Troca de retentor da bengala

A manuten‡Æo peri¢dica da suspensÆo dianteira (bengalas) da motocicleta ‚ muito importante para manter a boa dirigibilidade, a seguran‡a e n¡vel de conforto oferecido pelo ve¡culo. Infelizmente, a maioria dos propriet rios nÆo se preocupa com isso e, pior, muitos reparadores nÆo avaliam adequadamente itens fundamentais como os retentores, cuja fun‡Æo ‚ evitar vazamento de ¢leo e entrada de sujeira no sistema. O resultado todo mundo conhece e se traduz em aumento de gastos para o propriet rio.

Com a finalidade de auxiliar os mecƒnicos na avalia‡Æo e troca dos retentores, a Corteco estar , em breve, ministrando palestras sobre como verificar e efetuar adequadamente a troca de retentores. Para tanto, a empresa contou com o apoio da oficina da Moto Matsuo, concession ria Honda, na identifica‡Æo de todas as etapas que compäem a troca de retentores das bengalas.

Uma boa maneira de se evitar maiores problemas ‚ fazendo uma checagem peri¢dica, a cada 12 mil km, quando deve-se trocar o ¢leo ATF da suspensÆo. “ o momento indicado para se verificar outras partes da bengala e substituir o retentor caso ele nÆo esteja cumprindo sua fun‡Æo de vedar. Vale lembrar que o sistema nÆo pode apresentar folga entre suas pe‡as, pois isso diminui a vida £til do retentor”, explica o gerente de oficina da Moto Matsuo, Paulo Nobuhiko.

A suspensÆo ‚ formada por duas bengalas, que ligam a roda dianteira ao guidÆo. Cada bengala ‚ composta por dois cilindros (interno e externo) e acumulam a fun‡Æo de amortecedores. Internamente h  um sistema formado por molas e pistÆo, que devem trabalhar em conjunto. O ¢leo ATF ‚ adicionado para lubrificar e evitar o desgaste prematuro dessas pe‡as e tamb‚m das paredes internas dos cilindros.

 a¡ que entra o retentor. Ele evita que o ¢leo vaze, gerando atrito e maior desgaste das pe‡as. Part¡culas oriundas do ambiente externo como poeira e grÆos de areia, respons veis por danos irrepar veis nas partes met licas, tamb‚m nÆo conseguem entrar. “Se o retentor for de m  qualidade pode ressecar ou nÆo suportar a pressÆo exercida. O bom retentor s¢ ter  problemas se o ¢leo ATF nÆo for trocado no tempo ou em fun‡Æo de acidentes que amassem ou entortem os cilindros, fazendo com que a suspensÆo trabalhe fora de seu eixo central”, explica Renato Barbosa Vieira, coordenador de assistˆncia t‚cnica e qualidade da Corteco.

Agradecimento a Moto Matsuo: Paulo (Gerente da Oficina) e S‚rgio Ota (Comercial)