GUIA DE MOTOS

Dafra Smart

O Smart 125 foi o primeiro produto da parceria entre DAFRA e Haojue - uma das maiores fabricantes de motos do mundo. O modelo possui injeção eletrônica, transmissão automática CVT, rodas de liga leve e freio dianteiro a disco, entre outros itens. Seu desempenho aliado aos benefícios do câmbio automático e a um projeto ergonômico adequado ao porte do brasileiro – com a altura do solo certa e alguns centímetros a mais no comprimento - resultam num scooter que se adapta perfeitamente às condições do trânsito nas grandes cidades.

5 2

Recomendação

satisfação geral
DIRIGIBILIDADE
VISUAL
CONSUMO
CONFORTO
CUSTO X BENEFÍCIO
PERFOMANCE
Leia as Avaliações

Ficha Técnica

  • Cilindrada: 125
  • Tipo de Motor: 4 tempos
  • Arrefecimento: Ar
  • Combustível: Gasolina
  • Potência Máxima: 10 cv a 8000 rpm
  • Torque Máximo: 9.60 a 7000 rpm
  • Transmissão: CVT
  • Injeção: Eletrônica
  • Suspensão dianteira: Telescópica
  • Partida: Elétrica
  • Ajuste da suspensão dianteira:
  • Chassi: Aço
  • Suspensão traseira: Braço oscilante, mono-amortecida
  • Peso (seco): 115
  • Peso em movimento: (MVOM)
  • Comprimento: 1986
  • Largura: 674
  • Altura: 1104
  • Altura do Banco: 740
  • Distância entre Eixos: 1240
  • Pneu Dianteiro: 3,5 – 10
  • Pneu Traseiro: 3,5 - 10
  • Capacidade do tanque: 7
  • Ajuste da suspensão traseira:
  • Balança: Convencional

Motos Deste Modelo à Venda

VER TODAS De R$ 0,00 a R$ 0,00 entre 0 ofertas

Outras Versões

  • Smart (125cc):   2015 / 2014 / 2013 / 2012 / 2011 / 2010 / 2009

  • Smart Joy:   2015 / 2014 / 2013 / 2012

Todas as Avaliações Desta Moto

Recomendo

Prós: Retrovisores bons, suspensão macia, confortável, farol ilumina bem, consumo bom (35km/l), autonomia de cerca de 200 km, pouca manutenção, bom suporte de bauleto que vem de fábrica, freios legais, fácil para ligar (por causa da injeção eletrônica), pedal de partida (caso fique sem bateria), painel bem iluminado, com odômetro digital, relógio e marcador de combustível (aliás o marcador é bem preciso), bom espaço para os pé do piloto (dá para carregar bastante coisa por ali!), porta-luvas.
Contras:É um pouco fraca em subidas mais íngremes, mesmo no embalo, perde força. Quando com carona, raspa o cavalete com facilidade. Espaço sob o banco pequeno, não cabe um capacete aberto (somente cabe Kraft). Espaço para os pés do carona ruim, quando a noiva está de salto alto, não consegue encaixar os pés. Bicos do pneu ficam meio escondidos, no traseiro é preciso tomar cuidado para não se queimar no escapamento.

Recomendo

Prós: consumo, manutenção, preço !!
Contras:Rodas pequenas, pouco espaço debaixo do banco, não tem pedal pro garupa só um espaço que não é muito bom!!!
Avaliação
Avaliou Dafra Smart
eu recomendo!

Comentarios

A base para a minha opinião sobre a Smart é a comparação com a minha primeira moto, uma Yamaha Neo 2007, que rodei cerca de 60 mil km até roubarem em novembro de 2011 (consegui recuperar, mas ainda não posso rodar com ela). Para não ficar a pé, pesquisei as scooters disponíveis e acabei encontrando a Smart por um preço muito bom em dez. 2012 (R$ 4.690,00 modelo 2010 zero km). Tinha muito preconceito contra scooters com rodas pequenas (aro 10), mas depois de rodar 6 mil km em 5 meses, percebi que isso não faz diferença (a Neo tem rodas aro 16). A Smart é muito mais confortável que a Neo e também um pouco mais econômica. A Smart pega muito fácil em qualquer condição de clima, é só ligar e sair andando. Com a Neo tinha que acionar o afogador e deixar esquentar.

