado, o australiano Andy Caldecot. Um tombo durante uma curva, no entanto, adiou as pretensäes do piloto de voltar a andar entre os dez primeiros colocados no Dakar. Uma das infinitas e famosas pedras dos trechos marroquinos do Dakar apareceu no caminho do piloto. “Foi um tombo sem conseqˆncia para mim ou para a moto, mas perdi muito tempo”, contou o brasileiro enquanto almo‡ava no acampamento montado no aeroporto de Er-Rachidia, no Marrocos. Al‚m do tempo perdido com o tombo, que o derrubou para a 14¦ posi‡Æo no PC 2, Jean ainda precisou enfrentar a poeira de cinco pilotos que o ultrapassaram enquanto estava ca¡do. “Era um trecho seco, que levantava muita poeira”, contou.

Cair ‚ fato raro para Jean. No Dakar 2005, quando foi o 7§ colocado, o piloto completou os 9 mil quil“metros entre Barcelona e Dakar sem sequer um tombo. O feito lhe rendeu elogios dos pilotos de ponta e dos organizadores do rali, j  que quedas no Dakar sÆo comuns. “O importante ‚ que estou pegando o ritmo e me adaptando rapidamente … moto”, disse Jean, que apesar da 21§ coloca‡Æo subiu quatro posi‡äes na tabela geral e ‚ agora o 22§.

O brasileiro ainda sofre com uma forte gripe desde que saiu do Brasil. “Estou melhorando, mas ainda fico incomodado”, comentou.

Klever Kolberg sobe quatro posi‡äes entre os carros
O piloto Klever Kolber e seu navegador Eduardo Bampi subiram quatro posi‡äes na classifica‡Æo geral do Dakar. Com a 28¦ posi‡Æo na terceira etapa da prova, entre Nador e Er-Rachidia, no Marrocos, a dupla ocupa agora o 25§ lugar entre os mais de 200 carros que ainda permanecem na prova. Na categoria T1, na qual competem apenas carros superpreparados e movidos a gasolina, Kolberg e Bampi ocupam a 9¦ posi‡Æo.

A dupla foi a 46¦ a largar na etapa desta segunda-feira e enfrentou muita poeira para conseguir ultrapassar os concorrentes. “Foram 300 quil“metros sem enxergar quase nada adiante. Mesmo assim superamos pelo menos 10 carros e conseguimos subir na classifica‡Æo”, disse Kolberg. Para fazer as ultrapassagens era preciso esperar um vento que levava a poeira ou sair do tra‡ado e se arriscar pelas perigosas pedras marroquinas. “Os pneus Pirelli foram fundamentais. Apesar do terreno complicado, nÆo tivemos nenhum pneu furado”. Os brasileiros percorreram os 314 km da especial (cronometrada) em 3h20m49s. Somados os outros resultados obtidos pelo Mitsubishi Pajero da dupla nas etapas anteriores, eles pularam do 29§ para o 25§ lugar na classifica‡Æo geral.

A primeira posi‡Æo entre os carros ficou com Jean-Louis Schlesser, pilotando um buggy com mecƒnica Ford projetado por sua pr¢pria equipe. O francˆs precisou de apenas 2h50m58s para vencer a especial. Logo atr s, chegaram dois Mitsubishi: o japonˆs Hiroshi Masuoka (a 19s) e o atual bicampeÆo Stephane Peterhansel (a 37s). A marca japonesa tamb‚m assumiu a lideran‡a na classifica‡Æo geral. O Mitsubishi pilotado pelo espanhol Nani Roma, vencedor do Dakar 2004 entre as motos, chegou em 6§ lugar na etapa de hoje e acumula 5h27m34s de prova. Em segundo lugar aparece Hiroshi Masuoka, e em terceiro o francˆs Bruno Saby (VW). O espanhol Carlos Sainz, vencedor das duas primeiras etapas do Dakar 2006, confirmou as expectativas dos mais c‚ticos e teve problemas de navega‡Æo em sua estr‚ia no deserto, terminando a etapa em 12§ lugar. Na classifica‡Æo geral, ele aparece na quarta coloca‡Æo. Com a vit¢ria de hoje, Schlesse passa para a 10¦ posi‡Æo na tabela geral.

Ap¢s a terceira etapa, Andr‚ mant‚m o 3§ lugar entre os caminhäes
O caminhÆo do trio formado pelos brasileiros Andr‚ Azevedo e Maykel Justo e pelo tcheco Mira Martinec voltou a andar forte na terceira etapa do Dakar 2006, mas nÆo conseguiu repetir o 2§ lugar conseguido ontem. Com Andr‚ no comando do Tatra, a equipe alcan‡ou a sexta coloca‡Æo na etapa entre Nador e Er-Rachidia, no Marrocos, percorrendo os 314 quil“metros da especial em 3h51m09s, vinte e cinco minutos atr s do vencedor da etapa, o caminhÆo pilotado pelo russo Vladimir Chagin.

Na tabela geral, o resultado coloca o time na 3¦ posi‡Æo, atr s de Chagin (em 1§, com trˆs vit¢rias e 100% de aproveitamento at‚ agora) e do trio italiano liderado por Miki Biasion. A diferen‡a entre Andr‚ e o l¡der Chagin ‚ de 30min53s.