Foto: Suzuki VX 800

VX 800, SV 1000S, farol, pau? preconceito etc

Foto: Suzuki VX 800

Foto: Suzuki VX 800

Fiz uma viagem com a patroa a Floripa uns dias atras, e l  vi uma moto que nunca tinha visto. Se trata de uma SUZUKI VX800, motoriza‡Æo bicilindrica em V, com saida 1 pra 1 , eixo cardÆ e suspensÆo a g s. Na minha opiniÆo achei a moto horrivel, bah muito feia mesmo, vi que em alguns aspectos ela ‚ similar a GS antiga, como formato do tanque e rabeta. Mas enfim, queria saber de vc, qual sua opiniÆo sobre essa motoca, se ‚ boa ou ‚ um baita mico?
GABRIEL – NOVO HAMBURGO RS
Bi‚, nÆo se pode julgar a est‚tica de uma moto com quase 20 anos de idade! Mas era uma boa moto na ‚poca, uma tentativa de a Suzuki entrar no mercado de roadster nos Estados Unidos. A transmissÆo por cardÆ e o motor V2 sÆo heran‡as da Intruder 800. Eu testei essa moto e curti bastante na ‚poca. Hoje acho meio superada, claro. O motor refrigerado a  gua desenvolve cerca de 65 vc a 7.500 rpm, mas gasta pra caramba!

Suzuki
Tite. Acabo de ler sua reportagem referente ao n§ de cilindros e cilindradas de uma moto, mas possuo 3 perguntas para vc. A Suzuki SV1000S possui 2 cilindros com 1000cc mas nÆo encontrei qts “cv” ela tem (se puder me informar). Por ter 2 cil. e a Bandit 4 cil. ela se torna bem mais urbana? E ela anda de lado ou perde feio para a Bandit? O ronco dela por ser 2 cil. ‚ parecido com qual moto nacional ?
Paulo – Dois Vizinhos – PR
A potˆncia da £ltima versÆo ‚ 120 cv a 9.000 rpm, vc esqueceu de especificar QUAL Bandit se refere? 650 ou 1250? NÆo d  pra explicar ronco por escrito! Saiba mais sobre a Suzuki SV 1000S no site italiano http://www.moto.it/provemoto/prova4686.asp

Foto: Suzuki SV 1000S

Foto: Suzuki SV 1000S

Farol
Tite, seguinte como num tinha nada pra fazer no carnaval, passava o dia inteiro lendo os testes das motos que vocˆ fez (li quase todos!) e em varios deles vocˆ dizia que os far¢is depois de uma regulagem que vocˆ fazia melhorava a area de ilumina‡Æo. Qual seria essa tal regulagem? teria como ensinar os motonliners?
Remerson – Paul¡nia/SP
Muito simples, basta soltar os parafusos que prendem o farol e levantar ou abaixar conforme um gabarito que fiz na garagem da minha casa (sem autoriza‡Æo da dona Tita). Nas motos carenadas tˆm parafusos de regulagem.

Pau?
Tite! Continuo lendo “seu” site, que est  cada vez melhor (fora a tua ranzinisse..kkk). Desta vez, te incomodo perguntando o seguinte: sempre tive minhas motocas a depois de uma meia d£zia de tombos (j  faz tempo) mudei meu modo de pilotar. Agora, s¢ ando na boa, na cidade sempre entre 3,5 e 6 mil giros, na estrada tamb‚m, minhas motos nunca vˆem a faixa vermelha de giro! Por‚m, vivem dando pau. No momento tenho uma TW. Minha pergunta ‚: o que que eu t“ fazendo de errado? Devo come‡ar a dar pau nas bixinhas? Andar na boa estraga mais do que andar no g s? Me ajuda, que eu acho que vou ficar louco!
Rafael – Blumenau
Nada a ver, Rafa, se a sua moto t  bixada nÆo ‚ por falta de arrega‡o, mas alguma coisa de errado nÆo est  certo (hein?).

