Kawasaki Ninja 650R

Kawasaki Ninja 650R
Recomendação:
Satisfação Geral:
Dirigibilidade:
Visual:
Consumo:
Conforto:
Custo X Benefício:
Performance:
Leia as Avaliações Deixe sua Avaliações
Sobre a Kawasaki Ninja 650R
Se você está em busca de um modelo que ofereça esportividade, painel de instrumentos totalmente digital, torque elevado e comportamento mais adequado a pilotos iniciantes, sua motocicleta é, sem dúvidas, a Ninja 650R. Com um conjunto que reúne ótima ergonomia, motor biclíndrico com respostas rápidas de aceleração e estilo agressivo, o modelo Ninja 650R é perfeito para que tanto iniciantes como pilotos experientes possam desfrutar de uma pilotagem esportiva, confortável e cheia de atitude em passeios inesquecíveis por ruas e estradas. Perfomance do motor Seu propulsor foi afinado para que haja uma entrega de potência com características que a torne compatível para pilotos iniciantes, como suavidade e resposta rápida sob baixas e médias rotações. O radiador de 40 mm oferece ao motor uma refrigeração eficiente. Painel de Instrumentos As novas linhas são evidentes no design do painel de instrumentos, inspirado no conceito das principais categorias de motovelocidade. Essas características incluem um indicador de consumo de combustível, velocímetro digital, relógio, odômetro e tacômetro digital com barras indicadoras. Vibrações reduzidas O guidão é emborrachado para que as vibrações transmitidas aos punhos e aos espelhos sejam reduzidas. As pedaleiras do piloto e do passageiro também são confeccionados com este material para o mesmo fim. Isto colabora para que a Ninja 650R seja um modelo mais confortável e prazeroso de se guiar. Lanterna Traseira em LED Visto por trás ou lateralmente, o design do farol traseiro se destaca. O novo LED mais fino contribui para a imagem agressiva e moderna da motocicleta. Estilo esportivo A vista lateral da carenagem dianteira e das linhas frontais oferecem o inconfundível aspecto dos modelos Ninja: visual robusto, agressivo e esportivo, que permite ao piloto marcar presença onde quer que esteja - seja em vias urbanas ou nas estradas. Freios Discos dianteiros duplos de 300 mm e traseiros de 220 mm, ambos em forma de pétala, proporcionam grande capacidade de frenagem. Pára-brisa aerodinânico O pára-brisa é inclinado e possui uma aba em sua parte de cima, o que não só contribui para o aspecto esportivo como também protege o piloto dos ventos com eficiência, especialmente em altas velocidades, deixando-o confortável para pilotar.

Ficha Técnica

Cilindrada: 649,00
Tipo de Motor: 4 tempos
Arrefecimento: Líquido
Combustível: Gasolina
Potência Máxima: 72.10 a 8500 rpm
Torque Máximo: 6.70 a 7000 rpm
Transmissão: 6 marchas
Injeção: Eletrônica
Suspensão dianteira: Convencional
Partida: Elétrica
Chassi: Aço
Peso (seco): 0,00kg
Peso em movimento: 204,00kg (MVOM)
Largura: 760mm
Altura: 1200mm
Altura do Banco: 790mm
Distância entre Eixos: 1410
Pneu Dianteiro: 120/70ZR17M/C (58W)
Pneu Traseiro: 160/60ZR17M/C (69W)
Balança: Convencional

Outras Versões

Ninja 650R:   2017 / 2016 / 2014 / 2013 / 2012 / 2011 / 2010
Ninja 650R (ABS):   2018 / 2017 / 2016 / 2014 / 2013 / 2012 / 2011
mais opções

