Triumph Daytona 675 R

Triumph apresenta dois novos modelos

Dois novos modelos, um deles já fez muitos fãs pelo Brasil, estão em processo de homologação pela fábrica da Triumph em Manaus (AM). A Triumph Daytona 675 e a Triumph Speed Triple já estão próximos para chegarem ao mercado brasileiro. Os dois modelos serão exatamente os mesmos que hoje são produzidos na terra da rainha, naturalmente adaptados às condições brasileiras. Por isso, no momento, estão em fase de homologação pelos órgãos ambientais do Brasil.

Triumph-Daytona-675: novo motor, nova geometria, nova distribuição de peso; promete mais

Triumph-Daytona-675: novo motor, nova geometria, nova distribuição de peso; promete mais

quick-shifter é item de série na Daytona 675

quick-shifter é item de série na Daytona 675

A Daytona 675 R é o modelo mais sofisticado que já vem com ABS comutável e freios Brembo Monobloc. Detalhes como o quick shifter de série para rápida troca de marchas em total aceleração, sem uso da embreagem, demonstra que é uma autêntica “racer”.

O sub chassi traseiro é em alumínio fundido a alta pressão e tem a cor vermelha. O chassi principal é totalmente novo e tem o rake diminuído para uma dirigibilidade mais rápida e sensível. O garfo é KYB invertido de 41mm e a distribuição de peso foi longe na esportividade: dos 184 kg de peso, 52% estão na roda dianteira e 48% na traseira .

Atenção aos detalhes nas peças leves, feitas em alumínio: tacômetro analógico de fácil leitura

Atenção aos detalhes nas peças leves, feitas em alumínio: tacômetro analógico de fácil leitura

A outra moto tem a mesma cilindrada e concepção de motor. Trata-se da Street Triple, com 675cc, três cilindros, 12 válvulas e tem sido o carro chefe da companhia na Europa. Deve se dar bem também no Brasil.

A Triumph Street Triple é o maior sucesso de vendas da marca na Europa e deve repetir o sucesso no mercado brasileiro

A Triumph Street Triple é o maior sucesso de vendas da marca na Europa e deve repetir o sucesso no mercado brasileiro

Marcelo-Silva-Gerente-geral-da-Triumph do Brasil comemora a superação das metas iniciais

Marcelo-Silva-Gerente-geral-da-Triumph Motorcycles Brasil comemora a superação das metas iniciais

Lançada oficialmente no mercado brasileiro em novembro do ano passado, a Triumph vem se surpreendendo com os resultados obtidos pela marca até o momento e está revendo para cima seus planos no País. Diante da grande demanda dos consumidores pelas suas motocicletas, a empresa decidiu acelerar seu plano de expansão da rede de concessionárias, ampliar sua produção em Manaus (AM) e já projeta atingir vendas totais no ano em torno de 2.500 unidades – um volume 25% superior à previsão inicial de 2.000 motocicletas.

Entre novembro e dezembro de 2012, a Triumph comercializou no País 200 unidades dos seus seis modelos – Bonneville T100, Speed Triple e Tiger 800XC (todas montadas em Manaus) e Thunderbird Storm, Tiger Explorer e Rocket III Roadster (importadas). Neste ano, entre janeiro a março, as vendas já atingiram cerca de 360 motocicletas. “Foi uma resposta muito rápida e positiva do mercado, acima do que esperávamos. Diante disso, resolvemos acelerar nossos planos no Brasil”, afirma Marcelo Silva, gerente Geral da Triumph Motorcycles Brazil.

A fábrica de Manaus, por exemplo, vem ampliando continuamente seu ritmo de trabalho desde o início da suas operações, em outubro do ano passado. Atualmente, a unidade conta com cerca de 40 profissionais e deverá chegar a 90 trabalhadores até janeiro de 2014. Este aumento no quadro de funcionários também está relacionado à produção de novos modelos na planta. Em junho, a marca lançará no mercado brasileiro a superesportiva Daytona 675 e a Street Triple. Ambas foram remodeladas recentemente e serão montadas em Manaus.
“Começamos a operar no final do ano passado com seis modelos, mas até 2014 a linha Triumph no Brasil será composta por 15 modelos de motocicletas, ampliando ainda mais as opções para o nosso público”, revela o gerente Geral da Triumph Motorcycles Brazil.

Outras novidades da marca são as aberturas de novas concessionárias. Serão 11 até o fim desse ano.  Ainda nessa semana abrirá uma loja em Ribeirão Preto e outra em Porto Alegre. Em maio serão em Brasília e Belo Horizonte, Rio de Janeiro (junho), Curitiba e Campinas (julho), Florianópolis (outubro), um segundo representante em São Paulo (novembro) e Salvador e Recife (dezembro). O plano inicial da empresa previa chegar a 12 concessionárias somente no final do ano que vem.
“Para 2014, com esta rede ampliada e os novos modelos de motocicletas que serão lançados ao longo deste ano e apresentados no próximo Salão das Duas Rodas, já projetamos vendas em torno de 3.500 unidades”, prevê o gerente Geral da subsidiária brasileira. “Até o final do próximo ano, a Triumph Motorcycles Brazil já poderá se posicionar entre os cinco principais mercados para a marca no mundo, atrás apenas de Estados Unidos, Inglaterra, França e Alemanha”, acrescenta o executivo.