Preconceito
Tite, tenho ficado cada vez mais chateado com os lisarbianos, tÆo preconceituosos, tÆo cheios de si. Recentemente eu ouvi “Vocˆ nÆo precisa voltar aqui” em uma papelaria e v rias passeando nos shoppings da cidade olharam feio, seguran‡as de olho em mim, etc, por que mesmo bem educado, estava l  na minha mÆo o s¡mbolo da pessoa perigosa em potencial, o s¡mbolo m ximo do maloqueiro. Vocˆ j  sabe, eu levava o meu capacete. Estou sinceramente chateado em sofrer com o “efeito capacete”.
Leandro – Guarulhos, SP
Eu entendo isso, j  fui barrado recentemente em um pr‚dio de luxo quando fui entregar um livro a meu amigo da revista N utica! E em alguns pr‚dios de SP nÆo ‚ permitido subir no elevador portando capacete. Mas cuidado: “maloqueiro” ‚ uma expressÆo preconceituosa!

Financiamento
Tite! Venho parabenizar o Paulo pela excelente reportagem sobre os financiamento das motos. Realmente nÆo se tem escapat¢ria quando vocˆ nÆo se tˆm o volume necess rio de recursos. Quando fiz o financiamento da minha fiz milhäes de c lculos e proje‡äes e pinduricalhos e mesmo assim acho que cai numa fria. Ter carro ou moto hoje no Brasil, mesmo usado ‚ um prazer dos mais onerosos, to colocando tudo que gasto, desde um parafuso e vou fechar um ano em maio para ver quando me custou a brincadeira. mas como bati. s¢ ali j  foi R$ 2000,00, esse ‚ outro risco embutido nessas maquininhas. Gosto muito quando o Paulo fala da experiˆncia dele com a Harley, queria ver ele com uma 1000 esportiva.
Fernando – Cascavel – PR
Valeu Paulo a materia sobre financiamentos. show de bola somando a aquela outra coluna de custo de motos grandes. so falta o custo das motos pequeninas (inclusive a pop 100 por favor ) so pra ilustrar .. um conhecido no final de 2006 comprou uma xt 660 por 23 pratas .. isso pq pagou no dindin vivo. o mesmo cidadÆo comprou uma fazer 600 por 36 pratas pois pagou do mesmo jeito. a vista sempre tem um descontÆo. mas oq noto ‚ que no comercio em geral (eu trabalho com isso )o cliente quer prazo. o pre‡o ‚ em segundo plano dai todo mundo acaba embutindo juros pra dar o prazo de uma vez.
Fabio – vitoria
Tite, de os parab‚ns ao Paulo Couto por “A vista ou Parcelado”, muito bom pra gente percebe as perip‚cias dos especialistas de plantÆo, para nos desviar e encher nossos olhos com a vontade e “facilidade” de aquisi‡Æo de um produto de desejo. Mais o meu produto de desejo agora ‚ o teste da Twister, o loco Tite, coloca ai pra gente, libera o teste ai. No aguardo e ansioso.
Diego – Franca, SP

Falcon
Seguinte:tive olhando aquela suzuki intruder 125, e gostaria de saber que, se na sua opiniÆo essa moto ‚ uma boa op‡Æo para quem quer uma moto pequena , mas completa. Ou ‚ perigoso comprar e casar com ela. queria saber tamb‚m se a mecƒnica dela ‚ parecida com as extintas turuna e ML?, EU TENHO UMA CG 1981 , E AT HOJE , a £nica moto qu me dispertou interesse e coragem de me desfazer da “cegezinha “, foi essa motinha a¡. Tenho uma d£vida: Qual ‚ o estilo /categoria etc. da honda NX400 FALCON , at‚ hoje eu ainda nÆo consegui decifrar se ‚ uma on/off road, street, fun bike, trail, touring, motard! sei l  .Por favor me responda com sua sabedoria infinita: qual ‚ o tipo dessa moto estranha?
SIDNEI – APUCARANA – PR
Quanto a Intruder 125, ela tem um bom mercado e nÆo vejo razÆo para precupa‡Æo, mas o motor nada tem a ver com o da Honda CG 125. Acho que a Falcon ‚ uma funbike, misturada com on/off-road, tipo assim meio touring, sei l , mil coisas!

Transalp
Inigual vel mestre das motos, to sabendo que a Honda ira trazer a XL 650 Transalp para o lisarB ainda este ano segundo a revista X, para concorrer com a XT 660, o pior e que ela usa dois carburradores (carburadores). Mestre, vossa majestade sabe alguma coisa a respeito?
WELLINGTON – CACERES – MT
Quando eu anunciei mais de um ano atr s que a Honda traria a Transalp ningu‚m deu a menor bola, bastou uma revista escrever pra todo mundo alvoro‡ar. Tamb‚m nÆo respondo! Fiquei magoado! Ningu‚m acredita nimim!