Venda de motocicletas cai 6,8% em outubro

O Setor Duas Rodas registra em outubro a primeira queda nos números de vendas e produção dos últimos cinco meses. Segundo dados divulgados pela Abraciclo – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares – foram comercializadas no mercado interno (vendas para concessionárias) 162.805 motocicletas em outubro, o que representa uma queda de 6,8% com relação ao mês de setembro, que registrou a venda de 174.661 unidades.

A produção também apresentou recuo, de 7,1%, se comparada aos resultados de setembro – foram produzidas 169.467 motocicletas, ante 182.442 do mês anterior. “Apesar da queda dos números em outubro, estamos confiantes de que iremos recuperar os patamares de antes da crise em breve”, afirma Jaime Teruo Matsui, presidente da Abraciclo.

Apesar do recuo registrado no mês, os resultados mostram a recuperação do setor em comparação com o mesmo período do ano passado, quando o segmento enfrentava os reflexos da crise econômica mundial.

Segundo apontado pela Abraciclo, em outubro os números de vendas para mercado interno foram 11,4% superiores aos de 2009. Já em produção, o avanço chega a 17,1% no comparativo com o mesmo mês do ano anterior, e os resultados acumulados nesses primeiros dez meses representam um crescimento de 15,%, com 1.538.580 unidades produzidas até agora, contra 1.336.794 do mesmo período no ano passado.

“O setor está se fortalecendo. Ainda temos desafios pela frente, como o fortalecimento do crédito, mas estamos vivenciando uma melhora constante em relação aos resultados de 2009 e nos afastando cada vez mais da sombra da crise”, completa Matsui.

Mesmo com a desvalorização cambial, a exportação se manteve praticamente estável. Com 6.627 unidades comercializadas, as vendas no mercado externo apresentaram uma leve queda de 0,3% em comparação com setembro (6.645). Apesar disso, houve um crescimento de 30,4% em relação ao mesmo período de 2009 (4.308).