Todas as avaliações do usuário

Avaliação de Mauricio em 29/05/2013

Avaliou moto Harley-Davidson Sportster XR 1200X 2011

Comentários:
O custo de manutenção é mais baixo que uma BMW, porém trata-se de modelo de alta performance e por isso mesmo também não é barato. Bons mecânicos dispensam completamente ida à concessionária que tem quase que só moleques despreparados que só fazem mexer onde não deve.
Pros:
Para quem ama os motores em V refrigerados a ar, é tudo de bom e muito mais. A minha é preto-fosco, comprei um pouco depois que vendi a Buell XB12Ss que tinha antes. Como a Harley aposentou a Buell, fui naturalmente para a XR que é bem parecida: motor violento, freios muito potentes, simplicidade de aspecto que esconde grande tecnologia e transmite bastante robustez. Excelente transmissão secundária: a correia dentada deveria aposentar a corrente na maioria das motos. Como toda Harley de 1200cc, definitivamente não é moto para principiantes, mas é linda demais.
Contras:
O pneu traseiro mal chega a 9000Km devido ao torque bruto do motor; lâmpada do farol dianteiro queimada aos 7000Km; indicador de marchas produzido pela própria Harley não funciona direito com esta moto: já estou no terceiro, farol dianteiro poderia ser duplo.

Condições do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Tipo de Uso
Lazer
Terreno Testado
Estrada
Quilometragem
9300
Manutenção
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção
Normal
5
5
2.5
4.5
3
3.5
4.5

Avaliação de Mauricio em 29/05/2013

Avaliou moto Yamaha XT 1200Z Super Ténéré 2012

Comentários:
Ainda não fiz a primeira revisão de 1000km, portanto não viajei com ela. Em outra oportunidade incluo um relato mais detalhado.
Pros:
Grande quantidade de tecnologia embarcada transmite muita segurança. Freios espetaculares, o fato do ABS não desligar é irrelevante pra mim, pois raramente ando em estrada de terra, muito fácil de conduzir a partir de 40km/h, o motor parece que nem sente o peso de 261kg e dedido à sua geometria, lembra um pouco um V2; painel bem iluminado e com visualização correta; colocar a moto no cavalete central é tão fácil que chega a espantar por causa do peso do conjunto, e eu só tenho 65Kg, muito bem pensado esta funcionalidade, acessórios originais Yamaha não são baratos mas são de primeiríssima linha, com farois auxiliares de 55W cada um fabricados pela PIAA, o que faz pensar na fortaleza que é o alternador. O visual parrudo da moto faz ter vontade de longas aventuras.
Contras:
Peso total, é difícil manobrar parada e perigoso em alguma inclinação, mas acho mais fácil que a GS1200, o banco poderia ser de gel embora a suspensão compense isso muito bem, falta realmente um indicador de marchas devido a relação próxima entrre a 5 e a 6.

Condições do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Tipo de Uso
Lazer
Terreno Testado
Estrada
Quilometragem
800
Manutenção
Custo de Mantenção
4.5
4.5
4
5
3
4
4

Avaliação de Mauricio em 29/05/2013

Avaliou moto BMW F 650 GS 2010

Comentários:
A moto tem 800cc, dois cilindros paralelos, ao contrário do que sugere o nome do modelo. Esquisitices da BMW, não há no momento zero quilômetro para venda, o que é uma pena, pois continua com produção normal na Alemanha e exportada para outras partes do mundo.
Pros:
Trata-se de uma poltrona macia com rodas e motor. Tive duas F 650 GS, com a primeira fui de são Paulo até Ushuaia e voltei tranquilamente. Com a segunda, só pequenas viagens. É de fato muito tranquila, não vibra e é silenciosa, tem 800cc, e por isso engana fácil, sendo até perigosa, já que passa de 100Km fazendo parecer que se está a 50. O consumo é irrisório, por volta de 23/24km/l com gasolina pódium - outra só uso na ausência desta. Corrente praticamente não precisa de ajuste, só lubrifiquei a cada 1000km, painel completíssimo que deveria inspirar todas as outras marcas, com excelente indicador de marchas de resposta imediata, ABS sempre funcionou perfeitamente. Ótimos pneus sem câmara e rodas de liga, de 17 pol. atras e 19 na frente, perfeitas para longas viagens, ao contrário do esquisito aro 21 da F 800 e seus antiquados pneus com câmara. Pequena altura do banco ao solo. A moto jamais me deu qualquer problema mecânico ou elétrico.
Contras:
O maior problema deste modelo é sua irmã F800GS, pois com sua montagem em Manaus, fez o fabricante tirar a F650GS do Brasil para que uma não canibalizasse a outra, embora continue mundo afora, hoje com o nome de F 700 GS. Para mim, cada uma tem conceitos muito diferentes, mas enfim, o consumidor brasileiro não importa muito para a bmw, tanto é assim a grande quantidade de reclamações dos modelos montados aqui na fábrica da chinesa Dafra.

Condições do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Tipo de Uso
Lazer
Terreno Testado
Estrada
Quilometragem
8000
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Mantenção
Normal
5
5
5
4
4.5
5
3