Uma Intruder diferente

Uma Intruder diferente

A produtora de elenco Luciana Prado, 36 anos, paulista, vive em Florianópolis há 7 anos. Em 2003 comprou uma intruder 250/98 com a única intenção de transformá-la.

Fotos: Silvano Bellini!

Farol

Painel

Luciana sempre foi aficionada por motos customizadas e, por intermédio do e-marido Silvano Bellini, conheceu o Ronaldo Batista, dos Mutantes, e a sua Oficina Criart de Customização. Foi o que faltava para a Lu reunir a vontade de ter uma moto exclusiva com a necessidade quase vital de ser diferente.

Por uma desses caprichos do destino, o autor da transformação passou por um período conturbado de sua vida e demorou 8 meses para deixar a moto do jeito que ela queria: o cáster foi aberto e o quadro foi modificado para encaixar as pedaleiras, rebaixando o assento e aumentando a balança. O tanque foi modificado a partir do original, o velocímetro foi montado dentro de um farol de bicicleta e o farol é de um carro Citroën 1954. Todas as outras peças de metal (escape, guidão, pára-lamas, etc) foram confeccionadas sob medida. A pintura foi realizada pelo design Dedé, também de Florianópolis. A idéias das faixas foi inspirada nos carros de corrida dos anos 60.

Luciana explicou ainda que o custo total da transformação foi quase o mesmo do valor da moto usada. “Mas eu vendi as peças originais e consegui recuperar parte do dinheiro”. Se ficou caro ou não, isso pouco importa, simplesmente porque não existe outra moto igual a essa. Muitas peças foram feitas artesanalmente de lata, nada de fibra de vidro ou plástico.

Segundo Luciana: “O Silvano e o Ronaldo me deram várias sugestões, como o pára-lama traseiro de saia longa e o formato do tanque em V. A moto ficou na medida e tem uma ótima estabilidade, além de um escape bem barulhento, que eu adoro! Ando com ela todos os dias. Florianópolis é uma cidade incrível para se andar de moto. Curiosos tentam adivinhar que moto é essa e eu respondo que é a MINHA MOTO!”.

publicada em 10 de junho de 2006