Yamaha de Alex Barros permanece com problemas

Apesar de ter sido um segundo mais lento que o pole position Loris Capirossi, Alexandre Barros- Gauloises/Yamaha ir  largar apenas na 15a posi‡Æo amanhÆ, no GP da Espanha de MotoGP, 3a etapa do campeonato mundial que ser  disputado em Jerez de La Frontera.

O dia de treinamentos come‡ou muito bem para o piloto brasileiro que fez a terceira melhor marca na sessÆo livre matinal- Free Practice 2, marcando o ¢timo tempo de 1m42,649s e sendo superado apenas por Valentino Rossi e Tohru Ukawa. Na parte da tarde, no treino v lido para a forma‡Æo do grid, Alexandre Barros entrou na pista de uma forma excepcional, marcando 1m42,988s logo na sua segunda volta e com apenas onze minutos de treino j  contados.

A expectativa entÆo era de que com a op‡Æo de pneus j  definida e esses devidamente aquecidos, Barros poderia rodar pelo menos ainda meio segundo mais r pido e a¡ poder tentar uma posi‡Æo na primeira ou na segunda fila do grid. Mas isso acabou nÆo acontecendo devido a um problema que a moto apresenta desde o in¡cio da temporada e que terminou fazendo com que o piloto se acidentasse mais uma vez e perdesse um longo tempo no box. Para diminuir a a‡Æo do efeito conhecido como freio motor cada uma das f bricas que competem optou por um sistema diferente. A escolha da Yamaha foi por instalar um comando na inje‡Æo eletr“nica que mant‚m a moto um pouco acelerada, mesmo quando o piloto solta o acelerador. Com isso o freio motor ‚ diminu¡do, mas a pilotagem ‚ afetada. E quando solicitada ao extremo, como no caso de uma corrida, acaba por prejudicar a forma de pilotar, colocando o piloto sob um risco muito maior.

S¢ no caso de Alexandre Barros essa caracter¡stica da moto j  fez com que ele se acidentasse diversas vezes neste ano. Mas ainda assim o piloto permanece animado para a corrida.

Grid de largada do GP da Espanha de MotoGP:

1- Loris Capirossi (ITA), Ducati, 1m41,983s
2- Troy Bayliss (AUS), Ducati, 1m41,993s
3- Max Biaggi (ITA), Honda, 1m42,124s
4- Tohru Ukawa (JPN), Honda, 1m42,258s
5- Valentino Rossi (ITA), Honda, 1m42,276s
6- Sete Gibernau (SPA), Honda, 1m42,285s
7- John Hopkins (USA), Suzuki, 1m42,579s
8- Nobuatsu Aoki (JPN), Proton, 1m42,609s
9- Olivier Jacque (FRA), Gauloises/Yamaha, 1m42,643s
10- Carlos Checa (SPA), Yamaha, 1m42,711s
11- Colin Edwards (USA), Aprilia, 1m42,751s
12- Makoto Tamada (JPN), Honda, 1m42,827s
13- Shinya Nakano (JPN), Yamaha, 1m42,906s
14- Jeremy McWilliams (GBR), Proton, 1m42,985s
15- Alexandre Barros (BRA), Gauloises/Yamaha, 1m42,986s
16- Marco Melandri (ITA), Yamaha, 1m43,020s
17- Kenny Roberts (USA), Suzuki, 1m43,026s
18- Noriyuki Haga (JPN), Aprilia, 1m43,269s
19- Nick Hayden (USA), Honda, 1m43,474s
20- Andrew Pitt (AUS), Kawasaki, 1m43,880s
21- Alex Hofmann, Kawasaki, 1m44,702s
22- Garry McCoy (AUS), Kawasaki, 1m44,945s