Foto: Wellington Garcia, piloto da MX1 do Team Honda

Wellington Garcia tem dupla missão no Brasileiro

Foto: Wellington Garcia, piloto da MX1 do Team Honda

Foto: Wellington Garcia, piloto da MX1 do Team Honda

Goiano quer manter a liderança das categorias MX1 e MX2 em Foz do Iguaçu (PR) neste final de semana, nas provas que marcam a metade do campeonato

A quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, neste final de semana em Foz do Iguaçu (PR), trará uma dupla missão para o goiano Wellington Garcia: manter a liderança das categorias MX1 e MX2. À frente das principais classes do campeonato, Wellington quer ampliar a vantagem sobre os adversários nas corridas que marcam a metade da competição. Já na MXJr e 85cc, o Team Honda pretende recuperar o primeiro lugar. O ob jetivo está bem próximo de Rodrigo Rodrigues e Eduardo Rudnick, vice-líderes, respectivamente, nas duas categorias.

As provas serão realizadas na Praia Três Lagoas. No sábado serão definidas quatro categorias e no domingo, mais quatro (veja programação abaixo). Nos dois dias, a programação tem início às 10h com os treinos. As baterias estão marcadas para as 14h. Os ingressos podem ser comprados nas concessionárias Honda de Foz do Iguaçu, Santa Terezinha do Itaipu, Medianeira, São Miguel do Iguaçu, Matelândia e Missal. Os valores para os dois dias será de R$ 10, havendo bilhetes avulsos para sábado (R$ 5 cada) e para domingo (no local, por R$10). Haverá também venda de credenciais de box, que custarão R$ 20 para os dois dias.

A liderança de Wellington já é mais consistente na categoria MX1. Com 12 pontos de vantagem sobre o segundo colocado J oão Paulino “Marronzinho”, o goiano também deve aproveitar a ausência do companheiro de equipe, o paranaense Leandro Silva, machucado, para se sair bem. Wellington soma 67 pontos, Marronzinho 54 e Leandro 53, em terceiro. Swian Zanoni, Thales Vilardi, Marcello “Ratinho” e Jean Ramos também correm em busca de um bom resultado na MX1 com a motocicleta Honda CRF 450R.

Wellington Garcia não pretende dar chance aos adversários. “Ainda não tivemos prova em Foz do Iguaçu, mas isso não é suficiente para nivelar os pilotos porque no dia da corrida a pista acaba mudando. Quem estiver mais bem treinado leva a melhor”, destacou o goiano. Por falar em treinamento, Wellington tem investido forte nos exercícios físicos e com moto. “Tenho treinado bastante para conseguir abrir mais vantagem. Com o Leandro fora desta etapa, tenho mais chances de ampliar. Mas também não posso dar bobeira porque o Marronzinho está logo atrás d e mim”, lembrou.

MX2 – Na categoria MX2, a pressão sobre o líder é grande. O paranaense Jean Ramos está a apenas cinco pontos de Wellington (70 contra 65) e venceu as duas últimas etapas. A proximidade na classificação deve apimentar ainda mais a disputa. Swian Zanoni é mais um que tem grandes chances de se sair bem. O mineiro ocupa a quarta colocação (58 pontos).

Wellington sabe que os riscos são grandes. “Na MX2, acabei caindo na penúltima etapa (em Canelinha-SC) e tive de fazer uma prova de recuperação. Em Canoas (RS) foi quase a mesma coisa. Bati em um retardatário e tive de me recuperar. Desta vez, tenho que tentar fazer tudo certo porque o Jean está bem próximo. Ele tem conquistado excelentes resultados”, comentou o piloto.

Como utiliza motocicletas di ferentes nas categorias, Wellington tem que fazer uma espécie de adaptação. Na MX1, ele entra na pista com a Honda CRF 450R e na MX2 com a Honda CRF 250R. Isso demonstra toda a versatilidade do campeão brasileiro nas duas categorias em 2007. “Treino muito com as duas motos, por isso, já estou acostumado.”

MXJr – O objetivo do Team Honda na categoria MXJr é recuperar a liderança. O paulista Rodrigo Rodrigues, que seguia em primeiro lugar até a terceira etapa, quer ocupar mais uma vez o posto. Para isso, precisa se sair melhor que o adversário Gabriel Gentil, na frente com 63 pontos. Rodrigo soma 60 pontos e tem se dedicado muito aos treinos para cumprir a missão. Logo atrás, com 58 pontos, está o companheiro de equipe Gustavo Takahashi.

O piloto considera a categoria MXJr uma das mais disputadas no campeonato até aqui. “Tenho me preparado muito para esta etapa porque quero a liderança de volta. Tive uma luxação na cartilagem do tornozelo na terceira etapa, mas já estou bem. Esta semana estou intensificando ainda mais os treinos. Preciso tentar não cair e conquistar o primeiro lugar para seguir mais confiante no campeonato”, destacou. Rodrigo “Lama” e Hector Assunção completam a equipe com bons resultados na MXJr.

85cc – O paranaense Eduardo Rudnick também vai brigar pela liderança na categoria 85cc. Atualmente em segundo lugar com 57 pontos, 12 a menos que o primeiro colocado, Andrews Armstrong, o competidor de Pien quer aproveitar para vencer em seu Estado. Logo atrás de Rudnick está o companheiro de equipe Thiago Formehl. Cezar Zamboni e Everaldo Filho completam a equipe.

*Programação – 4ª etapa Brasileiro de Motocross – Foz do Iguaçu (PR)

Sábado – 13/06
8h – Trein os livres
10h40 – Treinos cronometrados
13h30 – Abertura oficial
A partir das 14h – Provas (MXJr, 65cc, MX3 e 50cc)

Domingo – 14/06
7h – Treinos Livres
10h30 – Treinos cronometrados
A partir das 14h30 – Provas (MX2, CRF230, 85cc e MX1)

* a programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.