Viajando de BMW K1300S pela Califórnia

Viajando de BMW K1300S pela Califórnia

Do dia 30 de agosto ao dia 6 de setembro deste ano acompanhamos o grupo de motociclistas na aventura nos EUA pela Rota 66 e Wild West. Andamos um total de 2700 milhas (ou perto de 4300 Km). Isso porque continuamos por um percurso, depois que o grupo chegou a Los Angeles. De lá até San Francisco pela Hwy 5, pelo interior do estado da Califórnia e voltando pela Hwy 1 pela costa marítima.

BMW K1300S Uma esporte-turismo que beira a perfeiçãoJá no primeiro trajeto, acompanhando o grupo, tivemos a grata surpresa de verificar as qualidades da moto. Apesar da nossa unidade ter sido preparada para o mercado norte americano a semelhança com o modelo à venda no Brasil é muito grande, o que faz esse test ride ser bastante relevante.

A classe esporte-turismo não é muito popular no Brasil mas verifica-se a grande utilidade desse tipo de moto para quem anda 100% do tempo em asfalto. Seu ponto forte não é a agilidade nas cidades mas é perfeita para estradas e viagens longas. Assim a sua versatilidade se revela bastante adequada, com muita esportividade nas estradas, sem o aspecto de aventura das Big Trail. As outras motos atualmente no mercado, que se encontram nessa categoria são a Suzuki GSX 650F (R$ 33.120,00) e a Triumph Sprint ST 1050 (R$ 43.526,00) ambas à venda no Brasil.

A esportividade é garantida por uma posição levemente inclinada que nas rodovias oferece bastante conforto e menos cansaço para longas distâncias por causa da posição avançada contra o vento. Assim se obtém um bom equilíbrio de forças. Na cidade e em velocidades baixas a pressão da coluna sobre as mãos é fácilmente percebida, força um pouco os braços mas bem menos que nas super-esportivas.

A aceleração é surpreendente e a potência de sobra permitia chegar rapidamente próximo a qualquer moto do grupo, sempre que necessário fosse. Em relação à dirigibilidade, em baixas velocidades durante o uso urbano, dá a impressão de ser um pouco pesada nas mudanças rápidas de direção, aparentemente por causa de um sistema de amortecimento de direção um pouco duro, mas que nunca provocou cansaço.

Já na estrada o peso não se faz sentir e na verdade ela se mostra muito ágil para o seu tamanho. O motor esbanja torque e o câmbio com o Shift Assist – que ao tensionar o pedal de câmbio a central do motor corta a ignição por uma fração de segundo fazendo a troca de marcha para cima sem necessidade da embreagem ou qualquer alteração no acelerador – torna a aceleração mais surpreendente ainda, com extrema rapidez e menos trabalho para o piloto.

Shift assist faz toda diferença na condução Painel completo e comandos de bom acesso

A suspensão conta com três pre-sets. Sport, Normal e Comfort que podem ser selecionados por um botão. No modo comfort pode-se abusar na buraqueira que a moto absorve tudo sem problemas, oferece um rodar muito macio mas menos esportivo. No modo normal já se espera uma condição “normal” da via pública, que já é acima do aspecto normalmente encontrado nas rodovias do nosso país. No modo Sport a condição do piso deve ser bastante boa para não provocar cansaço e maiores impactos ao piloto. Nesses ajustes ainda pode-se selecionar a carga sobre a moto: Uma pessoa, duas (o garupa vai com conforto) e com as malas laterais cheias, muito versátil.

Balança monobraço da suspensão programável permite desmontagem simples da roda traseira

Para cada condição de uso há um ajuste ideal que faz muita diferença. O ABS e o controle de tração oferecem segurança adicional ao piloto que tem a opção de desligar os dois sistemas, se quiser. Mesmo nessas condições, desligando tudo, o freio dianteiro se mostrou um pouco incerto, e dava a impressão de ser esponjoso demais. Apesar disso, a pressão sempre foi encontrada, um pouco abaixo do esperado, mas funcionou bem. O manete ajustável (presente também na embreagem) ajudou bastante nessa hora.

