Foto: Divulgação CBM

Tudo pronto para o início do Brasileiro de Motovelocidade 2010

Foto: Divulgação CBM

Foto: Divulgação CBM

Regulamento definido, inscrições abertas e pilotos ansiosos para começarem a acelerar. O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade deste ano promete fortes emoções. A primeira etapa, válida também como 3ª etapa do Campeonato Paulista de Motovelocidade, começa nos dias 17 e 18 de abril, em Interlagos/SP, e as inscrições já estão abertas através do sistema da CBM (http://www.cbm.esp.br/sistema/pilotos.php). O campeonato, que chega com muitas novidades, terá cinco categorias: 125cc, 250cc, 600cc, Superbike Light e Superbike.

“Este ano demos uma boa atenção à categoria 125cc, base da motovelocidade, pois de lá podem sair grandes campeões no futuro. Enquanto as demais categorias terão seis datas, a 125cc terá apenas três, com duas baterias por fim de semana, valendo por uma etapa cada uma dessas baterias. Com apenas uma inscrição o piloto vai disputar dois troféus. Com isso, estamos barateando bastante o custo para quem está começando no esporte”, diz Carlos Senise, diretor nacional para Motovelocidade e Supermoto da Confederação Brasileira de Motociclismo.

Outra novidade para o campeonato de 2010 será a inclusão de mais uma bateria na categoria Superbike, considerada a Fórmula-1 da motovelocidade brasileira. Com as seis datas mantidas no calendário e tendo duas provas por fim de semana, os pilotos da Superbike irão disputar 12 etapas, o que traz mais charme e competitividade ao campeonato.

Com a entrada de novos patrocinadores também foi possível reduzir o valor das inscrições: 125cc a R$ 130,00; 250cc a R$ 250,00; 600cc a R$ 500,00; Superbike e Superbike Light a R$ 800,00. As inscrições antecipadas para a primeira etapa estão abertas até o dia 14 de abril. Após esta data somente na secretaria de prova, sexta-feira, em Interlagos. “Houve a possibilidade de baixarmos o valor das inscrições em função da entrada de novos patrocinadores. Também diminuímos o percentual de acréscimo para inscrições feitas na hora para 50% em vez dos 100% do ano passado”, lembrou Senise.

A 1ª etapa do Campeonato Brasileiro e a 3ª etapa do Campeonato Paulista de Motovelocidade são uma realização da Federação Paulista de Motociclismo (FPM), com supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM).