Zanol retorna com força total e vence novamente na Pakato

Sabrina Katana foi a vencedora da nova categoria Feminina que estreou na 3ª etapa da Copa Pakato de Enduro em Guararema (SP)

Sabrina Katana foi a vencedora da nova categoria Feminina que estreou na 3ª etapa da Copa Pakato de Enduro em Guararema (SP)

Os obstáculos naturais do percurso fizeram da terceira etapa da Copa Pakato de Enduro uma das mais interessantes do campeonato até aqui. A cidade de Guararema, no interior de São Paulo, recebeu a prova no último final de semana.

A disputa foi grande em todas as categorias, porém, com um gostinho especial na categoria Elite que contou com uma boa briga entre os mineiros Felipe Zanol e Nielsen Bueno. Os dois terminaram bem perto nas duas primeiras posições. A surpresa foi o abandono de Júlio Cesar Zavatti, o Bissinho, até então líder do campeonato, que teve de deixar a prova com problemas mecânicos na moto.

O dia começou com muito sol, mas terminou com uma chuva forte que acabou impedindo boa parte dos pilotos de terminar a etapa. O Extreme Test, a grande atração para o público, foi realizado na antiga estação de trem, no Centro de Eventos Nogueira. O trecho repleto de troncos dificultou bastante a vida dos competidores. Porém, mesmo com as dificuldades, os participantes não pouparam elogios à etapa. No meio das trilhas o tipo de solo foi completamente diferente, com buracos e raízes, por isso, quando a chuva chegou, muitos dos concorrentes não conseguiram completar o percurso.

A principal categoria da prova, a Elite, começou a pegar fogo desde o início. Vencedor da última etapa, em Ribeirão Pires, Bissinho largou na frente, mas Zanol conseguiu fechar a primeira volta com vantagem. Mesmo depois de andar bem próximo do ponteiro e de Nielsen Bueno que também disputava a posição, o paulista não conseguiu acompanhar o ritmo dos adversários. Durante a segunda volta, o parafuso da tampa do óleo da moto de Bissinho se soltou e, com medo de fundir o motor por conta da perda de óleo, o piloto preferiu abandonar a prova.

Depois disso, o caminho ficou livre para a disputa dos mineiros. Zanol, mesmo ainda se recuperando de lesão, mostrou toda a experiência das provas nacionais e internacionais e conseguiu levar a etapa para casa. “Foi um bom retorno, nas últimas semanas consegui treinar bem. Estou quase 100%. Sinto um pouco a lesão ainda, o que dá uma certa insegurança, mas acho que com o tempo e a sequência de corridas vou conseguir voltar ao ritmo novamente”, revelou.

O piloto da equipe Gas Gas também teve problemas durante a prova, mas soube superá-los para levar a vitória. “Quanto à corrida, foi muito legal, um terreno diferente, bem liso e molhado. Consegui fazer uma boa etapa, apesar de ficar sem freio traseiro em uma das Especiais. Acredito que ainda por esta insegurança, também deixei a moto morrer em outra Especial, mas o resultado foi muito bom e só o fato de terminar a prova sem cair e sem me machucar já é bom. Agora é dar continuidade nas próximas fases”.

Apesar de não ter conseguido cumprir esta etapa, Bissinho ainda segue confiante para o restante do campeonato. “Foi uma prova complicada, com este problema em um parafuso do motor da minha moto, que me tirou da disputa. Agora é me preparar para a próxima fase. Não podemos abaixar a cabeça. É preciso manter a motivação para a prova seguinte”, disse o piloto da Sherco.

As outras categorias também protagonizaram grandes disputas, incluindo a Feminina que estreou na competição que conta cada vez mais com a participação das mulheres. A mineira Sabrina Katana deixou o circuito com a vitória na categoria.

Cada vez mais, a competição conta com a participação de pilotos de diferentes Estados e cidades. “Estamos no caminho certo, sempre procurando fazer a melhor prova e inovando sempre. Alguns atropelos acontecem, mas sempre vamos tentar inovar para fazer o melhor do Enduro no Brasil. Nesta prova tivemos piloto de Goiânia (GO) que rodou mais de mil quilômetros para vir participar, além de representantes de Santa Catarina, Rio de Janeiro, Paraná, Minas Gerais e de todas as regiões do Estado de São Paulo. Só tenho a agradecer”, comemorou o organizador da prova Fábio Simões, do Adrenatrilha Trail Clube.

