Xenon, tabelas de manutenção, meu tamanho, encorpada e dúvida.

Xenon – Minha pergunta é a seguinte: atualmente ando vendo muitas motos com faróis de Xenon e sei da eficiência dos mesmos principalmente para motos de baixas cilindradas pois as lâmpadas de 35W são muito deficientes em minha opinião e o uso de uma lâmpada de maior potência pode danificar a parte elétrica da moto. Tenho muita vontade de colocar na minha mas tenho um certo receio como relação ao uso do xenon por parte das normas de trânsito. Afinal de contas o uso do xenon em motocicletas é permitido? Se for como posso proceder no caso de algum policial desinformado me parar e alegar que minha motocicleta está irregular? Abraços e obrigado pela atenção. Carlos Santos da Silva, Itabuna,BA
– Realmente tem havido muita especulação a respeito. O CNT não é explicito sobre a questão, mas não se pode andar com os faróis altos em vias públicas iluminadas. Também há a informação de que os faróis de Xenon devem ser instalados de fábrica. Porém, há a alternativa de utilizar relês 12 v daqueles universais para diminuir as perdas inerentes ao circuito original, até porque a resistência elétrica dos fios aumenta com o tempo de uso. Não se esqueça de colocar um fusível na alimentação dos relês para proteção (30 Amp), e use os dois fios originais do alto e baixo para chavear cada um dos relês. A substituição da lâmpada por outra de maior potência, e de boa qualidade, dessa forma é possível sem que se sobrecarregue o circuito.

Tabelas de manutenção
Essas tabelas de manutencao preventiva viraram piada. Verificar terminais de vela a cada 3.000 km (como sugerido pela NGK) é o fim. Tenho uma TV 29 Philips há 11 anos ela nunca quebrou nem precisou de manutencao. A TV Sharp e mais velha ainda. Com certeza uma moto pode durar bem mais tempo do que 3.000 km. Klinger Paulo Zeferino (42) Maringá, PR
– Veja o lado da empresa, que tem dar suporte ao cliente e se prevenir contra
acidentes com seu produto, por exemplo: Se por causa da folga excessiva dos eletrodos de uma vela a ignição da moto dar defeito eles não querem ser responsabilizados, portanto faz todo sentido sim, as tabelas de manutenção preventiva podem e quase sempre são ignoradas pelo usuário, mas por sua própria conta e risco.

Meu tamanho
Tenho 1,90 de altura e 87 kg, ando muito pouco de moto e me habilitei há pouco tempo, não sou experiente assim, minha duvida é qual moto comprar devido a minha estatura. Estava pensando em uma Falcon ou outra opção acima de 350 cc. A principio quero uma moto legal que me de condições de conforto e condições de adquirir experiência, neste momento não desejo pegar transito pesado, somente aos finais de semana em lugares pouco movimentados. Fico no aguardo e boa semana. Rogério Alencar (33) São Paulo, SP
-A Falcon é uma ótima escolha. Uma moto boa para sua estatura e versátil bastante para qualquer tipo de uso. O mais importante para o iniciante do motociclismo é ficar atento aos maus vícios, porque mais tarde fica difícil se livrar deles. Preste atenção no
posicionamento dos comandos: embreagem, freio dianteiro e ângulo do guidom.
Altura do freio traseiro e pedal do câmbio. O posicionamento dos comandos é importante para cada usuário, especialmente na sua estatura. Procure um piloto experiente para lhe acompanhar no melhor posicionamento deles. A pega nas manoplas deve ser feita utilizando os dois dedos indicador e médio para pressionar os manetes de embreagem e freio, de forma que o anular e mínimo continuem firmando a manopla.
Tenho visto nas estradas por onde costumo trafegar, o costume de tirar uma
mão do guidom para se proteger do frio… É fria! Ande sempre com as duas mãos no guidom, pois qualquer oscilação ou manobra inesperada te coloca em situação difícil, e o tombo é feio ao se dar uma guinada inesperada, vc sai por cima da moto. Apoie a ponta dos pés na pedaleira, (não nos dedos) normalmente e no meio para mudança de marcha e frenagem. Nunca vire o pé para baixo na pedaleira apoiando no calcanhar, fica fácil uma fratura feia nessas condições. Ande sempre protegido com capacete, luvas, um bom agasalho, de preferência com mangas compridas até para se proteger do sol e botas ou um sapato mais resistente, se possível. Nunca ande de chinelo. Tenho visto principalmente nas praias, o pessoal põe os chinelos no guidom e anda descalço. Nunca faça isso!! No mais, boa sorte e que seus tombos sejam leves e sem dor. (Impossível não cair de vez em quando…)

Encorpada
Tenho uma CG 150 Sport, gostaria de dar uma encorpada como: colocar roda trazeira mais larga, trocar o tanque pelo da twister ou faiser 250. Como fazer ? É possivel ? Magno Augusto Nunes (55), Porto Alegre,RS
– É possível sim. Mas que mal lhe pergunte, porque vc não compra uma moto maior? Nunca vai ficar boa e sempre será a mesma moto, com características de um Frankenstein. Acho qua as alterações que se deve fazer devem ser para melhor adaptar-se à moto, sem desfigurar o conjunto que foi desenhado pela fábrica para ter um equilíbrio das condições gerais, seja na ciclística ou no motor, suspensão etc. Há um equilíbrio que não deve ser quebrado, sob pena de afetar todo o conjunto, inclusive na segurança. Essa deve ser sempre a máxima a ser observada pelo motociclista, a sua segurança na condução da moto. Pocure uma moto maior, que satisfaça as suas ambições e condições financeiras.

Dúvida
Boa tarde, sempre leio as cartas que o pessoal manda, e hoje eu tenho uma duvida:tenho uma cb 500 2002 e por causa do alto valor de seguro estou pensando em trocar ela por uma gsx 750 f 96, e pegar um dinheiro de volta, a moto é conhecida, de um amigo do meu pai, voce acha que realmente vale a pena trocar ela?? Depois será que é difícil quando eu querer vender ela?? Ela da muita dor de cabeça?? Obrigado… Rafael Morasi (22) Valinhos, SP
– A Suzuki GSXF 750 é uma boa moto, tanto quanto a CB500. Mas a diferença de idade para mim é comprometedora. A dificuldade de achar peças é maior, o material da moto já apresenta mais fadiga, tanto no desgaste pelo uso (que pode ser mínimo) quanto no vencimento do material plástico utilizado. Os plásticos de uma moto mais antiga ficam quebradiços com o tempo e se rompem sem esforço algum, sozinhos. ode ser interessante se o seu objetivo for o de ter uma moto antiga, para curtir. Para uso diário acho que uma mais nova é mais conveniente. A não ser que lhe seja inviável manter as despesas extras que você se referiu.

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Carlos Bittencourt é administrador de empresas e motociclista desde 1968, participou na década de 70 do grupo pioneiro do fora de estrada no Brasil, em parceria com Carlão Coachman, Julio Carone, Ronnie Hornet Kopenhagen, Emílio Camanzi entre outros, hoje tem junto com os irmãos Mario e Marcos Baptista de Castro uma empresa de prestação de serviços em motocicletas.