Foto: Aos 20 anos, Canard faz sua temporada de estreia na 450cc do AMA SX

Trey Canard surpreende no início do AMA SX

Foto: Aos 20 anos, Canard faz sua temporada de estreia na 450cc do AMA SX

Foto: Aos 20 anos, Canard faz sua temporada de estreia na 450cc do AMA SX

Atual terceiro colocado na Supercross Class, piloto Fly se diz impressionado com sua performance neste começo de temporada, e almeja vencer pelo menos uma etapa em 2011

O jovem Trey Canard começa 2011 surpreendendo os espectadores do AMA Supercross. Aos 20 anos e em sua primeira temporada de 450cc, o piloto patrocinado pela Fly começou com um quarto lugar em Anaheim e terceiro na etapa do fim de semana passado, em Phoenix. Deixou para trás nomes experientes como Chad Reed, Kevin Windham e Ryan Dungey, este último campeão do AMA SX em 2010, e se instalou na terceira posição do campeonato, com 38 pontos contra os 47 do líder Ryan Villopoto.

Agora o piloto da American Honda Racing Team espera manter o ritmo para crescer ainda mais na competição, e admite que até ele está impressionado com este bom começo. “Estou um pouco surpreso com minha performance neste início – não quero que isso soe negativamente. Nas últimas semanas tenho treinado muito, o que também me surpreende. Quero me manter (chegando) em quarto, em terceiro, e continuar evoluindo, crescendo. Gostaria muito de vencer uma corrida neste ano”, vislumbra. “A pressão pela vitória parte de mim mesmo. Sempre quero vencer, quero ser competitivo”, complementa.

Seu próximo compromisso é sábado, dia 22, em Los Angeles, no Dodger Stadium, pela terceira etapa da competição. Canard, em entrevista publicada no site pulpmx.com, diz que precisa melhorar suas largadas, o que considera um dos pontos negativos dos dois primeiros finais de semana. Em Phoenix, por exemplo, terminou a primeira volta em quinto, e teve que recuperar posições durante a corrida. “Minhas largadas vão melhorar, com certeza. Se eu tivesse largado com James e Ryan, teria pego algumas coisas que eles estavam fazendo que me ajudariam. Estou meio chateado porque durante a semana treinei muitas largadas, fazendo coisas diferentes. E por fim elas não aconteceram como esperado. Foi duro realizar o que havia treinado, especialmente por causa da pista muito seca neste fim de semana”, comenta.

Demonstrando humildade, o jovem de Oklahoma exaltou a disputa com pilotos consagrados, e revelou-se feliz com o primeiro pódio de 2011. “Fiquei realmente feliz com este terceiro lugar. Foi muito bom subir no pódio com aqueles caras (James Bubba Stewart e Ryan Villopoto). Mas ao mesmo tempo fiquei desapontado com minha corrida. Assim que assumi a terceira posição, fiquei andando sozinho, e nesta situação é difícil manter o ritmo forte o tempo todo. Me peguei pensando com quem estava correndo. Estava competindo com pilotos como James Stewart e Chad Reed. Eles já estavam na 250cc quando eu estava na 80cc”, lembra. “É difícil pra mim me colocar naquela posição”, finaliza.

Por que o número 41?
Você sabe por que Trey Canard usa o número 41 em sua moto? A explicação está na homenagem que prestou a seu falecido pai, Roy Canard. “41 era o número do meu pai. Significa muito pra mim. Cada vez que olho pra ele, lembro do meu pai, que faleceu em 2003. E competir é como viver um sonho dele, e meu, é claro”, disse Canard em programa especial do Monster Energy AMA Supercross.

Ficha técnica de Trey Canard
Data de nascimento: 17/setembro/1990
Cidade natal: Elk City/Oklahoma-EUA
Cidade atual: Shawnee/Oklahoma-EUA
Moto: Honda CRF450R
Mecânico: Brent Presnell
Apelido: Turbo Trey