Excepcionalmente, os resultados desta etapa da Copa Pakato tiveram um atraso, devido ao sistema de cronometragem GPS, que foi utilizado pela primeira vez na competição. A empresa fornecedora do equipamento se responsabilizou inteiramente pelo ocorrido e, por isso, a organização do evento resolveu apurar mais uma vez os resultados para que não houvesse nenhum equívoco. “Por ser um sistema novo, foram analisados os tempos de todos os pilotos e os CH’s para a divulgação de um resultado sem dúvidas e transparente. Para nós, foi um descontentamento muito grande com a cronometragem que havia dado 100% de garantia que tudo sairia bem. Para os pilotos que pagaram um valor maior pela inscrição por conta da utilização do sistema, faremos um desconto para a próxima etapa que será realizada no dia 5 de junho, em Biritiba Mirim (SP)”, completou Simões lembrando que o equipamento não será utilizado novamente.

A Copa Pakato de Enduro é organizada pelo Adrenatrilha Trail Clube, com patrocínio da Pakato Racing Parts e Acessories.

Elite
001 – 002 – Felipe Augusto Miranda Zanol
002 – 004 – Nielsen Paraiso Bueno
003 – 005 – Sthenio Roberto P. Da Silva
004 – 008 – Marcio Rogerio Do Nascimento
005 – 006 – Felipe Augusto Pacheco Limonta

Enduro 1
001 – 010 – Humberto Cadori Filho
002 – 012 – Fernando Teixeira De Carvalho
003 – 015 – Denis Cristian Reis Queiroz
004 – 017 – Luis Fernando Zotelli
005 – 014 – Peterson Rebechi

Enduro 2
001 – 022 – Felipe Alves Legarrea
002 – 020 – Vinicius Calafati Ribeiro
003 – 023 – Romulo Bottrel Alvarenga Neto
004 – 024 – Marcio Tazinazzo (grandao)
005 – 031 – Clericson Alan (kison)

Enduro 3
001 – 040 – Deividy De Zorzi
002 – 035 – Jose Roberto M. Polaz
003 – 039 – Orivaldo Francisco Palatin Junior
004 – 037 – Giovanni C Galzerano
005 – 036 – Fabio Rufato

Enduro 4
001 – 052 – Thiago A. Christofoletti
002 – 046 – Gustavo Marabello Varsone
003 – 045 – Claudiney Da Silva Couto
004 – 044 – Eduardo Tadashi Shiga
005 – 048 – Eurico Borgonovi

Enduro 5
001 – 056 – Antonio Diogo Biasetto
002 – 058 – Luciano De Menezes
003 – 057 – Leonardo Da Graca Ribeiro
004 – 059 – Emerson George Pradela
005 – 060 – Leandro Sbrissa

Enduro 6
001 – 090 – Carlos Renato De Paula
002 – 085 – Dalton Ramos Da Cunha
003 – 091 – Anderson Rezende (chico Sta Barbara
004 – 087 – Julio Cesar Pereira
005 – 084 – Jean Pierre Buttazzi Jr.

Enduro 7
001 – 103 – Washington Da Silva
002 – 099 – Adalberto Gerez
003 – 101 – Dimas Mattos
004 – 107 – Paulo Cesar Ascencao Zenha
005 – 102 – Carlos Alberto De Sessa

Enduro 8
001 – 116 – Valdir De Toledo (dil)
002 – 115 – Lucas Yoshio Ohara
003 – 128 – Rafael Paschoalin
004 – 129 – Alexandre Ferreira Balbino
005 – 117 – Cleber Alvarez (clebinho)

Enduro 9
001 – 134 – Fabio Henrique Almeida Cardoso
002 – 135 – Oswaldo Almeida Viana Filho
003 – 140 – Leandro Paulino Ferraresi
004 – 136 – Francisco Pereira Justo
005 – 139 – Claudio Gotardo