Três representantes do Rio Grande do Sul marcam presença no Dunas Supercross

Pilotos gaúchos disputam as categorias SX1 e SX2 neste sábado no Parque Municipal Eduardo Gomes

O Rio Grande do Sul terá três pilotos nas duas categorias do Dunas Supercross 2008, que será disputado neste sábado no Parque Municipal Eduardo Gomes, ao lado do 5º Comar, em Canoas, na Grande Porto Alegre. Além de Fabiano Nestor, que já fez duas etapas da competição válida pelo campeonato brasileiro da modalidade e ocupa a 13ª colocação na SX2, Leonardo Sebben, de 23 anos, estréia na categoria. Jethro Feula, de 20 anos, vai correr pela primeira vez na temporada na SX1, que tem motos mais potentes.

“Em todas as etapas do Dunas Supercross tivemos pilotos locais e ficamos contentes
por termos mais dois também aqui no Rio Grande do Sul, um estado que tem tradição em
todos os tipos de corridas. O povo gaúcho é apaixonado por velocidade, seja na
terra ou no asfalto”, disse Anderson Ramos, diretor executivo da Dunas Race, empresa
que organiza a competição.

Os torcedores, que devem lotar os 6 mil lugares nas arquibancadas montadas especialmente para o evento, verão duas provas que prometem muita emoção. Na SX1 a disputa direta do título nesta penúltima etapa está entre Jorge Balbi e Leandro Silva. Balbi venceu as corridas de Casimiro de Abreu (RJ) e de Joinville (SC) e
Leandro ganhou em Curitiba (PR). A diferença entre eles é de apenas quatro pontos.
João Marronzinho Paulino também está na disputa, mas além de seus resultados precisa
contar que os adversários deixem de marcar pontos.

Os cinco primeiros da SX1:
1 – Jorge Balbi, 70 pontos
2 – Leandro Silva, 66
3 – João Marronzinho Paulino, 48
4 – Pipo Castro, 37
5 – Kurtt Rocha, 31

Se na SX1 a diferença entre o primeiro e o segundo colocados é de quatro pontos, na SX2 a disputa está bem mais apertada. Jean Ramos, que assumiu a liderança depois de vencer a corrida em Joinville (SC), tem somente um ponto de vantagem para Swian Zanoni, ganhador das duas primeiras provas da temporada. Rafael Zenni, que terminou em segundo lugar na terceira etapa, entrou na briga, mas também não depende somente de seus próprios resultados para se sagrar campeão.

Os cinco primeiros da SX2:
1 – Jean Ramos, 66 pontos
2 – Swian Zanoni, 65
3 – Rafael Zenni, 42
4 – Rodrigo Selhorst, 37
5 – Dudu Lima e Lucas Moraes, 29

As categorias – O Dunas Supercross 2008 é composto por duas categorias. A SX1 tem motos de 250 cilindradas e motor com dois tempos e 450cc (4 tempos). A SX2 apresenta motos de 125cc (2 tempos) e 250cc (4 tempos). A pontuação do campeonato: 1º lugar –
25 pontos, 2º – 20, 3º – 16, 4º – 13, 5º – 11, 6º – 10, 7º – 9, 8º – 8, 9º – 7, 10º
– 6, 11º – 5, 12º – 4, 13º – 3, 14º – 2 e 15º – 1. O piloto que marcar o melhor tempo nos treinos e aquele que fizer o hole shot (o primeiro que passar pela marca após a primeira curva) ganham um ponto de bonificação.

Premiação extra – A quarta etapa do Dunas Supercross terá premiação extra aos pilotos das categorias SX1 e SX2 que ficarem entre os cinco primeiros e àqueles que completarem na frente a primeira curva da volta de abertura (hole shot). A Dunas Race, organizadora do evento, fechou parceria com as Lojas Lebes, com a Vivo e com a
Nokia e, além da premiação em dinheiro de todas as provas, que na temporada atinge R$ 181,5 mil, em Canoas os dois vencedores receberão um notebook novo.

Do segundo ao quinto lugar os pilotos que chegarem ao pódio ganharão aparelhos celulares Nokia, mesma premiação para os dois (SX1 e SX2) que fizerem o hole shot.
Os últimos a cruzarem a linha de chegada na SX1 e na SX2 também serão premiados e
receberão um celular cada um. O público das arquibancadas não foi esquecido e participará da distribuição de 10 celulares Nokia.

Ingressos – Até esta sexta-feira, dia 21 de novembro, os ingressos para o Dunas Supercross 2008 podem ser adquiridos por R$ 10 nas lojas AM/PM dos Postos Ipiranga e
nas concessionárias Honda de Canoas e de Porto Alegre. A compra também pode ser
efetuada pela internet no site www.ingressorapido.com.br. No sábado, dia das
corridas das categorias SX1 e SX2, o preço passa a ser R$ 20 e a venda só será feita
no local do evento. Crianças até 12 anos não pagam, porém terão de retirar o ingresso na bilheteria no dia do evento. Estes ingressos são limitados.

Transmissão ao vivo pelo site oficial – A exemplo das três primeiras etapas, em Canoas o Dunas Supercross também terá a transmissão ao vivo pelo site www.dunassupercross.com.br. A WN Produções, empresa que há mais de dez anos cobre o Rally dos Sertões, terá cinco câmeras e uma equipe composta por 16 pessoas para levar todas as imagens radicais aos internautas. A transmissão será realizada a
partir das 14 horas deste sábado e se estende até o final das corridas da SX1 e da SX2 com as entrevistas exclusivas com os principais pilotos.

Programação: Sexta-feira (21)
14h às 18h – Secretaria de Prova – Inscrições: R$ 260
Sábado (22) 14h – Abertura para o público
14h30 às 17h – Treinos
17h50 às 18h30 – Classificatórias
19h – Repescagem SX2
20h30 – Abertura Oficial do Evento
20h45 – Apresentação SX2
21h – Corrida SX2
21h20 – Premiação SX2 – coletiva de imprensa
21h45 – Corrida SX1
22h – Premiação SX1 – coletiva de imprensa

O Dunas Supercross 2008 tem patrocínio da Honda e Ipiranga, apoio de Bunnet, Federação Gaúcha de Motociclismo, Associação de Motociclismo e Esportes Automotor de Canoas, Prefeitura de Canoas, Lebes, Vivo e Nokia e supervisão da CBM, e é uma realização da Dunas Race, empresa que organiza o Rally Internacional dos Sertões.