Todas as avaliações do usuário

Avaliação de Marcelo em 07/09/2012

Avaliou moto Suzuki GSX R 1300 Hayabusa 2007

Comentários:
Moto pra quem $pode$, e tem juízo! Uma verdadeira lenda sobre rodas, não é a toa que praticamente desde 1999 ano do seu lançamento até nos dias de hoje é a mais veloz do mundo podendo superar os 320km/h, dá-le Hayabusa "O Falcão Peregrino que comeu o pássaro preto da Honda", que voe eternamente...
Pros:
Moto "dócil", pode ser pilotada por "qualquer" motoboy, mulher etc... tem a suspensão toda regulável que não dá sustos, transmite muita segurança e é muito suave quando se quer. Faz curvas muito... bem! Embora não pareça devido o seu tamanho e peso, até parece um trem sobre trilhos tamanha a segurança e estabilidade, torque "monstro" excelente para ultrapassagens rápidas, Não precisar ficar trocando marchas. você pode estar a 70km/h ou a 300km/h na mesma marcha, é aceleração sem fim na mesma marcha. Posição de pilotagem muito... mais agradável do que nas motos esportivas "comuns". "Baixo" consumo de combustível 15,5km/l, peças "baratas" pela internet. Ideal para viajar com garupa, proteção aerodinâmica 100%, estabilidade e força bruta em qualquer situação, freios excelentes, não dá problema "nunca", chama atenção sempre, seja pelas gatinhas ou em rodas de amigos e curiosos. Nas cidades do interior onde são raras de se achar parece até uma "espaçonave" faz o maior sucesso, todos olham, dá pra "pegar" até a mulher do prefeito. kkk A moto é incrível!!
Contras:
A moto em si não é barata, mas pra quem $pode$ não tem melhor! Um pouco "pesada" nos primeiros 5mim, pois já vem com amortecedor de direção que deixa o curvar parado (Manobrar) ou em baixa velocidade um pouco "diferente" mais lento (Não é ruim), isso só no início depois se acostuma e até se acha melhor assim. Tem as ponteiras em formato de gosto duvidoso, defeito de quase todas motos Suzuki. As ponteiras originais "escondem" o ronco forte e profundo de 1300cc de dar inveja até nas "7galo", o ronco com escapamento esportivo é de arrepiar "lindo demais", com o original é bom mas menos intenso. A moto é tão "gostosa" que pode inspirar acelerar aumentando o risco de multas, isto é mais uma característica do que um defeito. Pensei muito procurando defeitos, mas não achei realmente mais nada.

Condições do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Tipo de Uso
Lazer
Terreno Testado
Urbano, Estrada
Quilometragem
9500
Manutenção
Custo de Mantenção
5
4.5
4.5
5
5
4
5

Avaliação de Marcelo em 07/09/2012

Avaliou moto Yamaha YS 250 Fazer 2010

Comentários:
Ë uma moto maravilhosa muito bem nascida! Tem pequenos defeitos que a falta de "capricho" da Yamaha ainda permitem ter até hoje. Acorda Yamaha o bom é inimigo do ótimo! Esta moto merece mais atenção e correção aos "detalhes".
Pros:
Moto com excelente estabilidade pra quem gosta dá pra fazer curvas legal até a 140km/h. Muito... econômica, andando a 80km/h faz mais de 30km/l se acelerar tudo o tempo todo não faz menos de 25km/l e no dia a dia faz comigo entre 27 e 28,5 numa boa andando legal. Excelente autonomia com tanque de 19,2L dá pra rodar até 600km "na manha". Freios excelentes recomendo colocar pastilhas semi-metálica e deixar os cabos levemente folgado. Um dica "macete" pra ela andar ainda mais solta e correr mais é deixar a corrente mais folgada do que o original recomendado. Peças muito baratas. Pneus originais que dão total segurança. Posição de pilotagem confortável para o piloto e o garupa ideal para encarar até longas viagens (Já rodei mais de 1000km em dois dias numa boa rodando horas sem parar), retrovisores com ótima visibilidade. Motor moderno e robusto não dá problemas! Troca de óleo barato Yamalube a cada 5.000/km e filtro a cada 10.000. Suspensão traseira com 5 regulagens (ótimo), Gastando pouco dá pra colocar alongador de suspensão e eliminador de para-lamas que a deixam com visual mais bonito e mais alta que a Hornet. Na cidade não existe outra melhor, arranca com força e faz curvas como uma bicicleta! Na estrada sobe serras a 120km/h numa boa e na reta até seu limite 150km/h é excelente também!
Contras:
Peças originais de baixa qualidade sendo algumas fabricadas na china. haste dos retrovisores enferrujam facilmente, rodas que descascam a tinta, nas mais antigas o farol ilumina pouco, mas "aceita lampada de 55w normalmente", o famoso anel do TPS de borracha da injeção que "derrete" com o tempo ou -/+ 20.000km e faz a moto dar tiros (Estouros), aumenta o consumo, faz ficar fora de ponto e "morrer a toa". O pedal da embreagem que vai endurecendo com o tempo, más tem jeito regulando o cabo da embreagem e lubrificando, mas nem na autorizada eles resolvem isso direito e costumam dizer que é normal. O anel do bujão de óleo (Uma arruela de R$2,00) que sempre precisa trocar, o cano do escapamento que sai do motor que muda de cor rápido. A "ridícula" muito feia tampa do tanque. O barulho do motor que é meio estranho (Mas é normal), com +/- 20.000km a ponteira do escape começa a fazer um assobio parecido com fusca. O preço alto da mão de obra nas autorizadas e pós venda inexistente ou no mínimo muito deficiente. Obs: As fazers até 2008 tem torque total mais cedo e são ainda mais gostosas de pilotar parece pedir mais uma marcha tamanha força e disposição pra andar, devido o Promot3 em 2009 eles mudaram, mas não falam nada eu tive das duas, a de antes e depois de 2009 e estranhei, entrei em contato com a Yamaha e elas confirmaram a mudança, mas fica a dica pra você..

