Tudo pronto para a largada das motos no Rally dos Sertões

Confedera‡Æo Brasileira de Motociclismo ‚ respons vel por toda a parte t‚cnica e disciplinar do evento v lido como etapa do Brasileiro e do Mundial Cross Country

SÆo Paulo (SP) – A Confedera‡Æo Brasileira de Motociclismo (CBM) encerra nesta ter‡a-feira as vistorias nas motos do Rally Internacional dos Sertäes, v lido como etapa do Campeonato Brasileiro e do Mundial Cross Country. Com uma equipe de profissionais que ir  acompanhar a disputa at‚ o local da chegada, em Porto Seguro (BA), a entidade ‚ respons vel por toda a parte t‚cnica e disciplinar do maior rali da Am‚rica Latina. Nesta quarta-feira serÆo realizados o pr¢logo e a largada promocional em Goiƒnia (GO), de onde os competidores saem na quinta-feira para cumprir a primeira etapa cronometrada.

O caminho ‚ longo at‚ a Bahia, j  que os ve¡culos enfrentarÆo quase 3.800 quil“metros de desafios pelo interior do pa¡s. Por isso, as vistorias sÆo fundamentais para a seguran‡a dos pilotos! . “Primeiro, checamos se os competidores estÆo com a documenta‡Æo em dia. Em seguida, partimos para as vistorias t‚cnicas, cujo objetivo ‚ verificar se os equipamentos estÆo dentro do prazo de validade e se obedecem as especifica‡äes do regulamento da Federa‡Æo Internacional de Motociclismo (FIM)”, explicou Adilson Kilca, diretor de rali da CBM. A entidade possui ainda representantes no j£ri da prova: Philippe Thiriet e Donato Khouri, diretor-geral e gerente de produ‡Æo da CBM, respectivamente.

O Sertäes ser  a primeira etapa do Campeonato Brasileiro e, por envolver nove dias de disputas, ter  peso dois na competi‡Æo nacional. “As expectativas sÆo as melhores poss¡veis, pois o evento vale ainda como etapa do Mundial e re£ne pilotos de excelente n¡vel internacional. A edi‡Æo deste ano tem tudo para ser uma das melhores”, apostou Kilca.

Ao lado dos principais pilotos brasileiros – c! omo Jean Azevedo, Tiago Fantozzi, Jos‚ H‚lio, Juca Bala e Dimas Mattos -, estarÆo nomes como o do chileno Carlo de Gavardo, atual campeÆo mundial da categoria para motos de at‚ 450cc, e o do francˆs Cyril Despres, campeÆo mundial e do Rally Dakar.

Al‚m do Sertäes, haver  outras trˆs etapas do Brasileiro, v lidas pelos seguintes torneios: Rally RN 1500, dias 8, 9 e 10 de setembro no Rio Grande do Norte; Rally Bolpebra, de 24 a 28 de outubro no Acre; e Rally dos Amigos, dias 2 e 3 de dezembro em SÆo Paulo.

Mudan‡as – Com rela‡Æo ao ano passado, houve algumas adapta‡äes no regulamento do Brasileiro, que segue os padräes do Campeonato Mundial da modalidade. “A principal delas foi a inclusÆo de motocicletas trail produzidas no Brasil com at‚ 700 cilindradas na Marathon”, comentou Kilca, lembrando que esta categoria i! nclui ainda as motos trail importadas de at‚ 450cc 2T e 4T.

As outras classes sÆo: Production (motos de enduro e rali 2T at‚ 380cc ou 4T at‚ 700cc); Super Production (motos de enduro, cross, rali e prot¢tipos a partir de 125cc com prepara‡Æo livre, desde que possuam sistema de ilumina‡Æo com gera‡Æo pr¢pria de luz); Brasil (motos nacionais de trail e enduro at‚ 450cc 2T e 4T); e Quadriciclos (quadriciclos a partir de 125cc com prepara‡Æo livre, desde que possuam sistema de ilumina‡Æo com gera‡Æo pr¢pria de luz).