Todas as avaliações do usuário

Avaliação de Jossiano Leal em 19/04/2013

Avaliou moto Dafra Citycom 300i 2012

Comentários:
Sem concorrentes no mercado nacional. Compra muito mais racional em relação a uma Burgman 400. Enorme upgrade para quem tem as scooters pequenas (110 a 150cc).
Pros:
Motor honesto com boa arrancada, espaço embaixo do banco suficiente para um capacete fechado mais capa de chuva, parabrisa, rodas grandes com pneus largos que permitem uma pilotagem mais segura, bom espaço pra garupa, custo/benefício
Contras:
Consumo poderia ser um pouco melhor, jogo de ferramentas que acompanha é muito limitado, curvatura do parabrisa faz gerar barulho em quem tem mais de 1.70m, rede autorizada pequena

Condições do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Tipo de Uso
Transporte
Terreno Testado
Urbano, Estrada
Quilometragem
6000
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Mantenção
Normal
4.5
4.5
4.5
4.5
4.5
4
5

Avaliação de Jossiano Leal em 19/04/2013

Avaliou moto Traxx Work JH 125F 2008

Comentários:
Meu pai teve esta moto, comprou no impulso e sem andar. Comecei a usá-la esporadicamente, mas não foram boas experiências. Quando ele resolveu vender, precisou fazer uma revisão antes, já que apareceram, mesmo com a moto parada e em garagem coberta, diversos pontos de ferrugem no quadro e nas rodas. Depois de cerca de um ano, conseguiu vender, por um valor abaixo do esperado. A marca inclusive não tem mais revenda em Porto Alegre, para azar de quem comprou.
Pros:
Custo de compra, manutenção permitindo uso de peças da Honda e similares (motor clone)
Contras:
Acabamento ruim (peças enferrujando sozinhas), vibração excessiva, pneus voltados para o off-road, consumo acima da média, revenda complicada

Condições do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Tipo de Uso
Transporte
Terreno Testado
Urbano
Quilometragem
1000
Manutenção
Custo de Mantenção
2.5
2.5
2
2.5
2.5
3
2.5

Avaliação de Jossiano Leal em 19/04/2013

Avaliou moto Yamaha XV 250 Virago 1998

Comentários:
O sonho do meu pai era uma custom, então ele trocou a Burgman 125 por uma Virago 1998. O detalhe da moto é que ela estava com o tanque e banco da 535, o que lhe dava um porte ainda maior. Entretanto nem ele e nem eu nos adaptamos à tocada dela na cidade, com câmbio com relações bem curtas e dificuldade para fazer curvas e manobras mais rapidamente. Apesar do preço dela ser alto (para o ano), a revenda é fácil e praticamente não se perde dinheiro.
Pros:
Consumo, estilo (mesmo já com 15 anos de uso), manutenção relativamente simples, conforto para o piloto
Contras:
Desempenho fraco para a cilindrada, preço de algumas peças, suspensão de pouco curso, conforto para o garupa

Condições do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Tipo de Uso
Transporte
Terreno Testado
Urbano
Quilometragem
38000
Manutenção
Custo de Mantenção
4
4
4
3.5
3.5
4.5
3.5