Logo_abraciclo_200x152

Vendas de motos mantêm estabilidade na primeira quinzena de janeiro

Com apenas 10 dias úteis, a primeira quinzena de janeiro apresentou uma média diária de 6.160 motocicletas comercializadas, mantendo praticamente estável o volume, em relação ao mesmo mês do ano passado (6.465) e de 2011 (6.334). O levantamento foi divulgado pela ABRACICLO – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, com base nos licenciamentos registrados pelo Renavam.

No acumulado do período, foram vendidas 61.604 unidades ante 64.645 de janeiro de 2012, correspondendo a uma leve queda de 4,7%. Sobre o mesmo mês de 2011, com 63.339 unidades, houve redução de apenas 2,7%.

“A média diária de vendas da primeira quinzena de janeiro apresentou-se estável, apontando uma continuidade na concessão de financiamentos por intermédio dos bancos públicos. Esse resultado confirma as projeções da entidade para 2013, com uma produção total em torno de 1.784.000 motocicletas e vendas no atacado chegando a cerca de 1.679.000 unidades”, analisa José Eduardo Gonçalves, diretor executivo da Abraciclo.

Pelas projeções divulgadas recentemente pela Abraciclo, em 2013 a produção de motocicletas poderá crescer 5,5% em relação ao volume consolidado de 2012 (1.690.187 unidades). As vendas no atacado poderão evoluir 3,3%, ante as 1.625.446 unidades registradas em 2012.

Com relação à primeira quinzena do mês passado, quando foram vendidas 68.998 unidades, os emplacamentos apresentaram queda de 10,7%. Em dezembro, no entanto, além da oferta de crédito ao consumidor, o décimo terceiro salário permitiu aos compradores o pagamento de uma parcela de entrada, facilitando a aquisição do bem.