Yamaha-XSR900MONKEEBEAST_18

XSR 900 Monkeebeast no projeto Yamaha Yard Built

Mais uma moto dentro do projeto Yard Built, da Yamaha Europa, que surpreende pela mais pura expressão de força que transmite. Desta vez, trata-se de uma XSR 900 que se transformou de uma clássica touring para uma autêntica off-road, feita pela oficina de personalização Wrenchmonkees, de Copenhagen (Dinamarca).Yamaha-XSR900MONKEEBEAST_16

A dupla de dinamarqueses é muito conhecida no meio dos construtores e eles estão no centro do mundo da personalização e são peça central nas atividades do Projeto Yard Built da Yamaha. Eles são os responsáveis por várias personalizações que impressionaram vários engenheiros especialistas, sobretudo na linha Sport Heritage, incluindo a SR400, a XJR1300 e agora com esta XSR900.

Guerreira

Esta Yard Built XSR900 “Monkeebeast” toda em preto marca a imagem da dupla que a construiu e se caracteriza por sempre buscar romper com as tradições. Neste caso, a clássica XSR 900 deu lugar a uma moto que não guarda um estilo único, mas uma mescla de características que em sua essência mostra força e rebeldia. Lembra muito uma lutadora brutal dessas saídas dos quadrinhos, uma espécie de guerreira urbana construída para enfrentar tudo e todos, em qualquer terreno.

“Os Wrenchmonkees são dos construtores mais influentes do mundo das personalizações” comentou Christian Barelli, coordenador de marketing da Yamaha Motor Europe. “Trabalhamos com eles desde que iniciamos o projeto Yard Built e colaboramos em algumas máquinas verdadeiramente inovadoras e esta XSR 900 é brilhante e demonstra claramente que o design está em constante desenvolvimento e na linha da frente, pois com algumas modificações inteligentes, mas sem cortar ou soldar o quadro, é possível transformar a XSR 900 em algo completamente diferente”, disse Barelli.

Esta é uma XSR 900 original

Esta é uma XSR 900 original

A transformação da XSR 900 de uma motocicleta clássica estradeira para uma off-road fica clara pelas rodas Borrani raiadas e calçadas com pneus de cravos Continental TKC, aros 17″ com raios de 9 mm inoxidáveis em cubos de roda pretos. Na suspensão traseira foi usado um amortecedor K-Tech acompanhada por um freio a disco TRW com tubos hidráulicos de malha de aço. O banco do piloto foi feito especialmente pela Wrenchmonkees, as pedaleiras são Gilles Tooling modificadas com os apoios de enduro, o guidão é Magura e os punhos Biltwell Renegade.

E esta é a guerreira

E esta é a guerreira

Na dianteira o freio é Nissin com um cilindro principal radial e tubos hidráulicos de malha de aço. Os comandos usam botões Motogadget e a iluminação leva um farol no estilo da MT-03 e uma lanterna traseira em LED praticamente embutida no pequeno paralama. O ressonante tudo final do escapamento é da SC Project e a parte principal utiliza o escape da MT-09 modificado. O paralama traseiro é feito em alumínio pela Wrenchmonkees, assim como o dianteiro e a proteção do motor, que completam o aspecto guerreiro desta moto junto com a cobertura especial do tanque de combustível.Separador_motos



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.