8734944_zOwtb

“Veículos abandonados” sobe da 10ª para a 4ª posição de temas mais denunciados na capital paulista

 Cerca de 3 mil registros do Disque Denúncia em 2011 se referem a automóveis deixados em vias públicas, 800 denúncias a mais que o ano passado. Na capital, este é o 4º tema mais denunciado pelo 181

O serviço Disque Denúncia 181 registrou 152.818 denúncias anônimas feitas no Estado de SP em 2011. São 1.019 registros a mais que o ano passado. As cinco denúncias mais comuns continuam sendo de tráfico de entorpecentes (71.372), jogos de azar (14.347), maus tratos contra crianças (7.564), procurados (3.576) e maus tratos contra idosos (3.113).

A novidade fica por conta dos registros anônimos de veículos abandonados, que passou do 10º para o 4º lugar na capital. Em todo o estado, o tema fica em 6º lugar, com 2.961 denúncias.

“A denúncia sobre automóveis abandonados é uma das que mais favorece as investigações policiais. Mesmo não se tratando de um crime diretamente, um automóvel largado na via pública pode ser indício de assalto, sequestro relâmpago, ou estar ligado a outro delito”, afirma Mário Vendrell Royo, gerente do Instituto São Paulo Contra a Violência, entidade que mantém o Disque Denúncia 181.

Outro tema que se destacou foi o de crueldade contra animais. Foram 2.851 denúncias anônimas feitas em 2011 contra as 2.319 de 2010. O número cresceu principalmente no final do ano, após casos de violência contra animais terem aparecido com destaque nas redes sociais da internet. Em novembro, o crime passou a ocupar o 4º lugar entre os mais denunciados no estado, com 265 registros. Em dezembro, se manteve na mesma posição, com 397 denúncias anônimas.

“O Disque Denúncia 181 é uma ferramenta para que a sociedade possa contribuir com as autoridades por meio de denúncias anônimas, que garantem o sigilo e segurança do denunciante. Os números de 2011 comprovam que os cidadãos têm entendido a importância da sua participação no combate à violência e criminalidade”, conclui.

Disque Denúncia 181
Com funcionamento de 24 horas por dia, 7 dias por semana, o Disque Denúncia 181 tem capacidade de atender mais de 100 mil ligações telefônicas por mês, utilizando um software especialmente desenvolvido para o serviço. Os terminais de atendimento não possuem identificadores de chamada, o que garante o anonimato e o sigilo das denúncias.

As denuncias são registradas por uma central de atendimento e direcionadas imediatamente às autoridades competentes de acordo com o assunto: Polícia Militar, Polícia Civil, Corregedorias, Conselheiros Tutelares, entre outros, que tem o prazo de até 90 dias para dar retorno sobre as providencias tomadas. O cidadão recebe um código alfanumérico para que possa acompanhar o andamento da sua denúncia.

Além de ser uma ferramenta de apoio ao trabalho das polícias, fornecendo dados valiosos para a investigação e combate ao crime, o Disque Denúncia 181 é também um meio para que as pessoas possam exercer a sua cidadania denunciando atos criminosos que coloquem em risco a sua segurança e a de outros.

O Disque Denúncia 181 está no ar no Estado de São Paulo desde outubro de 2000, foi criado por decreto estadual e funciona desde então através de um convênio de parceria entre o Instituto São Paulo Contra a Violência e a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, sem repasse de recursos públicos, já que o seu modelo de financiamento está baseado totalmente em contribuições dos setores empresariais paulistas.

Sobre o Instituto São Paulo Contra a Violência
O Instituto São Paulo Contra a Violência é uma OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – que promove parcerias com os setores público, privado e social, para identificação e prevenção dos problemas que afetam a segurança dos cidadãos do Estado de São Paulo. Atua visando promover ações integradas em quatro áreas estratégicas: Segurança Pública, Justiça Criminal, Sistemas Correcionais (Sistema Penitenciário e Fundação Casa) e desenvolvimento das políticas sociais e urbanas de prevenção da violência e criminalidade. Seu projeto mais conhecido é o Disque Denúncia (181).