Carlos Campano encara a pista arenosa de Aracaju neste fim de semana com o objetivo de se manter líder da MX1

Yamaha Grupo Geração Monster Energy disputa 6ª etapa do Brasileiro de MX em Aracaju (SE)

Carlos Campano encara a pista arenosa de Aracaju neste fim de semana com o objetivo de se manter líder da MX1

Carlos Campano encara a pista arenosa de Aracaju neste fim de semana com o objetivo de se manter líder da MX1

A Yamaha Grupo Geração Monster Energy Circuit disputa a sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross neste fim de semana, 21 e 22 de julho, que será realizada na pista arenosa de Aracaju, Sergipe. Carlos Campano lidera a principal categoria da competição, a MX1, com 210 pontos e tem traçada a estratégia para manter a vantagem sobre os adversários.

“Até o fim do campeonato teremos mais três corridas (Aracaju, Anchieta e Dourados) e, para me manter em primeiro lugar, preciso andar na frente e somar o maior número de pontos. Daqui por diante não poderão mais ocorrer quedas e devo evitar ao máximo qualquer possibilidade de lesão”, avalia.

Depois de abrir 14 pontos de vantagem no Brasileiro de Motocross, o espanhol enfrentou dificuldades nas últimas etapas da competição. “Tive problemas com a moto, com pneus e uma lesão que prejudicaram meu desempenho. Mas, voltei a viver um bom momento e, mesmo sem diferença na pontuação, quero buscar os melhores resultados”, comenta o piloto que conquistou o título da MX Pró na Superliga Brasil de Motocross no último domingo, 15 de julho.

Na MX2, Gabriel Gentil também retorna às provas do Brasileiro de Motocross depois de sofrer um grave acidente na abertura do campeonato, em abril. “Voltei às competições há uma semana, portanto, se eu terminar a etapa de Aracaju entre os dez primeiros colocados já estarei feliz. Neste momento, preciso ganhar ritmo de corrida e ainda não me sinto confortável sobre a moto”, comenta.

O time estará completo com João Ribeiro também na classe 250cc. O piloto ocupa a nona colocação geral no campeonato e deseja repetir o bom desempenho na final da Superliga Brasil de Motocross, quando terminou a etapa na quinta colocação. “Estou melhorando meu ritmo de corrida e espero alcançar novamente um lugar no pódio neste fim de semana em Aracaju”, completa.

A equipe é patrocinada por Yamaha, Grupo Geração, Monster Energy e Circuit, com co-patrocínio de Yamalube, Mormaii, ProX, Yoshimura, Rinaldi, Pirelli e Vaz.

Classificação:

MX1
1) Carlos Campano – 210 pontos 2) Adam Chatfield – 209 pontos
3) Wellington Garcia – 181 pontos
4) Antonio Balbi Júnior – 179 pontos
5) Leandro Silva – 171 pontos

MX2
1) Hector Assunção – 200 pontos
2) Eduardo Lima – 172 pontos
3) Anderson Amaral – 156 pontos
4) Leonardo Lizzot – 145 pontos
5) Marçal Muller – 140 pontos
9) João Ribeiro – 82 pontos