Quando fui comprar a Smart, pesquisei as scooters disponíveis. A que mais me chamou a atenção foi a Kasinski Prima. Porte bonito e grande, rodas 13, 150cc. Mas depois que acompanhei o fórum aqui no Motonline sobre os proprietários relatando diversos problemas, desisti. Apostei na Smart e acho que me dei bem. Até agora, com 6 mil km rodados, ela não deu nenhum problema. Só trocando o óleo e fazendo as reviões. Rodo cerca de 60 km por dia com garupa, ela aguenta bem o trânsito pesado. Rodo bastante na Marginal Pinheiros sem problemas. Em abril tentei ir de São Paulo até São Carlos (235 km) com ela, mas ninguém da minha família deixou...

A única vez que tive que ir na concessionária sem ser para as revisões foi exatamente no dia que tirei ela. Assim que saí da concessionára, parei num posto para calibrar os pneus. Percebi que a roda dianteira estava solta! Voltei na concessionária e imediatamente apertaram a roda e também ligaram para a oficina para dar uma bela bronca... A carenagem do pisca também estava quebrada, e também foi trocada. Sempre que tirarem a moto, façam um check list, olhem sem pressa para não passar nada. E exija que corrijam tudo. Mesmo assim levo a Smart nesta concessionária (Scooter Place em SP) e nunca tive problemas.

O que mais pesou na compra da Smart foi o preço. Mesmo sendo um modelo 2010, era zero km, o design é o mesmo da 2012. Ela é fabricada pela mesma montadora que a Suzuki Burgman 125 - Haojue, maior fabricante chinesa de motos (que também fabrica a Yes e a Intruder, assim como a Dafra Riva).

Fiquei surpreso com a qualidade da motoneta, achei que logo teria problema com ela, mas está tudo certo por enquanto. Só para comparar, minha Neo com 1500 km quebrou o cubo da roda traseira (apesar que não tive muitos problemas com ela também).

Bom, é isso. Quem quiser trocar informações sobre a Smart (e sobre a Neo também), pode me escrever: [email protected]

pros

Retrovisores bons, suspensão macia, confortável, farol ilumina bem, consumo bom (35km/l), autonomia de cerca de 200 km, pouca manutenção, bom suporte de bauleto que vem de fábrica, freios legais, fácil para ligar (por causa da injeção eletrônica), pedal de partida (caso fique sem bateria), painel bem iluminado, com odômetro digital, relógio e marcador de combustível (aliás o marcador é bem preciso), bom espaço para os pé do piloto (dá para carregar bastante coisa por ali!), porta-luvas.

contras

É um pouco fraca em subidas mais íngremes, mesmo no embalo, perde força. Quando com carona, raspa o cavalete com facilidade. Espaço sob o banco pequeno, não cabe um capacete aberto (somente cabe Kraft). Espaço para os pés do carona ruim, quando a noiva está de salto alto, não consegue encaixar os pés. Bicos do pneu ficam meio escondidos, no traseiro é preciso tomar cuidado para não se queimar no escapamento.

CONDIÇÕES DO TESTE

  • Tempo de uso: Menos de um ano
  • Tipo de Uso: Meio de Transporte
  • Terreno Testado: Urbano
  • Quilometragem: 6000
  • Manutenção:
  • Custo de Mantenção:
satisfação geral
DIRIGIBILIDADE
VISUAL
CONSUMO
CONFORTO
CUSTO X BENEFÍCIO
PERFOMANCE
Avaliação
Avaliou Dafra Smart
eu recomendo!

Comentarios

Comprei pra minha esposa que adorou, também dou umas voltas nela e já fui trabalhar com a mesma é muito agiu no transito o consumo é bom, faltou um pouco mais de potência para subidas mais ingrimes mais sobe sem problemas as rodas poderiam ser maiores mas, não chegam a ser um grande problema.
O preço é muito bom !!!

pros

consumo, manutenção, preço !!

contras

Rodas pequenas, pouco espaço debaixo do banco, não tem pedal pro garupa só um espaço que não é muito bom!!!

CONDIÇÕES DO TESTE

  • Tempo de uso: Mais de um ano
  • Tipo de Uso: Meio de Transporte
  • Terreno Testado: Urbano
  • Quilometragem: 10000
  • Manutenção: Dentro do esperado
  • Custo de Mantenção: Normal
satisfação geral
DIRIGIBILIDADE
VISUAL
CONSUMO
CONFORTO
CUSTO X BENEFÍCIO
PERFOMANCE
É expressamente proibida a reprodução de qualquer matéria sem a prévia autorização do Motonline e dos autores (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98).
Proibida a reprodução parcial ou integral mesmo que citada a fonte. Todos os direitos reservados. As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade de seus autores.
Site Ramar Ventures

buscar conteúdo

Encontre anúncios, guias, notícias e conteúdos sobre motos.