Foto: Carlos Checa, da Dream Honda Racing Team, vence as 8 Horas de Suzuka com a CBR 1000RR

Vitória da Honda CBR 1000RR nas 8 Horas de Suzuka anima Gilson Scudeler

Foto: Carlos Checa, da Dream Honda Racing Team, vence as 8 Horas de Suzuka com a CBR 1000RR

Foto: Carlos Checa, da Dream Honda Racing Team, vence as 8 Horas de Suzuka com a CBR 1000RR

Invicto no Campeonato Brasileiro da categoria Superbike, o atual hexacampeão nacional de motovelocidade Gilson Scudeler está animado com a vitória da Hond a CBR 1000RR 2008 na tradicional prova 8 Horas de Suzuka, no Japão.

A disputa, válida como a terceira etapa do Mundial de Endurance, foi realizada no último domingo. Na opinião do piloto, a façanha comprova não só resistência como grande performance da máquina em seu novo modelo.

Riyuichi Kiyonari e Carlos Checa, da Dream Honda Racing Team 11, completaram 214 voltas no circuito durante as oito horas de prova. Eles conseguiram a vitória com quase uma volta de vantagem sobre os pilotos Daisaku Sakai and Atsushi Watanabe. A CBR 1000RR ainda emplacou a terceira posição da disputa, com os pilotos Yoshiteru Konishi e Takumi Takahashi, da Honda Kyubo.com Harc-Pro 73, que cumpriram 210 voltas. A próxima etapa do Mundial será no dia 9 de agosto, na Alemanha, com mais uma corrida de oito horas.

–As corridas de 24 horas são 100% resistência. Já as de oit o horas exigem ainda grande performance da motocicleta, o que comprova as enormes qualidades da Honda CBR 1000RR 2008–, avaliou Scudeler. O piloto estreou a nova moto na terceira etapa do Campeonato Brasileiro, realizada em junho em Campo Grande (MS). A competição é formada por seis etapas, sendo que a próxima corrida será nos dias 9 e 10 de agosto em Brasília.

–Na minha opinião, a palavra-chave da CBR 1000RR é equilíbrio. Outro fato importante é que se trata de uma máquina totalmente esportiva, que possui versatilidade para andar bem nas pistas e na rua. A minha adaptação foi muito rápida, e com a preparação que fizemos nos equipamentos temos tudo para obter resultados ainda melhores em Brasília–, concluiu Scudeler.