Todas as Avaliações da Kawasaki Ninja 650R

Recomendo
Classificação
Comentários:
De forma geral ela agrada muito e supera nossas expectativas, e principalmente no design da carenagem com o seu visual de uma Ninja. para quem está entrando nas médias cilindradas é uma opção e um passo de treinamento p/ talvez no futuro entrar nas super esportivas já c/ uma pouco mais de experiência em um motor um pouco mais nervoso.
Prós:
Uma ótima opção p/ quem quer sair das 250cc e entrar no mundo das médias cc. Moto c/ excelente dirigibilidade, e mesmo tendo carenagem, é possível andar pelos corredores de SP. O motor responde muito bem na utilização urbana, ou seja, nas rotações de 3000 até 6000rpm. O seu peso um pouco elevado (p/ quem está acostumado a uma 250cc) até que não incomoda e na segunda semana de uso vc já está acostumado. Ao pegar um estrada vc percebe muito bem sua vocação, que é acima dos 7000rpm acelerando e engolindo asfalto, onde depois dessa rotação (com som do motor semelhante a um 4cil) ela dá uma estilingada e o conta giros passa a devorar o painel de instrumentos. Nos poucos testes que fiz em primeira marcha e 9000rpm ela estava a 75 km/h. Com relação a estabilidade, principalmente em curvas fechadas, a moto gruda no chão e dá p/ inclinar muito ela, não sei se é a moto ou os pneus mais largos que fazem a diferença.
Contras:
Existem pouquíssimos pontos negativos nessa moto, posso somente falar que em dias muito quentes na cidade, ao parar em um farol vermelho é preciso abrir as pernas p/ o ar quente que sai da ventuinha do radiador não queimar as pernas. Ao andar um pouco o ar frontal já dá uma refrigerada nela e a ventuinha é desligada, até vc parar no próximo. Outro ponto é o consumo de combustível, ela chega a consumir mais do que uma 4 cilindros. No circuito 100% cidade ela faz 15 km/l e no circuito 100% estrada ela faz 22km/h (a uma velocidade de cruzeiro de 120km/h c/ poucas esticadas a 150km/h).
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
2600
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 24/07/2022
SIM
Esta análise foi útil para você?
6 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Comentários:
Uma moto Surpreendente !
Prós:
2 meses com a moto e 2 mil km !
para base de comparação eu tive uma YBr , Fazer, XT225, Rd350
já andei GS500, Hornet, Xj6(corri em Interlagos ) Xt600 ...

1- A moto é linda ! chama Muita atenção por onde passa!.
2- Ela esterça bem, facilitando a manobra entre os carros, com o auxilio do ABS eu me sinto mais corajoso nela do que na Fazer 250cc
3- ela é bem forte . não mais do que as motos da categoria. ( anda junto ou pouco mais que uma XJ6) porem como o torque dela fica em 7500RPm não é necessário trocas de marcha. mesmo andado com garupa. acima de 40 km/h ela já responde bem ! consegui 224km/h de final
4- consumo é ótimo ! em uma viagem de 1400km fez 22km/l andando em todos os tipos de condição . Se vc manter 110km/h faz 26km/l se der tudo cai pra 14km/l
5- Boa de estabilidade. porem ainda estou me adapitando a frear em cima da curva devido ao ABS
6- O ronco da moto é muito bonito ( não se compara a uma 4 cilindros ) porem é muito baixo .. só faz barulho acima de 6000RPM
Contras:
1 -Os Faróis poderiam ser melhores. concerteza vou colocar xenom
2 - Coloquei um "gordinho" no banco do passageiro. deixando ele mais levantado perto do motorista. (como na XJ6, CB300) . fico bem melhor.
3- O Paralama trazeiro é bem menos util que o da Fazer250 .. passo em possa ele joga aguá no seu pé !
4- tem uma vibração no painel a 2500RPM que me parece ser dentro do painel .
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada
Quilometragem:
2000
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 25/05/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
35 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Comentários:
A Ninja 650 se mostra melhor custo benefício que as sua concorrentes de 2 ou 4 cilindros, virei fã da marca depois que comprei a minha. Não recomendo para iniciantes pelo seu porte, peso e pegada. Para o lazer e dia-a-dia está na medida ideal, vai bem no corredor, só que você fica com raiva de não poder esticar, rs. Infelizmente é bem visada, a minha foi roubada em Maio de 2014.
Prós:
Moto muito fácil de domar com motor manso até os 6 mil RPM. Manda muito bem nas curvas, mas tem que tomar cuidado para não abusar. Anda bem nos corredores na cidade. Para o garupa é mais confortável que a Twister e a Fazer por incrível que pareça. a Carenagem ajuda muito no consumo (de 15 a 21 km/l)e aerodinâmica além de embelezar muito a moto. Painel digital show de bola! Boa iluminação dos faróis.
Contras:
No Brasil não tem disponível na cor vermelha ainda, rsrsrs. Poderia ter computador de bordo, na buraqueira da cidade ela sofre bastante. Tem uma trepidação normal da carenagem que não chega a ser um grande problema. A ventoinha esquenta a perna porém nos dias frios é até bom, rsrs
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
30000
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Alto
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 11/12/2022
SIM
Esta análise foi útil para você?
30 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Prós:
Excelente desempenho mesmo com garupa.
Visual belíssimo!
Excelente para primeira moto de maior cilindrada.
Contras:
Painel falta um marcador de marcha.
No caso da minha, faltava o freio ABS.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
8000
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 14/05/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
27 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Comentários:
Uma moto incrível e perfeita pra quem está começando, mas com o tempo começa a sentir falta de uma 4 cilindros, com o ronco uniforme e giros realmente altos não entrando na faixa vermelha com 11.000 giros.
Prós:
Minha segunda moto, perfeita para este fim, é macia e não tão agressiva quanto as 4 cilindros. Com apenas 72 cavalo não dá "coices" muito fortes, ela acelera macio mesmo com uma boa arrancada.

