Velha guerreira - a Honda Falcon 2008

Velha guerreira – a Honda Falcon 2008

Velha guerreira - a Honda Falcon 2008

A NX4 Falcon 2008 chega …s concession rias sem novidades. Lan‡ada em 1999, a moto da Honda segue sozinha em sua faixa de cilindrada

Quem pensou que veria no SalÆo Duas Rodas uma nova moto de uso misto da Honda se enganou. Lan‡ada em setembro 1999, em substitui‡Æo … NX 350 Sahara, a NX4 Falcon praticamente nÆo mudou nada ao longo de sua fabrica‡Æo (exceto os grafismos). O modelo 2008 chega … rede de concession rias com trˆs op‡äes de cores: vermelha, prata e preta. Para dar uma sobrevida a essa trail de uso urbano, a moto ganhou tampas laterais cinza e o p ra-lama fosco. Apesar dos anos e dos avan‡os tecnol¢gicos do setor de duas rodas, a Falcon segue em frente, sem concorrentes diretos. Abaixo do modelo de 397,2 cmü da Honda est  sua irmÆ mais nova, XR 250 Tornado, e tamb‚m a Yamaha XTZ 250 Lander, equipada com inje‡Æo de combust¡vel. Em um patamar acima estÆo a Yamaha XT 660R e a BMW G 650 X Challenge que, sem sombra de d£vida, sÆo infinitamente superiores ao modelo on/off-road da Honda. Apesar de defasada mecƒnica e visualmente, a Falcon tem qualidades. Seus pontos fortes sÆo: conjunto equilibrado, conforto e freios potentes.

A ergonomia, ou seja, a postura do piloto sobre a motocicleta, tamb‚m ‚ um de seus principais atrativos de venda. Em fun‡Æo do desenho do tanque e das aletas, o piloto fica bem encaixado na Falcon. O guidÆo mais alto e estreito oferece ao motociclista f cil pilotagem. Ao centro, um completo painel de instrumentos. O banco macio, largo e em dois n¡veis faz da moto de uso misto da Honda bastante confort vel, j  que piloto ‚ garupa podem rodar por muitos quil“metros.

Velha guerreira - a Honda Falcon 2008MEC¶NICA E CICLÖSTICA
A Falcon tem motor monocil¡ndrico de quatro tempos derivado da XR 400, com quatro v lvulas e comando simples no cabe‡ote (OHC). O propulsor gera 30,6 cv a 6.500 rpm de potˆncia m xima e torque m ximo de 3,51 kgf.m a 6.000 rpm. J  que o motor ‚ origin rio de um modelo “puro-sangue”, a Falcon poderia oferecer uma maior cavalaria. S¢ para comparar, sua antecessora, a Sahara desenvolvia 31,5 cv a 7.500 rpm. Esta ‚ a principal queixa: a falta de potˆncia.

Com um conjunto bastante equilibrado, a Falcon utiliza um chassi do tipo ber‡o semiduplo, que ancora suspensÆo dianteira de longo curso e da traseira Pro-Link. O sistema de freios ‚ outro destaque. Com disco em ambas as rodas, a dianteira tem c liper de duplo pistÆo e pistÆo simples na traseira. O freio na roda da frente ‚ superdimensionado para a moto.  bastante preciso – mesmo em situa‡äes extremas -, por‚m o motociclista deve ter sensibilidade para acion -los. O modelo tem rodas dianteira de 21” e traseira de 17”, cal‡adas com pneus Pirelli MT 60 de uso misto.

IMPRESSåES DE PILOTAGEM
Polivalente, a Honda Falcon pode ser utilizada no dia-a-dia e em viagens curtas no final de semana, al‚m de estar pronta para encarar trechos de deslocamento por terra ou at‚ mesmo uma trilha. Em fun‡Æo de seu porte, a moto passa por obst culos ou corredores apertados sem dificuldade, j  que a altura dos espelhos fica acima da maioria dos retrovisores dos autom¢veis (exceto sport-utilitys). Para ajudar nas manobras em vias apertadas, a Falcon tem um bom ƒngulo de ester‡amento.

Por estradas asfaltadas, a moto tem desempenho compat¡vel com sua proposta, principalmente se rodar 100/110 Km/h. O consumo m‚dio gira em torno de 20 Km/l. Em trechos de serra, com curvas fechadas, a Falcon surpreende, j  que tem um bom ƒngulo de inclina‡Æo. Para ajudar nessa missÆo, a moto conta com um bom acerto da suspensÆo e tamb‚m pela boa aderˆncia dos pneus Pirelli, de perfil alto (120/90 na traseira e 90/90, na dianteira).
Apesar de seus 151 quilos (a seco), a moto roda com desenvoltura por estradas de terra. Na trilha, o comportamento desta on/off nÆo deixa a desejar, mas nÆo ‚ seu habitat natural. Com seu esp¡rito de aventura, a Falcon encara muitas adversidades. At‚ quando nÆo se sabe. J  que o mercado brasileiro est  cada dia mais exigente e antenado nos principais avan‡os tecnol¢gicos. Uma coisa ‚ certa, em breve a trail da Honda ter  aposentadoria por tempo de servi‡o.

H  muitas especula‡äes pairando no ar – motos Honda de 300/400 cilindradas com inje‡Æo eletr“nica e sistema flex. Assim, o motociclista tem duas op‡äes: esperar os pr¢ximos lan‡amentos (modelos 2008/2009) ou rodar com a boa e velha Honda Falcon, que vendeu este ano mais de 13 mil unidades O pre‡o sugerido gira em torno de R$ 14 mil, base no Estado de SÆo Paulo. A garantia ‚ de 12 meses, sem limite de quilometragem.

FICHA TCNICA
Honda NX4 Falcon
Motor OHC, monocil¡ndrico, quatro tempos, arrefecido a ar, com c rter seco e reservat¢rio de ¢leo
Capacidade c£bica 397,2 cm3
Potˆncia m xima (declarada) 30,6 cv a 6.500 rpm
Torque m ximo (declarado) 3,51 kgf.m a 6.000 rpm
Cƒmbio Cinco velocidades
TransmissÆo final Corrente
Alimenta‡Æo Carburador
Partida El‚trica
Quadro ber‡o semiduplo
SuspensÆo dianteira Garfo telesc¢pico, com 220 mm de curso
SuspensÆo traseira Pro-Link, com 195 mm de curso
Freio dianteiro Disco simples – 256 mm de diƒmetro
Freio traseiro A disco hidr ulico – 220 mm de diƒmetro
Pneu dianteiro Pirelli MT 60 – 90/90 – 21 M/C 54S
Pneu traseiro Pirelli MT 60 – 120/90 – 17 M/C 64S
Comprimento 2.147 mm
Largura 789 mm
Altura 1.210 mm
Distƒncia entre-eixos 1.433 mm
Distƒncia do solo 245 mm
Altura do assento 850 mm
Peso seco 151 kg
Tanque de combust¡vel 15,3 litros (reserva 5,3 litros)
Cores vermelha, prata e preta
Pre‡o R$ 14.000,00