Triumph Tiger Explorer

A Triumph Tiger

Triumph Tiger Explorer - Aventura total- agora no Brasil

Adventure touring – Ou a característica mais desejada nas motocicletas de hoje, talvez seja essa. Turismo de aventura. A vontade de subir numa moto, colocar a bagagem e sumir no mapa, ou melhor seguir a sua rota anteriormente traçada cuidadosamente no seu GPS.

Tiger Explorer - A moto de aventura com três cilindros que é ao mesmo tempo potente e compacta

Moto de aventura com três cilindros em linha que consegue ser ao mesmo tempo potente e compacta

Todo motociclista brasileiro conhece alguem que já foi, vai ou que quer ir a uma viagem de aventura pela Patagônia, Chile, ou até mesmo nos confins remotos e distantes do nosso país. Para eles é que existe esse tipo de moto e essa que a Triumph oferece mostrou ser uma das melhores escolhas. Ficamos na expectativa de fazer um teste completo.

Tiger explorer tanque de 20 litros para grande autonomia

Tiger explorer tanque de 20 litros para grande autonomia

A Tiger Explorer usa um motor de três cilindros com 1.215 cc, que produz 137 cavalos, e 121 Nm de torque. São os maiores números dessa categoria e assim, permitem ultrapassagens seguras e muita reserva de potência para garantir emoção e conforto ao mesmo tempo.  Acelerador eletrônico “ride-by-wire”, piloto automático, controle de tração e freios ABS, são itens de série no modelo. A transmissão por eixo cardan, possibilita aos usuários realizar viagens de longa duração e ficar livres de manutenção. Pode-se rodar cerca de 16.000 quilômetros entre as revisões, sem qualquer intervenção na transmissão.

A posição de pilotagem é ajustável, com o assento de série oferecendo duas alturas: 840 e 860 mm. Ainda estão disponíveis banco mais alto e mais baixo. O para-brisa e guidão são ajustáveis também para se adequarem às preferências individuais de cada piloto. Para o garupa há um um largo assento equipado com grandes alças para conforto e segurança.

Chassi treliçado usa o motor como parte da estrutura

Chassi treliçado usa o motor como parte da estrutura

O chassi é em tubos de aço treliçado e apresenta um visual que remete aos outros modelos da família Triumph. O monobraço traseiro deixa a roda de 17 polegadas exposta e por dentro passa o eixo cardan. O garfo dianteiro consiste de tubos de 46 mm de diâmetro, ajustável na pré carga da mola. Isso permite ao piloto adequar a Tiger Explorer às suas necessidades individuais assim como às suas condições de pilotagem. O sistema de freios tem dois discos de 305 mm, mordidos por pinças Nissin de quatro pistões. O sistema ABS  pode ser desligado pelo condutor para que não interfira na condução em estradas de pouca tração como terra, barro ou areia.

Triumph Tiger Explorer com todos equipamentos

Triumph Tiger Explorer com todos equipamentos

 

O painel de instrumentos é em LCD, operado por meio de botões no guidão. Dispõe de computador de bordo que mostra temperatura do ar, consumo de combustível e média de velocidade. O painel também vem pré-configurado para o sistema de monitoramento da pressão dos pneus, esse sistema estará disponível como item opcional. A chave é codificada com imobilizador e vem como item de série. O sistema de malas laterais também são opcionais. Proporcionam capacidade de até 60 litros de bagagem, enquanto o chamado top case oferece mais 35 litros de capacidade, cabendo um capacete.

Se você tem uma Triumph, opine sobre ela!
Acesse agora mesmo: Guia de Motos – Motonline
A suspensão traseira da Tiger conta com balança monobraço em paralelograma e eixo cardan

A suspensão traseira da Tiger conta com balança monobraço em paralelograma e eixo cardan. O efeito é que o arco que a roda percorre no curso da suspensão é muito maior, quase uma linha reta

Comentários Imprimir

Destaques do Motonline


Comentários

Ao postar um comentário você concorda com as Regras para a postagem do Motonline