A aparência é incrível, muitos confundem com motos maiores e quem não conhece fica babando, a cor característica da Kawasaki chama atenção em qualquer lugar, não importa se dia ou noite, é visualmente muito bonita e de porte imponente.

Mesmo sendo uma 2 cilindros de baixa "cavalagem" ela anda muito bem e não deixa a desejar até os 180km/h, que alcança muito rápido. A partir de 3mil giros já tem força pra retomadas e ainda é capaz de arrancar mesmo em segunda marcha devido ao alto torque.

Os retrovisores são grandes e estilosos torando sua visualização exata e muito confortável em relação as outras motos de caráter esportivo.

Precisa-se mudar de marcha poucas vezes pois ela desenvolve desde os 2k giros até os 9k muito bem, sem ficar pulando ou implorando marcha.

Saindo da Ninja 250 pra esta a carona agradece muito o conforto, o banco é macio e largo, menos alto e muito mais confortável. Se gosta de andar com a namorada/esposa essa moto é um prato cheio para ativar o gosto dela pela coisa.

Posição de pilotagem confortável evitando dor nas mãos e pescoço em passeios mais longos.
Contras:
O barulho das Kawasaki é muito baixo obrigando a colocar um escapamento esportivo se quiser permanecer vivo dentro desse transito urbano caótico das cidades grandes, e como toda peça da kawa, o trem é caro e não muito fácil de achar, os que tem disponível são EXTREMAMENTE barulhentos passando do silêncio aterrador ao histérico alucinante.

A parte carenada sendo verde apenas em 1 peça e o resto sendo preto como o motor faz ela parecer um pouco uma naked e não exatamente a sport que se propõe.

O sistema de dissipação de calor do motor é muito eficiente mas joga o ar quente para as pernas do piloto gerando um conforto em dias frios mas incomodando muito nos dias quentes.

A mola da suspensão traseira tem pouca regulagem e não é tão flexível quanto seria desejável para a cidade sendo uma sport-touring, mas fica perfeita pra uma supersport para andar em pistas aveludadas utópicas de países europeus.

O Pneu traseiro é fino em comparação às concorrentes de 600cc, praticamente todas as outras montadoras usam 180mm, esta vem com 160mm e expansível apenas para a 170mm, é informado pelos mecânicos das autorizadas que a colocação de um 180mm tornaria a direção perigosa devido à largura da roda.

Impossível colocar ABS fora da fábrica.

Não é tão econômica quanto o anunciado, faz 18km/L dentro da cidade em tocadas médias.

