Zandavalli acidentou-se na quinta volta da corrida em Interlagos

Zandavalli em acidente na 1ª etapa do Pirelli Mobil Superbike

Zandavalli acidentou-se na quinta volta da corrida em Interlagos

Zandavalli acidentou-se na quinta volta da corrida em Interlagos

Paranaense foi atendido no Hospital Albert Einstein e pode ser submetido a uma cirurgia após acidente em corrida vencida por seu companheiro

Um sério acidente na abertura da quinta volta encerrou neste domingo (27) a participação do paranaense Maycon Zandavalli na primeira etapa do Pirelli Mobil Superbike.

O piloto da Spiga Racing, que largou em sexto, era vice-líder da corrida, disputada no autódromo paulista de Interlagos, quando caiu na tentativa de defender a posição da pressão exercida pelo paulista Bruno Corano. A vitória foi de Heber Pedrosa Santos, companheiro de equipe de Zandavalli.

O acidente fez com que a prova passasse a transcorrer sob bandeira amarela, com os pilotos em ritmo lento. A relargada foi só dada sete voltas depois – tempo que a equipe médica despendeu ao atendimento inicial ao piloto ainda na pista. Zandavalli foi levado consciente e conversando com os médicos ao Hospital Albert Einstein. Antônio “Spiga” Finardi, chefe de sua equipe, acompanhou-o. Há o risco do piloto ter de ser submetido a uma cirurgia.
Pedrosa, o outro piloto da Spiga Racing, largou em quarto e assumiu a liderança ainda antes da primeira curva de corrida. Dada a relargada para as três voltas finais, suportou a pressão de Corano para levar sua Honda à primeira vitória na classe principal do Superbike Series Brasil. Corano, de Suzuki, foi segundo, com José Luís “Cachorrão” Júnior, de BMW, em terceiro. O Pirelli Mobil Superbike terá sua segunda etapa no dia 27 de março, em Interlagos.