Foto: PGMFI Honda Biz - Divulgação

Veja o manual de oficina, Adaptação de disco, Injetadas não afogam, Capacetes e o Inmetro

Foto: PGMFI Honda Biz - Divulgação

Foto: PGMFI Honda Biz - Divulgação

Olá Bitenca! parece q sempre q eu tenho uma dúvida, vc acaba escrevendo do mesmo assunto! Vi a carta sobre a bateria de uma Bros 150 e queria perguntar se os valores de medição q vc citou são os mesmos pra moto Lander 250. e tbm onde eu meço aquelas resistências? é nos fios q entram ali no retificador de voltagem (aquela peça com um dissipador de calor grande)?? com a moto ligada ou desligada? obrigado! Mauricio, 27, São Paulo, SP

R: Mauricio, essas medições são diferentes para cada moto. Por característica de cada circuito elétrico a forma e valores medidos nos componentes pode variar. Por isso é necessário o manual de oficina do modelo em questão para se fazer uma manutenção correta. Nas motos injetadas a coisa complica mais ainda, pois a eletrônica digital, presente nesses modelos implica o uso de interfaces especiais com programas de computador para fazer o diagnóstico e a adequação das características de toda administração do motor. Ignição, injeção e outras características da moto podem ser controlados pela Cpu. O regulador/retificador deve ser essa peça que você se refere e ela recebe os fios de cada bobina do estator separadamente para fazer a adequação da energia a fornecer à bateria. Pode haver mais de uma saída, para ignição, ou para alimentar outros subsistemas. Tem-se que avaliar no manual de oficina de seu modelo para cumprir toda rotina de teste. Abraços.

Foto: Bitenca

Foto: Bitenca

Gostaria de saber sobre o freio a disco temos uma frota de 120 motos 125/150 colocar freio a disco na motos é descaracterização da moto,vai ser preciso mudar o documento como as das novas,Sou Técnico de Segurança de uma empresa de motos, existe lei para o freio disco quais? freio a disco feito como adpatação em motos pode ser aprrendida pela fiscalização (policia militar e rodoviária). Luiz, 27, São Paulo, SP

R: Caro Luis, como sua moto tem versão original com esse tipo de freio acho segura a troca, desde que feita com os componentes originais. Nem sempre compensam, pois o preço das peças em geral é maior do que se for feita a troca da moto toda. Pense nessa hipótese também.

Bitenca! tudo bem? bom estou com uma duvida. possuo uma Lander 2009 caso ela afogar como faço para desafogá-la? tive esse triste incidente e não sabia o q fazer. Diego, 21, Jaragua do Sul, SC.

Diego, As motos injetadas não devem afogar, a não ser que haja um defeito grave no bico injetor, travando aberto por exemplo. O sistema da injeção administra o motor como um todo e há várias causas previstas no programa para que o motor não funcione como medida de segurança. Um nível excessivamente baixo no tanque de gasolina já pode fazer com que sua moto não pegue para evitar que entre ar na bomba. Outra causa pode ser um excesso de inclinação quando um dispositivo de segurança desliga o motor, por exemplo. Verifique no manual ou na sua oficina de confiança as outras possíveis causas e fique atento. Abraços,

Bitenca, gostaria de ler sua opnião sobre estes capacetes baratos que existem no mercado, em torno de R$ 50,00. Minha dúvida é: se esses baratos são homologados pelo Inmetro da mesma forma que um capacete de 500, 1000 ou 3000 Reais, eles teoricamente deveriam oferecer a mesma proteção em caso de acidentes. E não é isso que verificamos no dia a dia. Será que existe uma norma técnica para quem é desfavorecido finaceiramente e outra para quem tem mais dinheiro? Digo isso porque hoje é muito fácil comprar uma moto de 250cc que facilmente pode manter uma velocidade de cruzeiro de 120km/h, e essa velocidade já provoca um acidente gravíssimo. Mas nem todos podem comprar um capacete de R$ 1000,00. Parabéns pelo site. Já virou rotina para mim acessá-lo. Eduardo, 28, Recife, PE

Eduardo, todos os capacetes à venda no Brasil devem ter o selo do Inmetro. Esse selo indica que o mesmo atende aos requisitos mínimos de segurança que o instituto requer. Claro que as qualidades de conforto e segurança podem superar essa especificação e normalmente é isso que ocorre nos capacetes mais caros. Temos em pauta a avaliação dos testes de capacetes dentro das várias normas utilizadas no mundo e como a nossa norma se compara às outras. Pretendemos responder a essa e outras perguntas numa matéria futura. Temos um árduo trabalho pela frente e procuramos colocar prioridades. Não está esquecido o assunto. Abraços,