A luz de painel é alaranjada, não combinando em nada com o resto da moto e dificultando sua leitura durante a noite.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
6000
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Alto
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 25/05/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
30 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Comentários:
- É minha primeira moto "grande", eu tive Garini, Twister e Fazer - nessa ordem. Então o que posso fazer e comparar com elas.
- Ao contrário do que pensava, é otima pra andar na cidade, embora faca uns 17km/l bem longe da Fazer, que fazia 29 km/l.
- Na estrada, nos testes que fiz, deu 23km/l a 120 - 130 km/h - melhor que a Fazer, que ficava nos 21km/l na estrada a 110-120 km/h.
- Obviamente é muito mais confortável e estável na estrada que a Fazer, na cidade a suspensão traseira é um pouco dura, mas consegui aliviar um pouco diminuindo a tensão da pré-carga da mola.
- A suspensão dianteira consegue ser melhor que a Fazer, talvez pelo peso da carenagem.
- Não sei quanto chega de final, cheguei a 180 e parei, pois estava amaciando, sites na internet falam em 210.
- Ela é mais baixa que a Fazer, o que facilita pra mim, que tenho altura mediana; essa foi a razão de não ter comprado a Versys.
- É muito bonita e chama bastante a atenção, varios me perguntam sobre ela.
- Sobre o ronco - respeito quem acha o ronco dos 4 canecos a melhor coisa do mundo, mas eu não compro moto pelo barulho que ela faz. Mesmo assim, ela tem um som instigante acima de 4000 RPM, parece que a moto urra, a ponto de as vezes eu retardar a mudança de marcha só pra curtir um pouco mais o ronco. Quando engata a 6 marcha o som some e ela fica muito silenciosa.
- A revisão de 1000 km deu 130 reais, 40 por cada litro de oleo sintético, mais o filtro que custou 50 reais. Salgada, mas necessária e esperada, pois não se trata mais de uma 250.
Prós:
Beleza
Torque
Preço
ABS
Conforto
Agilidade
Contras:
Tanque pequeno
Consumo alto
Esquenta bastante na cidade.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
2500
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 14/06/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
30 pessoas gostaram
mais opções

Outras motos Kawasaki à venda

De R$ 26.000,00 a R$ 26.000,00 entre 3 ofertas
Kawasaki Ninja 650R
R$ 26.000,00
Kawasaki Ninja 650R
Kawasaki Ninja 650R
R$ 30.000,00
Kawasaki Ninja 650R
Kawasaki Ninja 650R
R$ 26.957,00
Kawasaki Ninja 650R

Guias de motos Kawasaki

foto moto kawasaki/vulcan-2000 Kawasaki Vulcan 2000
Kawasaki Vulcan 2000
foto moto kawasaki/versys-x-300 Kawasaki Versys-X 300
Kawasaki Versys-X 300
foto moto kawasaki/ninja-zx-10 Kawasaki Ninja ZX 10
Kawasaki Ninja ZX 10
foto moto kawasaki/ninja-zx-6r Kawasaki Ninja ZX 6R
Kawasaki Ninja ZX 6R
foto moto kawasaki/vulcan-900 Kawasaki Vulcan 900
Kawasaki Vulcan 900

Notícias sobre motos da Kawasaki

capa noticia Destaques: 5 diferenciais da naked Kawasaki Z900
Destaques: 5 diferenciais da naked Kawasaki Z900
Destaques: 5 diferenciais da naked Kawasaki Z900
capa noticia Confirmadas ao Brasil! Como são as novas motos Kawasaki 500 cc
Confirmadas ao Brasil! Como são as novas motos Kawasaki 500 cc
Confirmadas ao Brasil! Como são as novas motos Kawasaki 500 cc
capa noticia Kawasaki comunica recall de seu mais importante lançamento
Kawasaki comunica recall de seu mais importante lançamento
Kawasaki comunica recall de seu mais importante lançamento
capa noticia Baratas, econômicas e estilosas; veja as novas Kawasaki clássicas
Baratas, econômicas e estilosas; veja as novas Kawasaki clássicas
Baratas, econômicas e estilosas; veja as novas Kawasaki clássicas