Velhice ou lucidez -parte 2, fone de ouvido, equipamentos

Velhice ou lucidez -parte 2, fone de ouvido, equipamentos

Velhice ou lucidez -parte 2, fone de ouvido, equipamentos

Não posso me furtar de APLAUDIR DE PÉ a mensagem lúcida (como já dito) do motociclista Humberto CANCELINHA.(59), São Paulo, SP. Gostaria de fazer minhas suas palavras. Foi no mínimo um alívio para mim, que também sou motociclista há mais de 25 anos, saber q não estou ficando rabugento e q existem pessoas pensando como eu penso. O estímulo à velocidade tem causado mortes desnecessárias. Devia haver por aqui uma campanha que desistimulasse este hábito, como foi feito na Austrália, onde, qto mais rápido fosse o motorista/motociclista, maior era sua necessidade de mostrar sua virilidade à ociedade, para não ser totalmente claro. Prabéns Companheiro Humberto e parabéns a todos do otonline por tê-lo publicado. Abraços, Lincoln (46), Belo Horizonte, MG
– Lincoln nós que agradecemos. A linha editorial do motonline se preocupa,verdadeiramente, não só com o motociclismo e suas incríveis máquinas, mas com o motociclista. Todavia, o motociclismo não existe sem o motociclista. É primordial discutirmos e refletirmos diariamente como melhorar a segurança na pilotagem nos seus diversos ângulos. Quem tem idade de veterano no motociclismo é um vitorioso, diante do que vemos diariamente, por isso deve contribuir na conscientização dos pilotos incrédulos com equipamento de segurança e conduta de pilotagem. Abraço e não esqueça: pilote equipado

Olá Amigos do motonline, gosto muito do site e venho através deste parabenizá-los pelas repostagens e curiosidades do mundo das duas rodas. Tenho uma dúvida que gostaria que vocês me esclarecessem: é permitido pilotar usando fone de ouvido? Ou seja, quando eu viajo, gosto de ir escutando múisicas com fone de ouvido, quais as consequencias estou sujeito? Desde já agradeço a atenção à mim empenhada. Att. Brunão Roesberg(28), Divinópolis, MG
– Brunão não faça isso!! Tira a concentração. De acordo com a portaria nº 48,de 28 agosto de 2002, que revogou a portaria nº 24, é proibido o uso de aparelho de fone de ouvido, do tipo monoauricular, quando da condução de veículo automotor. Mas se fala em celular e seus acessórios. Vale ressaltar que a portaria nº 48 foi implementada diante de um estudo técnico da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego – BRAMET. Portanto, considero que isso vale para quem escuta música ou fale, via fones, ao celular. Abraço e lembre-se: equipamento sempre, pois a razão perde valor com a lesão.

Prezados amigos: parabéns pelas notas sobre segurança, Concordo com vocês, temos que andar de moto somente equipados, com 10 anos de motociclista nunca tive um acidente mas faço questão de andar sempre equipado, inclusive para ir até a esquina a buscar pão. Contudo, confesso que tenho alguma dificuldade com as luvas. É o único equipamento que me da uma certa sensação de insegurança, pela perda de sensibilidade que as luvas causam. Já comprei de todo tipo de luvas, mas a sensação é a mesma. Apesar disso não deixo de usar as mesmas. Se souberem de algum tipo de luva que minimize esse problema, agradeço a informação. Grande abraço a todos. Nestor(47),Brasília,DF
-Nestor agradecemos e seu elogio nos incentiva a continuar nesse caminho. Nunca pilotei sem luvas. Lembro que no começo era estranho, mas acaba desenvolvendo a sensibilidade. Essa sensação de insegurança é psicológico, você insistindo todas as sensações comandadas pelo cérebro se acostuma e logo essa sensação inverte, você se sentirá inseguro sem as luvas.Hoje o mercado tem farta gama de produtos,com couro macio ou mais áspero. O importante é o grip. Abraço e continue andando equipado, mas também com luvas.