Volvo Cars aprimora sistema de freio automático para carros e pedestres

Após o sucesso do City Safety (XC60), a Volvo trabalha agora no desenvolvimento do sistema para proteger os pedestres, novidade que chega em 2010 com o novo sedã S60.

A nova geração de soluções tecnológicas da Volvo Cars voltadas à segurança preventiva traz uma inovação que permite detectar a presença de pedestres nas ruas e evitar impactos até25 km/h, mesmo que não haja qualquer reação por parte do motorista. Trata-se do -Alerta de Colisão com Freio Automático para Pedestres-, que será item de série do novo Volvo S60, programado para ser lançado em 2010. Essa é mais uma iniciativa pioneira da Volvo que faz parte da estratégia de desenvolver dispositivos de segurança veicular capazes de auxiliar o motorista a identificar riscos e evitar acidentes de trânsito.

-O City Safety foi desenvolvido para ajudar o motorista a evitar acidentes com outros carros. Agora, a Volvo dá um passo enorme à frente ao apresentar uma função que estende o nível de segurança aos pedestres-, afirma Thomas Broberg, Especialista em Segurança da Volvo Cars. -Estamos ampliando também a força de frenagem automática de 50 para 100%, um progresso que, até onde sabemos, não existe entre os nossos concorrentes-. De acordo com Broberg, a inovação representa um passo decisivo na visão de longo prazo da Volvo Cars de desenvolver carros à prova de acidentes: a meta já anunciada pela Volvo é de reduzir a zero, até 2020, o número de vítimas fatais ou gravemente feridas a bordo de um veículo da marca.

As estatísticas levantadas pelo Centro de Pesquisas de Acidentes de Trânsito da Volvo justificam a preocupação da empresa com os pedestres. A participação deles entre as vítimas de acidentes de trânsito na Europa varia entre 10 e 25% dependendo do país. Em 2007, por exemplo, 43% das 1.560 vítimas fatais de acidentes de trânsito ocorridos nas capitais dos países europeus eram pedestres. Quando a velocidade dos carros é de 50 km/h, o risco de morte ao pedestre é 85% maior em comparação com os acidentes em velocidades até 25 km/h.

-Nosso objetivo com a nova tecnologia é ajudar os motoristas a evitar eventuais colisões com pedestres em velocidade até 25 km/h. Se o carro está mais rápido, porém, a ideia é que a velocidade seja reduzida ao máximo possível para atenuar o impacto. Na maioria dos casos, é possível reduzir a força da colisão em cerca de 75%. Considerando o elevado número de acidentes fatais com pedestres, se conseguirmos uma redução do risco em 20% já podemos dizer que o novo sistema fará uma grande diferença. Em situações específicas, isso pode chegar a até 85%-, explica Broberg.

Câmera e radar em ação
O sistema de Alerta de Colisão do Freio Automático para Pedestres (Collision Warning with Full Auto Brake and Pedestrian Safety) é composto por uma nova unidade de radar integrada à grade dianteira do veículo, uma câmera instalada abaixo do espelho retrovisor interno e uma unidade de controle central. O radar e a câmera monitoram continuamente a área em frente ao veículo. A tarefa do radar é detectar a presença de obstáculos e calcular a distância do carro em relação a eles, enquanto a câmera tem a função de identificar o tipo de obstáculo.

Assim como no sistema City Safety, o dispositivo é programado para responder à presença de veículos que estejam à frente, parados ou se movendo na mesma direção. Graças ao radar de última geração, que tem um raio de ação ainda mais amplo do que os que equipam o City Safety, a presença de pedestres na iminência de atravessar a rua, por exemplo, pode ser detectada com antecedência. Além disso, a câmera conta com resolução de imagem superior à geração anterior, possibilitando que o sistema monitore todos os movimentos dos pedestres.

-Estamos trabalhando há mais de dez anos no desenvolvimento dessa tecnologia, com testes realizados em ruas e estradas de diferentes países. Fatores como o estado das ruas, o comportamento do trânsito e as condições climáticas precisam ser considerados no projeto da versão final do sistema. Nós também podemos utilizar as informações apuradas nos testes de situação real para preparar as simulações avançadas pelo computador-, acrescenta Broberg.

Em casos de emergência, o motorista recebe primeiro um aviso sonoro juntamente com um sinal luminoso no display posicionado no pára-brisa. Para obter uma reação imediata e intuitiva do motorista, o alerta visual foi desenhado para parecer um brake light. Se o motorista não responde ao aviso e o sistema detecta que a colisão é iminente, os freios do carro são acionados automaticamente com força total de frenagem.

-O acionamento automático do freio requer que a presença do objeto seja verificada tanto pela câmera como pelo radar. A Volvo está entre as pioneiras no mundo todo no desenvolvimento de uma solução que freia completamente para proteger os pedestres-, conclui Broberg.