hd road king bombinhas

Viagem de moto com uma Road King para Bombinhas (SC)

Santa Catarina é um estado abençoado por Deus, com serras e praias lindíssimas o que inclui, claro, a boa e velha Serra do Rio do Rastro, local que todo motociclista brasileiro sonha conhecer ou revisitar. Hoje vamos falar de suas praias de areias claras e água cristalina, em Bombinhas… e seria impossível estarmos em melhor companhia: uma Harley-Davidson Road King!

Cartão postal: Harley-Davidson Road King

Quem fez esta viagem de moto para Bombinhas  e relatou esta experiência é a motociclista Eliana Malizia, piloto de testes de motos, repórter de mototurismo e lifestyle. Hoje seu escritório é tanto na pista quanto na estrada, desde que em cima de uma moto. Ela cursou fotojornalismo e Educação Física, fez MBA em Marketing e cursos extensivos em Los Angeles e também já passou por revistas especializadas, sites, e jornais. Hoje, relata suas histórias de viagens e reconhecimento profissional no seu site pessoal, o Acelerada.

A jornalista Eliana Malizia viveu esta relaxante experiência!

A jornalista Eliana Malizia viveu esta relaxante experiência!

De Harley-Davidson Road King em Bombinhas – por Eliana Malizia

Acelerei nesta cidade incrível de Santa Catarina, passando pelas melhores praias, em mais uma viagem de moto que foi sen-sa-cio-nal!! Saindo da capital de São Paulo com destino à Santa Catarina, foram 1.500 quilômetros (ida e volta), passando por estradinhas sinuosas, praias paradisíacas, paisagens incríveis e conhecendo ótimos restaurantes. Curtiu o menu? Pois pode preparar a mala, que você vai querer fazer esta trip!

Fugindo das modinhas

Quando a gente fala de praias de Santa Catarina, logo pensamos em Florianópolis. Mas esqueça. Fiz questão de fugir das “praias da moda”, de Floripa. O foco da viagem era desbravar as praias incríveis de Bombinhas. São mais de 20 delas. Mas, claro, vou falar das melhores!

Estradas com muitas curvas e serras, quase sempre com o mar no horizonte. Impossível não ser feliz

Estradas com muitas curvas e serras, quase sempre com o mar no horizonte. Impossível não ser feliz

Saí de São Paulo às 6 horas da manhã, com uma parada pra abastecer, duas para petiscar e 10 paradinhas rápidas nos pedágios sem fim, até Porto Belo, já em Santa Catarina. Porto Belo é a cidade de entrada para você chegar em Bombinhas.

Eu tive muita sorte. Chovia muito em Sampa e quando eu saí de casa ainda caia uma garoa fina. Mas assim que entrei na Rodovia Regis Bittencourt o sol se abriu! Costuma chover muito nos trechos de serra, mas o tempo ficou aberto pra mim e para a minha supercompanheira, a Harley-Davidson Road King 2017.

Com uma Road King é difícil não parar a cada 10km para clicar uma foto

Com uma Road King é difícil não parar a cada 10km para clicar uma foto

Sem pressa, cheguei em Bombinhas feliz da vida – mesmo com tantas paradas! Foram 7 horas de viagem, e a autonomia da moto ajudou muito. Fiz uma média de 21 km/litro. A viagem foi tão segura e confortável que não senti o tempo passar. A suspensão da nova Harley está um espetáculo, o motor mais “torcudo” e a troca de marchas muito macia. Como não chegar feliz?

De Porto Belo à Bombinhas percorri uma serrinha deliciosa e com muitas curvas. Sabe aquela estrada que você não quer que acabe? Sim, é dessas… Mas logo que desci a serra, o azul do mar me deu as boas-vindas. Cheguei na pousada, descarreguei a minha mala, troquei de roupa e já fui curtir a praia. Fiquei hospedada em Mariscal, uma praia que para chegar nela é preciso acelerar por mais uma estradinha supershow!

A Cidade

Bombinhas é um dos principais balneários do estado catarinense, com quatro ilhas e muitas praias. Com mais de 14 mil habitantes, Bombinhas é muito famosa não apenas pelas lindas praias, mas também pelo fato de ser perfeita para mergulho: a água do mar é mais calma e clara. Não por acaso, há muitas escolas de mergulho por toda região.

Praias imperdíveis

Bombas – Esta é a praia que tem o mar um pouco mais agitado, e diversas barracas, bares, restaurantes e lojas em toda sua orla. Mas o ponto forte dela é o Parque Municipal de Galhetas, que nada mais é do que uma reserva de Mata Atlântica. O parque oferece diversas opções de trilhas.

