Foto: Rodrigo "Lama", piloto da categoria Júnior do Team Honda no Arena Cross

Wellington Garcia assume liderança da categoria Pro

Foto: Rodrigo "Lama", piloto da categoria Júnior do Team Honda no Arena Cross

Foto: Rodrigo "Lama", piloto da categoria Júnior do Team Honda no Arena Cross

Na Júnior, Hector Assunção vence e mantém a ponta da tabela; Chuva constante em São José cancela segunda corrida da Pro, além da bateria da 85cc

A chuva constante e o frio não foram suficientes para espantar o público das arquibancadas na segunda etapa do Arena Cross, realizada na noite deste sábado em São José, Santa Catarina. O Team Honda entrou na pista, que estava muito pesada por conta do barro, e conseguiu os seus objetivos. Wellington Garcia venceu a corrida da Pro e, de quebra, assumiu a liderança da categoria. Na Júnior, Hector Assunção foi o mais rápido e manteve e ponta da tabela. Por conta das condições de prova, a organização decidiu não realizar a segunda corrida da Pro, além da bateria da 85cc.

O goiano Wellington Garcia largou na frente e logo impôs um forte ritmo. Ele chegou a sofrer uma queda, mas voltou em segundo e logo conseguiu ultrapassar Jean Ramos, que perdeu tempo ao parar com a moto apagada. Wellington administrou o resultado e levou a bandeira quadriculada. “A fato de eu ter largado na frente, com o óculos limpo, sem barro, já foi 30% da minha vitória”, contabilizou o piloto, que teve de driblar as condições difíceis da pista. “Quase caí novamente no final da corrida. Estou muito feliz por ter conseguido este resultado”, comemorou.

Hector Assunção usou a cabeça para vencer a bateria da Júnior. Ele largou atrás de Gabriel Gentil e de João Paulo Feltz, mas os adversários tiveram problemas no caminho. “Não sou o melhor dos pilotos na lama e a pista estava extremamente difícil. Preferi não andar tão rápido para evitar erros. Fiz uma prova redonda, com o mesmo ritmo, e deu certo”, explicou. As condições do circuito certamente travaram novos obstáculos aos pilotos. “Cansa muito correr em pistas com muito barro. O dedo escorrega da embreagem e a moto fica uns 20 quilos mais pesada por conta da lama que gruda no equipamento”, explicou o paulista.

Resultados – 2a Etapa Arena Cross
Pro
1 – Wellington Garcia
2 – Pipo Castro
3 – Marcello Lima “Ratinho”
4 – Jean Carlo Ramos
5 – Douglas Parise
7 – Swian Zanoni
8 – Thales Vilardi

Júnior
1 – Hector Assunção
2 – Gabriel Gentil
3 – João Paulo Feltz
4 – Sérgio Monteiro
5 – Rodrigo Rodrigues
6 – Gustavo Takahashi
13 – Rodrigo “Lama”