Zanol busca experiência e conhecimento da moto para chegar no Dacar mais preparado

Zanol busca experiência no Rally do Marrocos

Zanol busca experiência e conhecimento da moto para chegar no Dacar mais preparado

Zanol busca experiência e conhecimento da moto para chegar no Dacar mais preparado

Com bagagem e experiência internacionais, em provas na Europa e América do Sul, o piloto da Team HRC, Felipe Zanol, parte para um desafio inédito na carreira. O Rally do Marrocos, que acontece entre os dias 15 e 20 de outubro, será a primeira competição do brasileiro no continente que foi palco por vários anos do antigo Paris Dakar. Zanol embarcou nesta terça (9) para Madri, na Espanha. A viagem do mineiro também passará por Casablanca e Ouarzazate, já em território marroquino.

Apesar de demonstrar tranquilidade, Zanol não esconde a ansiedade em acelerar com a Honda CRF 450 Rally. O mineiro enfrentará nos seis dias de prova 2074 quilômetros de percurso total, sendo 1544 de trechos cronometrados (especiais). “Sempre bate um frio na barriga, mas é algo normal. Espero que o tempo passe logo, pois quero competir”, coloca o mineiro, que aponta o principal motivo de sua participação na competição africana. “Estou super animado e motivado. Será bom para ter uma noção de como estou em relação ao principais competidores da atualidade. Mas meu objetivo é acertar a moto e verificar todos os detalhes para chegar em perfeitas condições ao Rally Dakar. O resultado no Marrocos não será essencial”, complementa.

O Rally do Marrocos terá 56 pilotos na categoria motos, entre eles quatro companheiros de equipe de Zanol: Helder Rodrigues (Portugal), Sam Sunderland (Reino Unido), Javier Pizzolito (Argentina) e Johnny Campbell (EUA). Nomes como Marc Coma, Cyril Despres, Jordi Viladoms, Paulo Gonçalves, Jakub Przygonski, Chaleco Lopez, David Fretigne, Jacek Czachor e David Casteau também estão na lista da competição. A prova será disputada em duas cidades: Erfoud, sede das três primeiras largadas das especiais, e Zagora, local das três etapas finais.

Ciente das dificuldades dos trechos de areia e dunas que terá pelo caminho, Zanol se apoia no resultado obtido no Rally dos Sertões deste ano, em que foi campeão da prova realizada também em terreno arenoso. “O Sertões foi um ótimo treino. Consegui me adaptar à areia e fazer uma boa competição. Agora vou para África e terei um terreno semelhante. Isso me conforta, mas o trabalho não será menos duro. É necessário ter foco total, não se desgastar e completar bem as especiais”, afirma.

Antes de acelerar no Rally do Marrocos, o brasileiro passará por dois dias de testes específicos com a Honda CRF 450 Rally. “Depois de minha viagem ao Japão, este será o primeiro contato com a moto já pronta. Preciso conversar com a equipe e ver se será necessário acertar algo. Nossa intenção é deixá-la preparada para o Rally Dakar”, finaliza.

Programação Rally do Marrocos:

Domingo (14/10)
Controle administrativo e técnico

Segunda-feira (15/10) – primeira etapa
Cidade: Erfoud
Deslocamento inicial: 17 quilômetros
Trecho de Especial: 271 quilômetros
Deslocamento final: 25 quilômetros
Total: 313 quilômetros

Terça-feira (16/10) – segunda etapa
Cidade: Erfoud
Deslocamento inicial: 27 quilômetros
Trecho de Especial: 315 quilômetros
Deslocamento final: 17 quilômetros
Total: 359 quilômetros

Quarta-feira (17/10) – terceira etapa
Cidades: Erfoud a Zagora
Deslocamento inicial: 17 quilômetros
Trecho de Especial: 291 quilômetros
Deslocamento final: 49 quilômetros
Total: 357 quilômetros

Quinta-feira (18/10) – quarta etapa
Cidade: Zagora
Deslocamento inicial: 65 quilômetros
Trecho de Especial: 250 quilômetros
Deslocamento final: 97 quilômetros
Total: 412 quilômetros

Sexta-feira (19/10) – quinta etapa
Cidade: Zagora
Deslocamento inicial: 97 quilômetros
Trecho de Especial: 246 quilômetros
Deslocamento final: 84 quilômetros
Total: 427 quilômetros

Sábado (20/10)  – sexta etapa
Cidade: Zagora
Deslocamento inicial: 9 quilômetros
Trecho de Especial: 171 quilômetros
Deslocamento final: 26 quilômetros
Total: 206 quilômetros