Praia da Sepultura – Chega-se por uma trilha de poucos minutos. O mar é transparente e com muitos peixes. Praia pra relaxar, mergulhar, pouquíssimo movimento…

Praia das Quatro Ilhas – É a mais agitada por conta dos bares e restaurantes à beira-mar. Tem este nome pois dela é possível avistar as quatro ilhas: Galés, Deserta, Macuco e Arvoredo. Quatro Ilhas é muito frequentada por surfistas por ter ondas fortes. Uma curiosidade: a areia da praia é rica em cristais de quartzo, por isso os esotéricos costumam fazer visitas regulares, pois acreditam que esta praia possui grande carga de energia.

Praia da Conceição – Perfeita para mergulhar com snorkel. Também é bastante frequentada à noite, onde fazem festas e luaus.

Praia do Mariscal – Esta foi a que escolhi para me hospedar. Sem comércio na praia, ela é toda cercada por vegetação. No canto esquerdo da praia as ondas são mais fortes, o que atrai muitos surfistas para este lado. Apesar disso, é uma praia pra descansar, curtir o vazio, o pouco movimento. Logo nas ruas de trás, está toda a infraestrutura de restaurantes, bares, sorveterias, lojinhas, pousadas…

Canto Grande – Esta praia é dividida em duas: a de Dentro, famosa pelo pôr do sol, e ponto de partida para passeios de barco; e a de Fora, de mar calmo, mais frequentada por famílias. A minha esticada até Canto Grande teve um propósito: a subida de 30 minutos de trilha à pé, até o Morro do Macaco. A vista lá de cima é incrível! Deixe a preguiça de lado e aventure-se! Vale todo o esforço, sem contar que ajuda a perder um pouco das calorias ganhas – quando viaja, a gente acaba comendo um montão!

Praia do Araçá – Sou apaixonada por vilas de pescadores. Fiquei horas por lá relaxando. A praia é mais afastada e a maioria das pessoas que vi eram nativos, com pouco movimento de turistas. A aventura continuou quando avistei um placa indicando o Mirante do Estaleiro. Subi na moto e segui para aquele destino. Eu só não sabia que a estrada de asfalto acabaria… É, sem querer, lá estava eu acelerando a Road King em uma estrada de terra, com cascalho e buracos. Após muitas curvas, subidas e descidas, cheguei bem. O Mirante é bastante bacana, mas, se estiver com moto custom, eu não aconselho a ir! Sou teimosa e adoro incrementar minhas aventuras, então por isso, eu faria tudo de novo.

Ache uma brecha em sua agenda para fazer uma viagem de moto para Bombinhas, em Santa Catarina

Ache uma brecha em sua agenda para fazer uma viagem de moto para Bombinhas, em Santa Catarina

Apenas uma fugidinha

Minha única saída de Bombinhas foi pra conhecer um bar temático para motociclistas em Itajaí, cidade grudada ao Balneário Camboriú (42 km de Bombinhas). Segui caminho pela Interpraias e foi a melhor coisa que fiz! A estrada, cheia de curvas, é também de encher os olhos! Passei por várias praias, e foi impossível não parar para altos cliques.

O bar temático é superdescolado! Vale muito uma passada por lá. Os hambúrgueres fazem sucesso. Aproveitei e fui até o Morro do Careca em Balneário Camboriú. Lá do alto você tem uma bela vista de todo o Balneário. E se gostar de ostras, BC (Balneário Camboriú, para os íntimos) é o lugar certo. Vários restaurantes à beira-mar servem ostras fresquinhas e deliciosas.

Aconselho conhecer todas estas praias, fazer como eu fiz, a cada dia em uma praia diferente. Todas as praias de Bombinhas são próximas, e isso que é o mais bacana: assim é possível realmente descansar. Em um piscar de olhos já estará contemplando uma nova praia, uma mais linda que a outra! Boa viagem e até a próxima ACELERADA!

Onde ir

HD POINT
Rua Conselheiro Julio Kumm, 46, Praia Brava  Itajaí

Bistro do Morro
Rua Tucunaré, 12 Centro, Bombinhas

Restaurante Berro D`água
Rua Rio Juquia, 57   Praia de Zimbros, Bombinhas

Restaurante do Lino
Rua Jequitiba n. 19, Bombinhas

Pizzaria Mia Casa
Rua Aroeira do Campo, 2096, Mariscal, Bombinhas

Onde ficar

Oasis de  Mariscal
Sem dúvidas foi a minha melhor escolha, afastado do agito e perto de todas as outras praias. Sem contar a jacuzzi com vista para o mar, que é de morrer de saudade!

Separador_motos