Condições do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Tipo de Uso
Lazer
Terreno Testado
Urbano, Terra, Estrada
Quilometragem
23000
Manutenção
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção
Baixo
4.5
4.5
5
4
5
5
5

Avaliação de Marcelo em 07/09/2012

Avaliou moto Honda CBX 250 Twister 2006

Comentários:
É barata e vale pra quem quer sair de uma 150cc e quer mais força, mas não se compara com as vantagens da Fazer e CB300 que são mais modernas e atuais.
Pros:
Manutenção barata, estrutura robusta.
Contras:
Horrível barulho de corrente crônico, suspensão dura, tem marcha demais e no dia a dia cansa e enjoa e traz desconforto e insatisfação, estabilidade ruim em "alta" velocidade. Acelerador e freios ruins quando comparados com outras 250cc, moto carburada defasada e "beberrona".

Condições do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Tipo de Uso
Lazer
Terreno Testado
Urbano, Estrada
Quilometragem
25000
Manutenção
Custo de Mantenção
3
3
3.5
3.5
3.5
3.5
3.5

Avaliação de Marcelo em 07/09/2012

Avaliou moto Kawasaki Ninja ZX 11 (1100cc) 1994

Comentários:
Este comentário é para ZX11, mas serve para quase todas as motos 4 cilindros carburadas, tristeza não tem fim felicidade sim! Já foi um sonho quando não se conhecia injeção eletrônica, hoje é um pesadelo parece um mamute pré-histórico! É coisa de piloto nostálgico, ou colecionador que já tem costume de sofrer dando manutenção, ou um infeliz que não conseguiu achar um mais "bobo" do que ele pra passar pra frente.
Pros:
Moto lendária, já foi a mais veloz do mundo durante as décadas de 80 e 90. Muito torque, muita força e potência, visual "estiloso" muito marcante. Freios excelente, embreagem hidráulica super macia sem trancos. Um ronco forte e encorpado preferencialmente com ponteira esportiva tipo Yoshimura. Posição de pilotagem agradável, marca presença onde chega.
Contras:
Moto pesada, esquenta demais o motor e cozinha as pernas do piloto, manutenção cara tanto as peças quanto os serviços rotineiros. Dá problema fácil na bomba de combustível e nos carburadores, e na ventoinha do sistema de refrigeração. Se não for ligada toda semana "embola" a carburação aí é a a alegria dos mecânicos que levam brincando uns 300 paus pra colocar no ponto certo e tal, isto é. quando se acha o ponto certo, pois é comum ela ficar redonda na baixa e ruim na alta e vice-versa, mas todo mecânico diz que coloca ela no ponto e depois da "cagada" feita diz é o normal das carburadas. Cada uma das 4 sedes do carburador custam R$250 e cabos etc tudo é caro e raro de achar. É duas alegrias uma quando se compra e outra quando se vende, e é difícil de se vender heim!

Condições do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Tipo de Uso
Lazer
Terreno Testado
Urbano, Estrada
Quilometragem
30000
Manutenção
Difícil de encontrar
Custo de Mantenção
Alto
4
3.5
3.5
4
4
3.5
4