Todas as avaliações do usuário

Avaliação de Marcelo Akira em 02/08/2012

Avaliou moto Suzuki EN 125 YES SE 2009

Comentários:
Tenho essa YES desde Zero KM. No primeiro ano, com ela original e dentro da garantia fiz todas as revisões e em um ano completou 12k KM. Após completar 1 ano e vencer a garantia, minha primeira modificação foi fazer o macete do tubo (tá no YouTube), fora a mudança na posição da agulha, mantive a posição original, a motoquinha melhorou muito, Antes dessa alteração, a moto fazia 28km/l (com cabo torcido), sempre usando gasolina Premium (Ipiranga) ou Pódium (BR), depois passou a fazer 29,5km/l e além disso, a velocidade final passou de 105-110km/h para 115-120km/h, não parece muito, mas quando rodamos na DUTRA (BR116) ou qualquer outra estrada de SP, faz diferença. Sem pressão do vento ela chega aos 130, com muito custo mas chega. Já fiz 45km/l com gasolina pódium (BR) e gasolina premium (Ipiranga). O mínimo que fiz foi 24KM/l com gasolina comum, devia estar batizada, só enchi o tanque 3 vezes com gasolina comum. Com aditivada faz praticamente a mesma KM/L da gasolina premium, mas com a premium a moto tem muito mais força. Troquei também os pneus, os originais Pirelli MT65 (2.75; 90/90) que duraram 10k KM, ambos, pelos CityDaemon (90/90 na dianteira e 100/90 na trazeira). Confesso que com essa mudança a dirigibilidade da moto ficou ruim, ou seja, demora para mudar de um lado para outro. A moto está com 24k KM, ou seja esses pneus já duraram 14k. O dianteiro 90/90 nem parece utilizado mas o trazeiro está quase na hora de trocar. Quando for trocar, mudarei para 80/100 na dianteira e 110/80 ou 110/90 na trazeira. Minha segunda modificação foi alterar a vela Original que é CR8E para CR7E e trocar o pinhão para 15 (o original da Yes é 14), não mudou muito a velocidade final (chega a 123 mais nou menos), mas as marchas de 1 a 4, vixi, ficou um canhão, Titan 150 ESD e Ybr 150 ficam longe. Não houve alteração no consumo de combustível, bem na verdade em vez dela fazer 29,5km/l ela fazia 29. Não cheguei a testar o máximo, mas imagino que ficaria próximo a 40km/l. Minha Terceira modificação foi Mudar o Cilindro/Anel/junta aumentando a cilindrada para 150. O bom é que só mexe no tamanho da camisa do cabeçote, já que o cilindro da 150 (GSR150i) é mais largo que o da YES. É estranho pensar que o côncavo do cabeçote onde ficam as válvulas e o comando não precisa alterar, ficou da 125, mas com a área maior do cilindro, aumentou bastante a compressão. Não sei pra quanto foi, mas imagino que esteja perto de 11:1 (o original é 9,2:1)., além disso o torque aumentou bastante, também não sei os valores (precisaria testar no dinamometro) mas acho que deve ter pulado para uns 1,4 ou 1,5. Quando a moto ficou pronta e com pinhão e coroa originais (14/43 respectivamente) eu quase não conseguia tempo para mudar de marcha, subia tão rápido que de 1 para 4 levava uns poucos metros. Voltei para o pinhão 15, mesmo assim a agilidade na mudança das marchas ainda era muita. Não marquei, mas para atingir os 80Km/h levava uns 7 segundos, imagino. A Velocidade final continuou a mesma mas a arrancada parece com a de uma Yamaha Fazer, mas não é. Então mudei a coroa para 39, MINHA NOSSA, agora sim a arrancada parece a de uma FAZER, até chegar a terceira marcha, porque aí a FAZER vai embora. Mesmo mudando a coroa para 39 e mantendo o pinhão 15 a velocidade final não mudou muito ela agora chega em quinta aos 125-130km/h, e o mais importante, independente da subida a PERDA de VELOCIDADE é mínima. Contudo, quando a moto atinge cerca de 10000 RPMs ela não anda mais, mesmo na maior descida do planeta. Não satisfeito ainda, (4 modificação) novamente troquei o pinhão, agora coloquei o 16. Pinhão 16 X Coroa 39 e motor 150 é ótimo até a 4 marcha, que chega a 115!!! a 3 marcha bate os 90KM/h (11000 RPMs), mas a 5 marcha fica um porre...... aos 7800 RPMs em quinta marcha está a velocidade de 110KM/h, ela puxa até os 9000 RPMs estando a pouco mais de 130KM/h (132, 133) mas demora um bocado.... Se pegar um descidão, aí sim, chega aos 140. Não estou satisfeito ainda, vou colocar hoje (01/08/2012) a coroa original (43), ela deve atingir os 11000 RPMs e chegar aos 130km/h fácil fácil..... Depois eu conto....... Ah, uma coisa muito importante, os valores expressos aqui são os mais próximos do real, já que foi medido com GPS, acompanhado de um carro 1.0 e uma moto Fazer. Não é igual aos que falam ou colocam por aí filminhos a 140km/h e nem sabem que a p.... do ponteiro fica doido a partir dos 110, isso vale para qualquer 125 ou 150, uma questão de princípio mecânico do velocímetro dessas motos.
Pros:
1) Ótima para andar na cidade (no trânsito de São Paulo). 2) Econômica. 3) Ótima potência, especialmente se alterar o pinhão para 15. 4) Não é a melhor para a estrada mas a minha chega fácil aos 110, de cara pro vento. 5) Em São Paulo é fácil de encontrar peças tanto as originais quanto as paralelas, se não tem nas concessionárias é só ir na Rua General Osório ou nas proximidades da Rua Santa Efigênia. 6) Não é visada como a CG ou a YBr e quem se aventura a pagar seguro (Porto Seguro) é muito barato se compararmos as hondas ou yamahas. (R$900,00 para YES, 4500,00 para CG Titan e 3500 a 4000 para Ybr). 7) Motor é confiável, câmbio confortável, melhor posição de pilotagem dentre a categoria (tenho 1,67 de altura). 8) A dirigibilidade não é tão boa quanto a honda mas é mais fácil mudar de direção com a yes. 9) Já fiz 45km/l com gasolina pódium (BR) e gasolina premium (Ipiranga).
Contras:
1) Gidon largo, poderia ser um pouco mais curto, mas não como o da CG. 2) A caixa de direção realmente é um problema, dura mais ou menos 15k km, mas não é caro a troca (peça original). Mas qualquer peça Suziki é cara se comparada as motos honda 125 ou 150, mesmo porque você encontra peças em qualquer biboca.... 3) As partes pláticas, em especial as tampas laterais, quebram com facilidade.

Condições do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Tipo de Uso
Transporte
Terreno Testado
Urbano, Estrada
Quilometragem
24200
Manutenção
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção
Normal
5
4.5
5
5
4
5
5