Eu e a BMW K1300          Foto: Mary Joyce Bittencourt (86)

A média de consumo lá nos EUA ficou próximo de 45 MPG (milhas por galão) com gasolina premium, que convertido em Km/litro resulta em 18,9. Nada mau para uma moto desse porte mas veja o que acontece ao trazer essa moto ao Brasil:

A gasolina nos EUA é vendida em galões (unidade de 3,8 litros aprox.). Em Los Angeles o galão custa 3,5 dólares, com 92 octanas, o que resulta um preço de 90 centavos de dólar por litro. Imagine que para encher o tanque dessa moto gasta-se lá a bagatela de 17 dólares. Isso a 1,8 reais cada dólar representa 30,78 reais. Para encher o tanque dessa moto com essa mesma gasolina aqui no Brasil você paga mais de 57 reais. Por que será?

Ficha técnica:

Motor

Motor de 4 cilindros em linha transversal 4 tempos com duplo eixo de comando Refrigerado por Água 4 vávulas por cilindro

Cilindrada 1293 cm³
Diâmetro x Curso 80 mm x 64.3 mm
Taxa de compressão 13:1
Potência máxima 175Hp a 9.250 rpm
Torque máximo 140 Nm a 8.250 rpm

Preparação do combustível, gestão do motor

Catalisador 3 Vias com sonda lambda, Norma de gases EU-3

Desempenho e consumo de combustível

Velocidade máxima >200Km/h
Consumo 90Km/h 21,3Km/l
Consumo 120Km/h 18,9Km/l
Combustível Gasolina sem chumbo tetra etila, 98 RON Mínimo
Alternador Trifásico 580W
Bateria 12V 14 Ah sem manutenção

Transmissão

Embreagem Multi-disco em banho de óleo, comando hidráulico
Câmbio Seis marchas de engate constante
Transmissão final Eixo cardã

Ciclística

Chassi Dupla viga em alumínio fundido associado à estrutura do motor
Suspensão Dianteira BMW Motorrad Duolever com ESA ? 115 mm de curso
Suspensão traseira BMW Motorrad Paralever com ESA, balança traseira monobraço de alumínio ? 135 mm de curso
rake 29,6º
trail 104,4mm
distancia entre eixos 1.585 mm

Rodas

Fundidas em alumínio

dianteira 3,50×17″
traseira 6,00×17
Pneu dianteiro 120/70 ZR 17
Pneu Traseiro 190/55 ZR 17
Freio dianteiro Disco duplo flutuante de 320 mm com pinças de 4 pistões
Freio traseiro Disco único de 265 mm com pinça flutuante de 2 pistões
ABS BMW Motorrad ABS Integral

Dimensões e pesos

Comprimento 2.182 mm
Largura (inc. espelhos) 905 mm
Altura (exc. espelhos) 1221 mm
Altura do banco 820mm / 790mm opcional
Curvatura das pernas 1.810 mm / 1.750 mm opcional
Peso em ordem de marcha 1) 354 Kg
Peso Seco 2) 228 Kg
Peso total permitido 460 Kg
Carga útil (com equipamento standard) 206 Kg
Volume útil do tanque de combustível 19 litros
Reserva aproximada 4 litros

PACOTES

STANDARD – R$ 64.900,00*

  • Manual proprietário em Português
  • Lista de dealers mundial
  • Sem ABS integral parcial

SPORT II – R$ 72.900,00*

  • Manual proprietário em Português
  • Lista de dealers mundial
  • Safety package
  • Controle de pressão dos pneus RDC
  • Controle de tração ASC
  • Manoplas aquecidas
  • Computador de bordo

PREMIUM – R$ 80.600,00*

  • Assistente de troca de marcha
  • Manual proprietário em Português
  • Lista de dealers mundial
  • Ajuste de suspensão eletrônico ESA
  • Safety package
  • Controle de pressão dos pneus RDC
  • Controle de tração ASC
  • Manoplas aquecidas
  • Computador de bordo
  • Bagageiro

 

Obs.: Para facilitar a discussão sobre esse assunto, além da área de comentários abaixo, criamos um tópico no fórum para os motonliners que preferem este formato. Clique aqui para acessar o tópico.

 



Pioneiro no Motocross e no off-road com motocicletas no Brasil, fundou em 1985 o TCP (Trail Clube Paulista), que organizou a 1ª prova de enduro tipo FIM (Enduro da Mentira). Desbravou trilhas em torno da capital paulista enquanto testava motos para revistas especializadas. É editor técnico e consultor no Motonline.