Vermeulen e Capirossi renovam contratos com a Suzuki para 2009

Vermeulen e Capirossi renovam contratos com a Suzuki para 2009

Vermeulen e Capirossi renovam contratos com a Suzuki para 2009

A Rizla Suzuki vai continuar com o alinhamento desta época, composto por Loris Capirossi e Chris Vermeulen, pelo segundo ano consecutivo.

O actual alinhamento da Rizla Suzuki, composto por Loris Capirossi e Chris Vermeulen, vai repetir-se na próxima época de 2009, com ambos os pilotos a terem acordado mais um ano com a formação de fábrica no MotoGP.

A dupla italo-australiana há algumas semanas que estava em negociações com a Rizla Suzuki, com o Director Desportivo Paul Denning a revelar-se sempre confiante quanto à continuação da equipa já na ronda de Misano. Com tudo resolvido e os contratos já assinados, a equipa apresenta agora o plano para a próxima temporada já com os dois pilotos garantidos.

— É claro que estamos contentes por termos finalizado os acordos com os pilotos para 2009 e por continuarmos a contar com o Loris e o Chris,– disse Denning na declaração de confirmação.

— A experiência de Loris, o seu conhecimento e determinação, são valiosos para qualquer equipa, mas acima disso ainda temos a grande paixão que ele tem pelas corridas – mais, ele também é um tipo muito simpático! Ele adaptou-se muito rapidamente à equipa e agora sente que já está connosco há muito tempo, não apenas um ano! Ele ainda tem grande vontade de ser o melhor e a Suzuki vai fazer tudo nos próximos meses, e em 2009, para o ajudar a atingir esse objectivo. As opiniões dele no desenvolvimento da GSV-R têm sido factor muito importante este ano e estou certo que esta contribuição vai ajudar o Loris e o Chris a vere a Suzuki lutar com os melhores pilotos no Campeonato do Mundo de 2009.–

— O Chris melhorou, como a Suzuki GSV-R também melhorou, e é agora uma parte integrante do processo de desenvolvimento da moto. Ele está com a equipa há três anos e tornou-se no mais bem sucedido piloto da Suzuki a 4 tempos até ao momento, além de ser um grande profissional. Creio que ainda não vimos o verdadeiro potencial do Chris – toda a fábrica e equipa estão convencidas que ele pode conseguir resultados muito melhores com a Suzuki e estamos muito contentes por voltarmos a contar com ele. —

Os próprios pilotos mostraram-se muito satisfeitos por terem renovado os contratos, com Capiorssi a mostrar-se muito motivado para a 20ª temporada nos Grandes Prémios.

— Estou muito contente por continuar com a Suzuki por mais uma época. Gostei mesmo muito do tempo que passei aqui e afora estamos a progredir e podemos voltar ao topo. A gestão mostrou confiança em mim – isto apesar de não ter estado no meu melhor devido a lesões – e agora tenho de começar a retribuir a confiança depositada em mim, — diz o italiano, que chegou à equipa no final de 2007 depois de longa associação com a Ducati.

— Estou a gostar de trabalhar com o Paul e com toda a equipa, tem sido uma época fantástica, tudo o que peço eles dão-me e são talvez os tipos que mais trabalham em todo o paddock. Ainda tenho assuntos para resolver no MotoGP e na Suzuki, ainda tenho pódios, pole positons e vitórias pela frente e acredito que poderei conseguir tudo isso com esta equipa. Quero terminar a minha carreira com a Suzuki e quero fazê-lo em estilo! —

A excitação de Capirossi é partilhada por Vermeulen, o mais recente vencedor de uma corrida por parte da Suzuki na categoria rainha e uma presença constante na formação desde a sua estreia com a marca em 2006.

— Estou muito contente por continuar com a Suzuki, é uma fábrica e equipa que conheço bem e respeito muito. Nos últimos três anos tem havido grandes progressos, tanto com a máquina, como eu enquanto piloto,– diz o amistoso australiano.

— A Suzuki foi a minha porta de entrada para os Grandes Prémios, estou aqui há três anos e ganhei um GP – e estive no pódio muitas vezes – por isso estou mesmo contente por continuar esta relação. Tive ofertas de outras equipas, mas senti sempre que queria ficar com a Suzuki se conseguíssemos chegar a acordo para todos ficarmos contentes. Felizmente foi o que conseguimos, por isso agora posso concentrar-me e tentar ganhar mais corridas e ajudar a Suzuki a lutar pelo Campeonato do Mundo. —