Fermanian: otimismo moderado para o segundo semestre

Venda de motocicletas cresce timidamente em março

Fermanian: otimismo moderado para o segundo semestre

Fermanian: otimismo moderado para o segundo semestre

Os número divulgados hoje (4/4) pela Abraciclo – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, mostram que o segmento de motocicletas apresentou ligeiro aumento de 7,1%, atingindo 129.982 motocicletas contra 121.361 de fevereiro.

Outro número que traz alguma animação ao combalido segmento de motocicletas brasileiro é a média diária de venda que ficou em 6.192 motocicletas, superando 5.661 contabilizadas em fevereiro. A comercialização totalizou 123.847 unidades, em março, contra 101.890 registradas no mês anterior, representando um incremento de 21,5%.

O que deixa claro que o setor ainda tem muito o que recuperar é o volume de venda acumulado no trimestre, que ficou 21,9% abaixo do mesmo período de 2012, passando de 468.493 para 366.078 motocicletas. A comparação da venda de março de 2013 com março do ano passado também mostra expressiva queda de 26,9%.

“O primeiro trimestre de 2012 foi o melhor período do ano. A partir daí, as vendas passaram a apresentar quedas consecutivas até dezembro. Neste ano, começamos a notar um cenário diferente e, apesar das dificuldades com relação a aprovação de crédito para compra de motos pequenas, esperamos uma recuperação gradativa das vendas mês a mês a partir de agora, com a projeção de um cenário mais positivo no segundo semestre”, aponta Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.