logo abraciclo tom

Vendas de motocicletas crescem na primeira quinzena de março

Segundo levantamento divulgado pela Abraciclo – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, com base nos licenciamentos registrados pelo Renavam, foram emplacadas 71.213 motocicletas na primeira quinzena de março, volume 40% superior ao do mesmo período de fevereiro (50.949). Em comparação com março de 2012, foi registrada alta de 5% (67.777).

Com 11 dias úteis, a primeira quinzena do mês apresentou uma média diária de 6.474 motocicletas comercializadas, o que corresponde a uma queda de 14%, em relação a março do ano passado (7.531), que registrou dois dias úteis a menos.

“Apesar dos sinais de melhora no mercado, não podemos esquecer que na primeira quinzena de fevereiro tivemos o Carnaval, além do típico período de férias. Desta forma, a evolução registrada ainda deve ser analisada com cautela, embora sinalize resultados animadores para o fechamento do mês”, comenta José Eduardo Gonçalves, diretor executivo da Abraciclo.

A divulgação da Abraciclo foi complementada com outro índice favorável publicado pela ANEF – Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras,  que deve animar os bancos a conceder mais crédito, inclusive para o segmento das motos.

Segundo a ANEF, a falta de pagamento de contratos de financiamento (CDC) acima de 90 dias, no caso de Pessoa Física, manteve-se estável em janeiro, ficando em 6,4%, enquanto nos contratos de leasing para PF a inadimplência cresceu 0,2 pontos percentuais no mês, chegando a 10,1%. A inadimplência entre pessoas jurídicas também se manteve praticamente estável, com uma pequena variação de +0,1p.p nos atrasos com mais de 90 dias para financiamentos (CDC), ficando em 4,5%, e mantendo-se igual ao mês de dezembro nos contratos de leasing, em 5%.