Zonas Norte e Sul da Capital(SP) serão próximos alvos de pesquisa sobre álcool e direção

Nesta sexta (23) e s bado (24), das 23h …s 2h, Unifesp, Sincor-SP e Prefeitura de SÆo Paulo darÆo continuidade …s blitze pedag¢gicas para avaliar o ¡ndice de teor alco¢lico dos motoristas que circulam … noite em pontos com alta concentra‡Æo de bares e restaurantes da cidade.

Nas blitze anteriores, foram avaliados 687 motoristas e cerca de 18% haviam ingerido  lcool acima do aceit vel.

A pesquisa da Unidade de Pesquisa em µlcool e Drogas (UNIAD) da Unifesp, em conjunto com o Conselho Municipal de Pol¡ticas P£blicas de Drogas e µlcool de SÆo Paulo (Comuda) retomar  as abordagens, sem car ter punitivo, nas zonas Norte e Sul da cidade. Os condutores que aceitarem participar do estudo serÆo convidados a responder a um question rio e fazer uso de baf“metros para medir seu grau de alcoolemia.

Desde que foi lan‡ada, em novembro do ano passado, a pesquisa j  reuniu dados de 687 ve¡culos, em trˆs blitze realizadas em diferentes pontos da cidade e os resultados nÆo sÆo nada animadores. Cerca de 18% dos condutores abordados apresentaram alcoolemia superior ao permitido pelo C¢digo Nacional de Trƒnsito, de 0,06 gramas por litro de sangue; e 21,4% registraram n¡veis alco¢licos entre 0,01 e 0,05%. O intuito ‚ alcan‡ar, no total, 2.500 entrevistas.

A iniciativa, que conta com o patroc¡nio do Sindicato dos Corretores de Seguros de SÆo Paulo (Sincor-SP) e apoio da Guarda Civil Metropolitana, Companhia de Engenharia de Tr fego (CET) e Pol¡cia Militar do Estado de SÆo Paulo, nÆo tem apenas o objetivo de levantar dados referentes ao comportamento de beber e dirigir, mas, tamb‚m, o de orientar interven‡äes para reduzir os problemas relacionados ao consumo de  lcool na cidade de SÆo Paulo.

S‚rgio Duailibi, um dos coordenadores da pesquisa, afirma que v rios estudos mostram os riscos de beber e dirigir, pois mesmo baixos n¡veis de  lcool no sangue sÆo suficientes para diminuir a eficiˆncia cerebral, ocular e a resposta muscular. Ainda de acordo com o pesquisador, o consumo de bebidas alco¢licas pode reduzir a visÆo noturna em 25% e a velocidade do tempo de rea‡Æo entre 10% e 30%. “Estes efeitos sÆo mais intensos em adultos jovens. o risco de acidentes aumenta ap¢s uma £nica dose de bebida, dobra ap¢s duas doses e aumenta em dez vezes ap¢s cinco doses”, explica.